quinta-feira, 22 de março de 2018

O (DES)ACULTURAMENTO DE UM POVO


Parodiando uma frase boba, de efeito por aí... "queria experimentar ficar frustrado UMA VEZ na vida, porque todos os dias está difícil"...

A alienação geral, que tem assolado o país, não é fruto de algum "trabalho satânico" que apanharia desprevenidos a maioria dos brasileiros.

Há tres vertentes principais, de onde o desaculturamento e a alienação têm sido instilados nas veias da maioria de nossos brasileiros, notadamente as classes menos favorecidas e/ou aculturadas.

Em primeiro lugar HÁ SIM um esforço concentrado, fundado principalmente no trabalho daquele outro "fora da casinha" chamado Antonio Gramsci (anarquista italiano, já falecido, que erigiu a teoria da "hegemonia cultural", inclusive redigindo uma cartilha bastante minuciosa a respeito).

Pois bem - nossa sociedade, inculta de modo generalizado, inclusive novos ricos vindo de bons resultados financeiros, mas sem suporte cultural (como têm AINDA nossos irmãos norte-americanos de modo preponderante*), não se aperceberam que um "vírus" inteiramente novo e contra o qual não tinham imunidade começou a se disseminar nas universidades, escolas de graduação, e num efeito cascata (educadores instruídos num ambiente contaminado) foi tomando conta do ensino médio, e já alcança de forma preocupante o ensino fundamental.

Foi serenamente sendo infiltrada a doutrina marxista, pela receita eficiente - preciso reconhecer - do Sr. Gramsci.

Não por acaso, a orientação de não haver avaliação em alguns níveis escolares, ou a idéia estúpida, pervertida, de que "não importa como se escreva ou se fale, o que importa é que a mensagem seja entendida" - com os efeitos devastadores em nossa língua portuguesa, tão rica e comunicadora.

Essa foi a principal doutrina a que o "nove dedos" et caterva se apegaram, pela comodidade da desnecessidade de enfrentamento, e pelo efeito deletério profundíssimo que poderia causar (e causou!) na sociedade brasileira.

Mas não foram somente os políticos os gestores do caos sócio-econômico em que nos encontramos.

Em segundo lugar, a mídia, especialmente a televisiva, subordinada à classe política, sendo financiada inclusive pela própria, iniciaria processo deletério de nossas famílias, que foram sutilmente sendo empurradas para o afrouxamento de costumes, para o separatismo familiar, para a degeneração de conceitos tão essenciais a uma sociedade, como, por exemplo, a disciplina, o respeito às instituições (aí incluído o aparato de segurança pública - quem ainda não viu alguém se referindo a policiais como "porcos"?).

Algo prosaico, interessante e preocupante, ao mesmo tempo... algumas instituições pretensamente defensoras da família, como a CNBB, OAB, e outras siglas, alegremente aderiram ao "quanto pior a família, melhor", na esteira de um "humanismo" malignamente configurado, inspirado ainda na cartilha libertária do Sr. Gramsci.

Nesse ponto, dirão que estou exagerando... pois bem, quem apresentou com todas as letras a banalização do distrato conjugal, o "justificável ofício" de traficante, a violência em família??? Tentem não lembrar de nada, relacionado à TELEVISÃO! Aliás, é surpreendente como nossas classes C, D e E são escravizadas pelas novelas de "realidade", e programas estupificantes como BBB, A Fazenda, e os de final de tarde de domingo.

(terei o máximo prazer em esclarecer sobre o que fazem, com seu tempo livre, os cidadãos de alguns países mais desenvolvidos que o nosso, JÁ VIVENDO NO PRIMEIRO MUNDO - nós não estamos...)

E, finalmente, nossa classe artística!!!!!!! Essa classe que confundem com intelectuais (que de intelectuais os há pouquíssimos) viu, no implemento da "nova ordem" social, no Brasil, a oportunidade de LUCRO.

Não por acaso estão agora muitos deles revoltadíssimos com os holofotes sobre a lei Rouanet!

E cabeças pensantes como Chico Buarque, Caetano Veloso, e tantos outros... Não me importa muito a verborragia do Sr. José de Abreu, ou da Letícia Sabatella, mas esses dois aí? Puxa, eles viveram, prosperaram e ganharam projeção DURANTE o governo militar - é só verificarem os registros do próprio Youtube, do final da década de 60, do século passado! Porque se manifestarem rebeldes com quem lhes propiciava o pão?

Ok, demonstraram simpatia pela esquerda, naqueles tempos,foram advertidos pelo governo militar, e sossegaram (só que não...)

Espero que entendam meu ponto de vista. Esse "amor" à causa socialista que muitos artistas esposam, é na verdade um verniz, para acobertar outros interesses. Interesses materiais, sem pudor algum.

Te amo, Brasil. Mas segurar a onda do "febeapá 2**" está sendo difícil...

*entre ao acaso num trem, pela manhã, no Japão ou nos Estados Unidos - verá pessoas se aculturando, politica, economica e socialmente - lendo jornais, livros... simples assim.
**Sigla imortalizada pelo cronista Stanislaw Ponte Preta.

quarta-feira, 21 de março de 2018

A JUSTIÇA - COMO O DIABO GOSTA (PARCIAL E VENDIDA)... SERÁ MESMO?

Será que precisa desenhar pra turma entender o proveito disso tudo?

Bom dia, pessoas do bem.

Acordamos hoje com mais um sobressalto engatilhado - e se o STF resolver "cassar" sua decisão anterior, sobre prisão em segunda instância?

Afinal, EXISTE TERCEIRA INSTÂNCIA?

A essa altura dos acontecimentos, NADA NOS FARÁ PENSAR que a discussão de tal matéria não tem a ver com o condenado mais ilustre dessa nação - o Sr. Lula da Silva. Então vejamos.

Se a revisão do decisório sobre a segunda instância aproveita a alguns bandidos, aqui e acolá, porque não foi revisado antes? Porque só agora?

E essa pergunta impertinente nos traz outra problemática - se só agora os Exmos. Srs. Ministros resolveram se mexer, porque será que o fazem AGORA?

Será que estão sob pressão? Cabe sempre lembrar que juízes NÃO PODEM ser pressionados, sob risco de a Justiça deixar de ser justiça. Então... pelo bem da instituição... DESCARTEMOS A PRESSÃO.

Algum beneficiamento pessoal, para algum dos vetustos senhores da corte?

Essa é uma hipótese cabeluda demais. Não por acaso o ilustre Sr. Gilmar Mendes teria processado um juiz que dissera que "a mala foi grande" em relação a algum "julgado beneficente" daquele magistrado.

Não, não creio que algum benefício material esteja se prometendo àqueles senhores togados.

Então, só me cabe acreditar que eles ACREDITAM NA INOCÊNCIA DO LULA!!!!

Não é maravilhoso?

Uma equipe faz trabalho minucioso, hercúleo mesmo, para reunir termos probantes da culpabilidade do já citado elemento... e isso resultou em condenação. Ao necessário recurso impetrado, turma do TRF4 revisa todo o processo, e amplia a condenação.

O afastamento de prisão após a segunda (e última) instância só servirá para recursos que alvejem a condenação original, sob o mantra de que o homem é inocente. PARA NADA MAIS SERVIRÃO RECURSOS a essa altura do campeonato.

O que resta a uma "terceira instância" (que é mera figura de retórica, NÃO EXISTE)?

DECRETAR QUE O HOMEM É INOCENTE?

Os Srs. Ministros manifestamente desconfortáveis com o rumo que as coisas tem tomado precisam se envergonhar. Deviam estar fazendo JUSTIÇA, ao invés de se envolverem em casuísmos imorais que só fazem desservir à Justiça e, principalmente à PÁTRIA.

quinta-feira, 15 de março de 2018

DR. LUIS ROBERTO BARROSO - UM HOMEM SEGUNDO A LEI



Meus leitores sabem que de modo quase geral venho aqui "excomungar" nossos políticos e líderes em geral.

Raramente minha crônica refere fatos positivos, ou destaca atuação de alguém.

Pois bem... após algum pensar a respeito, hoje preciso escrever sobre um homem que tem surpreendido, não exatamente porque faça algo grandioso, ou fora do comum, mas porque está CUMPRINDO A LEI.

O Ministro do Supremo Tribunal Federal, Dr. Luís Roberto Barroso que, ao contrário de seu colega de banca, Dr. Gilmar Mendes, É JUIZ (o Dr. Mendes NÃO É, e o mais longe que foi nessa direção foi a cadeira de Advogado Geral da União), tem ultimamente se notabilizado por demonstrar uma seriedade com a letra da Lei que, no mínimo, incomoda o Palácio do Planalto.

Fora indicado para o lugar que ocupa pela ex-presidente, Sra. Dilma Vana Roussef, e nada obstante tal vinculação, tem se mostrado isento mesmo em situações que representem embate com o Executivo.

Andara às turras a alguns meses atrás com o então diretor geral da PF, Fernando Segóvia, por uma dessas conversinhas infelizes, protetivas de quem não precisa NEM PODE ser protegido assim...

Deferira medida investigatória contra o Sr. Michel Temer, a propósito do inquérito sobre os portos, o que causou algum mal-estar.

E sua última decisão, monocrática, nos dá um outro alento de esperança na utilidade e eficiência da Justiça - pois não é que o homem suspendera - ainda que parcialmente - decreto presidencial de Indulto de Natal?

Ora, ora, ora, meus amigos e amigas. TODOS NÓS queremos passar o Natal em família, e ansiamos por ter sempre liberdade. Mas vejam, dentre os indultados estão criminosos que têm acometido sistematicamente nossa gente brasileira!!!!! Os criminosos de colarinho branco é que foram objeto da denegatória do Exmo. Dr. juiz, verifiquem se tiverem chance.

Já venho acompanhando o trabalho do Dr. Barroso e, naturalmente aqui e acolá divergindo ligeiramente de algum julgado, sou todavia forçado a reconhecer que o homem decide SEGUNDO A LEI. Tem isenção e o demonstra.

Parabéns, Dr. Barroso! Precisamos de mais pessoas como  o Sr. nesse STF. Espero sinceramente que não esteja "queimando a língua", mas não acredito que V. Excia. vá contaminar a própria biografia com absurdos como os que alguns dos vossos pares costumam praticar!

quarta-feira, 7 de março de 2018

FARSAS À VISTA

Quem pode pagar...

Com a rejeição do "habeas corpus" preventivo impetrado junto ao STJ pela equipe de defensores do Sr. Lula da Silva, fica cada vez mais iminente a possibilidade de sua prisão, para cumprimento da pena a que JÁ FOI condenado.

Seguem cada vez mais insistentes rumores de que o STF vai precisar rever a possibilidade de prisão (e início de cumprimento de pena) após o julgamento na segunda instância, sob o mantra maligno de que ainda não se esgotaram as possibilidades de defesa do JÁ CONDENADO.

PURA BOBAGEM.

Acontece que o exame de provas e da materialidade da conduta criminosa acontece SOMENTE ATÉ À SEGUNDA INSTÂNCIA,  a saber, restarão às cortes superiores tão somente recursos para discussão formal da aplicação das leis. OU SEJA, SUBSISTE O APENAMENTO, o que fica para as cortes superiores é o "jus esperneandi", sem expectativa de que desapareça o crime ou suas provas, eis que o decisório monocrático da primeira instância foi (como no caso referido)  fora confirmado por colegiado de tres magistrados de longa lavra (a turma do TRF 4 que julgara os recursos).

A QUEM APROVEITA A BOBAGEM EM ELABORAÇÃO?

Obviamente trata-se de desserviço à Justiça, onde desembocam muitas vezes (não acreditem em mim, verifiquem os registros das cortes superiores!) recursos disparatados, meramente protelatórios, muitas vezes (e alcançarão seu objetivo, ainda que os magistrados acusem a pilantragem, porque até julgarem algumas causas, muito tempo terá transcorrido, em "albis"; entendam, amigos, os recorrentes já foram condenados.

Mas a estupidez fantasiada de Justiça não para por aí. Muitas e muitas vezes teremos "criminosos de carteirinha" sendo liberados, porque alguns magistrados, baseadoa em meandros muitas vezes inescrutáveis da doutrina, e no zelo de não condenarem um inocente JÁ CONDENADO, LEMBRO AQUI, optam por liberá-lo de suas angústias, e deixam um povo inteiro boquiaberto, e cada vez mais descrente dessa justiça venal e seletiva, que muitas vezes é exercida no Brasil.

E, finalmente, as autoridades judiciais das instâncias iniciais (vale dizer, peimeira e segunda instâncias) são desacreditados em seus esforços para fazer valer a imparcialidade, a justiça, a letra da Lei, que embora não se comente, fica sendo LETRA MORTA, para muitos engravatados, especialmente alguns que povoam o Planalto Central, e CEOs de empresas poderosas.

Quando ao Sr. Lula da Silva, cuja verborragia inclusive já o condenara, no passado (por exemplo. no depoimento que concedeu ao ex-presidente uruguaio, Sr. Mojica, onde diz que comprou SIM apoio, porque era a única forma de se manter no poder - confiram a notícia: Confissão?), cuja megalomania é tão óbvia quanto o dia e a noite, cuja "honestidade"envergonha os outros honestos do Brasil...

Quanto a ele, não me importo que vá pra cadeia ou não. Ele JÁ FOI CONDENADO, vale frisar, e já fez sofrer - e muito - os pobres de quem se diz defensor.

MAS A JUSTIÇA PRECISA TER MAIS RESPEITO, aqui no Brasil. Não podemos ficar ao alvedrio de gente que, por alguma fama, ou um punhado de dólares (às vezes são malas...), abra a porta da penitenciária para alguns, enquanto o resto do povo brasileiro permanece aprisionado, vassalos de senhores feudais modernos.

domingo, 4 de março de 2018

OS VENAIS

"Não se preocupem... alguém dá um jeito, lá em cima!"

Talvez eu esteja repetindo o título da crônica. Afinal, exemplos de venalidade são lugar comum na terra de Santa Cruz, vulgarmente conhecida como Brasil (alguns a chamariam de "república das bananas").

Mas é forçoso considerar o que acontece no meio dos poderosos e dos influentes, e digo isso a respeito de todas as vertentes dessas duas "elites" nacionais.

Homens com endividamento espantoso - por exemplo, o Sr. Fernando Collor de Mello deve aproximadamente 240 MILHÕES à União; o Sr. Eunício Oliveira deve perto de 8,5 MILHÕES; o Sr. Ataídes Oliveira... algo perto de 228 mil...) - posam de bons moços, não fazem NADA para mudar o quadro (seja ele o próprio - pagarem suas dívidas, seja ele o dos brasileiros, vergados sob carga tributária espantosa), e ainda vociferam alto e bom som que querem o bem dessa Pátria!!!!!

Entendam, meus irmãos... Pessoas como os três indicados não devem suados caraminguás à mercearia, como eu e você - eles devem MILHÕES, e À UNIÃO. Na verdade, a dívida dos políticos brasileiros com a União se aproxima de UM BILHÃO DE REAIS.

Alguém certamente vai perguntar: e a Justiça, para esses infratores da Lei? Então, amparados pelo tal de "foro privilegiado" têm seus processos postergados à exaustão, ou até prescrever a penalização, ou então algum membro do STF pede vistas, e o processo desaparece das vistas "atentas" (estou sendo irônico) de Temis.

É mole?

Mas... em termos de "libertinagem pública" (se me permitem o termo impróprio), ultimamente nada tem superado a Justiça, em suas instâncias superiores!

Depois de conhecido sultão dos transportes ter sido liberado de seus dissabores de presidiário, SEM JULGAMENTO (vale dizer, continuará fazendo seu trabalho profícuo, no afã de proteger seu sultanato), de uma certa senhora transgressora da lei ter sido liberada de sua cela porque tem filhos (Não é maravilhoso?!!!!!), agora começa a fermentar no STF a intenção de "livrar a cara" de condenados em segunda instância, sob a pífia argumentação de que se forem para "a grade" estão tendo cerceados direitos de defesa dos "pobres' condenados!!!!!


Como se em duas etapas anteriores, os julgadores, monocráticos ou não, fossem seres estúpidos, ignorantes, destituídos de bom senso!!!!!

Cabe lembrar que muitas cadeiras do STF NÃO SÃO ocupadas por juízes, mas de advogados que sequer concorreram em concursos de juiz! Pode uma coisa dessas?

Em contra-partida, os julgadores de primeira instäncia concorreram em concursos duríssimos, para serem alçados a juízes, e a MAIORIA dos julgadores de segunda instância, também.

O que concluo?

SÓ PODE HAVER GENTE VENAL NO STF. Gente que, do alto de suas togas "ganhas" pela indicação de A ou B, escarnece de seus colegas - esses sim, bem mais legítimos e preparados, das instâncias anteriores. 

Quem são os venais? Deixo aos amigos leitores descobrir.

quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

POLÍTICOS CORRUPTOS, OU FROUXOS?

Me preocupa também os que parecem não ser, mas SÃO.

Não me lembro se já disse isso, mas Brasília (não me refiro ao território, mas às cabeças "eleitas" que há por lá) sempre me dá material sobre o que escrever.

E não é que hoje nos surge mais um "cacique" ameaçador? O deputado federal cassado (recebe aposentadoria, claro, porque ninguém é de ferro, não é mesmo?), Sr. Roberto Jefferson, atualmente sob égide do PTB, ameaçou não fornecer recursos aos membros de seu partido que não apoiem sua indicação para o Ministério do Trabalho. Confiram a matéria...

Um corruptor ou um corrupto?

Ora, o fisiologismo, o "toma-lá-dá-cá", a "ação entre amigos" são coisa já sobejamente conhecida, no ambiente político nacional (pobre nação, podemos ainda te chamar de PAÍS?). Náo há muito o que acrescentar, a respeito.

Mas nunca, em meus escassos 61 anos, pude observar um "gerenciamento" de corrupção tão intenso e deslavado quanto ao longo do último quinquênio. Uma coisa absurda, em que políticos encanecidos literalmente mostram suas vergonhas, demonstram a sujeira que lhes gruda nos "derriéres", e lhes mancha a alma!

Ou estou muitíssimo enganado, ou o ilustre CASSADO está impondo sua vontade a pessoas que são seus pares! Ou seja, que também tëm personalidade, que têm (devem ter) poder opinativo, e/ou sejam instruídos o suficiente para realizarem também suas escolhas.

Mas, se de um lado existe um opressor corruptor (distribuir dinheiro para que se vote em alguém É CORROMPER), nem tenham dúvida de que o público a quem ele se dirigiu terá, aqui e acolá, alguém que se há de vender por algumas centenas de milhares de reais, que alegremente receberá para seus negocinhos escusos, envoltos em capa de assistencia social...

Homens e mulheres sem brio, sem vergonha mesmo, que jogam deliberadamente suas biografias na lama, e ainda posam de "salvadores da pátria", em tempos de eleição

Homens e mulheres VENDIDOS e VENAIS, que se deixam influenciar por antigas raposas, todas elas (sem exceção!) mal intencionadas, já com o couro cauterizado de tantos processos que o manto da imunidade parlamentar se encarregou de curar...

Mas o que se pensar, numa sociedade como a nossa? Um contexto em que um homem que não é homem -  e é ao mesmo tempo uma mulher que não é mulher - é endeuzado, uma sociedade em que dívidas são esquecidas por quatro dias, todo ano, em proveito de libertinagem, orgias e perversões, onde criminosos são protegidos por "adevogados" (até pela OAB!), sob o manto do "humanismo", juízes que se deixam levar pelos "amigos" (sim, estou me referindo ao STF, embora a doença esteja bem distribuída por aí...). Um país com mais de trinta ministérios... como pode existir "ORDEM E PROGRESSO"?

Uma nação em que filhos não são educados pelas famílias - no máximo são paridos, e o Estado e a sociedade que se "efem" com esse descaso... em que escolas são laboratórios de anarquia e desrespeito, em que os desordeiros, preguiçosos, anarquistas desenvolveram um novo modo de prosperar (SIM, estou me referindo ao MST e ao MTST!), onde a propriedade privada não vale nada, só serve para aprisionar seus habitantes, porque os criminosos estão em toda parte, lá fora...

Um país débil, um país sem rumo, o país onde seus homens públicos NÃO TÊM autonomia nem para fazerem suas escolhas. Onde são empurrados para o lugar comum da corrupção, ou não terão como atender sua gente - aliás, isso é prosaico, porque os membros do Legislativo estão lá para atender O POVO BRASILEIRO, e não somente seus feudos pessoais/partidários.

Me parece que estão sepultando histórias belas de filhos que honram seus pais, e que se espelham nos exemplos familiares para vencer. Afinal, pra que serve ter orgulho de um pai ou uma mãe que pode ser corrupto, corruptor, traficante, assassino... como ter orgulho de gente assim?

Mas a esperança... pode estar agonizando na UTI, mas é a última que morre... Outubro de 2018 está chegando!!!

Meus amigos... VOTEM COM CONSCIÊNCIA. E buscando renovação. Esses que têm aparecido sistematicamente em listas CONTRA NOSSA GENTE NÃO MERECEM ser reconduzidos.

segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

COMO VAI, SR. TORQUATO JARDIM? (OU... FALANDO EM MARIONETES...)

Estranhas missões...*

Eu acho muito importante quando as pessoas ASSUMEM A QUE VIERAM, para essa  vida.

Pessoas levadas de um lado para outro, verdadeiras "maria-vai-com-as-outras", além de representarem verdadeiras "perturbações" sociais em suas atitudes e opiniões, expõem uma faceta perigosamente comum dos seres humanos "pós-modernos" - personalidades infantis, não amadurecidas, que cresceram nem sabem porque e, ao primeiro sinal de stress, jogam culpas e acusações ao redor... Não me agrado de gente assim.

Ter personalidade, a contrário senso, é saudável. Denota de algum modo firmeza de caráter.

Pois então... o Sr. Torquato Jardim, recém celebrado Ministro da Justiça, mostra a que vem, a saber, MOSTRA DE FORMA INEQUÍVOCA que foi alçado ao Ministério com a missão de proteger o Sr. Presidente da República, Sr. Michel Temer.

Diferença de Tratamento?

Vejamos... o Sr. Rocha Loures é flagrado conduzindo uma maleta, que aparentemente continha R$ 500.000,00, endereçados a alguém famoso, no Planalto Central.

O Dr. Jardim? Disse que essa "mera" maleta não é evidência de nada (só que não)... HEIN?

No "imbróglio" em que a deputada, Sra. Cristiane Brasil, QUASE foi nomeada para o Ministério do Trabalho (foi efetivamente, mas procedimentos no ambito judicial impediram a posse), o Sr. Torquato, candidamente, diz que "cabe ao presidente nomear ministro..." E deu a entender que os "pecados" arguidos da "nomeanda" não representariam óbice à posse da moça. Nos diz, por outras palavras, que certidões positivas que castigariam mortais como eu ou você, leitor, nem tocariam nos eleitos do Presidente...

E, claro, a moça ganharia foro privilegiado alí, "NA LATA", como diriam alguns... privilégios que nem eu nem você, leitor, podemos invocar.

Mas a última pérola do Sr. Torquato Jardim, é de uma limpidez descomunal - ao saber do impedimento ao indulto de Natal, que o Ministro Barroso decretara, o Sr. Torquato, e outros menos cotados, foram escalados para denegrir a decisão do respeitável juízo. Como se ninguém soubesse que a premissa original do tal indulto era (ou é) manter longe da "grade"alguns senhores engravatados, que someçam a se preocupar com o temporal de "Justiça" que tem se abatido sobre o Brasil.

Não precisamos de quem proteja o presidente, Sr. Torquato. A lisura dos atos dele devia fazer essa defesa. O resto é resto.

E, para finalizar... nosso povo, inculto, corrupto e corruptível, ignorantes políticos em sua maioria, já se cansaram com essas pequenas (pequenas?) imoralidades que autoridades como o Sr. Torquato alardeiam. O Brasil está cansado de demagogos e "senhores feudais".

*se existirem direitos autorais sobre essa imagem, por favor me avisem. Não tenho problema algum em removê-la.





O (DES)ACULTURAMENTO DE UM POVO

Parodiando uma frase boba, de efeito por aí... "queria experimentar ficar frustrado UMA VEZ na vida, porque todos os dias está difíc...