DR. ABDELMASSIH, DR. MÁRCIO, DR. GILMAR... e outros doutores...

Coroando as rotinas dessa quarta, 23 de dezembro, leio a notícia de que o STF (leia-se Dr. Gilmar Mendes), concedeu habeas corpus ao Dr. Roger Abdelmassih, penso que para que ele passe o Natal com a família. As razões do ilustre magistrado ao conceder a benesse (no caso é pura benesse) constam da íntegra da sentença, disponível on line.

Bem, bem, bem... alguém aí duvidava que o Dr. Márcio Thomaz Bastos, um dos mais eminentes defensores de criminosos dessa nossa terra, conseguiria alguma vantangenzinha para o Dr. Roger?

Errei feio, ao pretender que a Justiça fosse vindicar o ultrage de dezenas de mulheres queixosas, materializado em 56 autos. Essa Justiça brasileira protege mesmo os ricos e poderosos, ou quem possa pagar ao Dr. Márcio e seus êmulos.

Sim, porque a prisão do Dr. Roger acontecera não por despautério da autoridade, mas pelo receio de que o ilustre discípulo de Hipócrates (hipócrita?), valendo-se de sua dupla cidadania, se escafedesse do território nacional, se livrando assim do enfrentamento da lei (é o que soube).

Mas o magnânimo Dr. Gilmar, bem ao seu estilo "despojado" (ele não gosta de sensacionalismo...) e claro (a decisão ocorrera à noite, para maior publicidade, decerto), vai e concede ao indiciado o benefício em tela.

Adivinhem o que vem na sequência? O homem não vai fugir não, meus senhores! O processo vai ser arquivado, ou sofrer pedidos seguidos de vistas, até que a sociedade esqueça desse cavalheiro de idade avançada, que usava abusar das esposas de cidadãos de menos condição financeira, e possivelmente mais sérios.

Alguém pode estar ponderando que o Dr. culpara uma certa droga de provocar alucinações em suas pacientes. Mas 56 vezes? Que droga do capeta é essa? E além disso, porque não se fala de algo parecido, só prá se dizer que acontece em outros consultórios pelo Brasil e pelo mundo?

Ora, ora, ora... BRASIL, não esqueça! Temos Lei, mas temos também o Judiciário. Agora, quem vence... aí é outra história.

Comentários

  1. Olá, parabéns pela brilhante matéria, eu como vitima fico com vergonha de tê-lo denunciado, porque pelo andar da carruagem quem vai se sair bem dessa é ele e nós as mentirosas.
    Quanto as drogas eu fui uma das vitimas que não a usei até porque meu problema foi cólica renal na década de 1970 ainda menor de idade.
    Então peço aos doutores que inventem outra...

    FELIZ ANO NOVO, parabéns pela coragem de botar a boca o trombone em nossa defesa.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

ERROU DE NOVO, SR. MICHEL SAAD NETO!

ESCOLAS DE DELINQUENTES

DE MARCHINHAS DE CARNAVAL...