PENÚLTIMAS DO FRONT BRASILIENSE

E o Ilmo. Sr. governador do DF pulou o carnaval na "grade", como o vulgo às vezes diz...

Estão ufanistas, os órgãos da Justiça, na impressão de que o STJ referendou a vontade popular de que justiça (afinal!) seja feita. Ficou mesmo uma impressão boa, de que nossas instituições funcionam, e que quem passa a mão no Erário (de uma forma ou de outra) será punido.

Bem, bem, bem... a OAB (talvez açodadamente) solicita o bloqueio de bens dos envolvidos, até que as coisas se esclareçam. E entra em cena o juiz Dr. Pablo Zuniga, mandando arquivar o petitório, sob a argumentação de que a OAB não é parte na defesa da coisa pública do DF. Decide na forma da lei, e pronto.

Certo está que a lei é para ser cumprida, todavia...

..."maxima venia", Exmo. Dr. Zuniga, o R. despacho me cheira mais como um "não me comprometa" do que puramente a defesa da Lei. O Exmo. Dr. acaba de passar dar um tabefe em algumas caras sérias (que as há, no Judiciário brasileiro). Já ficou famoso. Tomara que esse zelo extremado pela forma da Lei não a esvazie de finalidades mais elevadas, reservando a intransigência da letra para os pobres, negros, desafortunados, e buscando o favor de dita letra para piratas travestidos de políticos, que solapam nossa terra TODOS OS DIAS.

Brasil, continuo te amando, mesmo com as idiossincrasias de teus poderes.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DE MARCHINHAS DE CARNAVAL...

ERROU DE NOVO, SR. MICHEL SAAD NETO!

CURA GAY E OUTRAS IMBECILIDADES EMPURRADAS PELA MÍDIA