sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

TADINHO... NÃO FOI OUVIDO...

PARABÉNS AO SUPREMO, por manter a restrição de liberdade ao gov. licenciado do DF, Sr. Arruda. Eu quero ver as coisas progredirem, e sentenças serem prolatadas, mas essa firmeza do órgão judicial dá uma brisa de esperança a nossa terra, de que enfim Justiça seja aplicada.

REPITO - parabéns, Dr. Marco Aurélio Mello. Preciso recomendar cuidado com o Dr. Nélio Machado, que vai partir com tudo prá cima do Supremo... mas... enquanto isso... HURRA!!!!!

De passagem... o Sr. Arruda dissera que não foi ouvido... Bem, bem, bem... nós (o Brasil inteiro) o ouvimos dizer que era tudo armação. Nós VIMOS ele pegando grana (salário de governador é pago em espécie?). Ouvimos também quando ele, da tribuna, pediu perdão emocionado (até as lágrimas)... Perdão pelo que? Porque é inocente?

Cabe ao Judiciário resolver esse imbróglio. Estamos todos esperando. Li em algum lugar que se o procedimento contra o Sr. Arruda for avante, vai ser um autêntico "efeito dominó" de processos semelhantes. QUE SEJA. O povo brasileiro está farto de ser enganado, e a pilantragem ser acariciada e oculta por algum poder superior. CHEGA!

Dr. Nélio, dinheiro nenhum paga a defesa de quem empobrece uma nação, seja em alguns reais, sejam cifras de milhões... Pense nisso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A VERGONHA DE PESSOAS SEM VERGONHA - QUEM TEM?

Dizer o que? O STF é incansável, em seu afã desesperado para proteger os "colarinhos brancos" que por lá aparecem. Enquanto...