quarta-feira, 31 de março de 2010

BBB - BURRICE, BESTEIROL, BANALIDADES

Finda-se mais uma edição do programa do título, veiculado por conhecida rede televisiva, em repeteco internacional de programa inventado na Holanda, até onde sei.

Desnecessário dizer do prejuízo cultural tremendo em observarmos - qual num ambiente de laboratório (e é mesmo!) - as idiossincrasias, preferências sexuais, pirraças, maus modos de um grupo que nem de longe representa a sociedade brasileira.

Penso não ser necessário igualmente mencionar o lucro fabuloso dos envolvidos no negócio - ora, ora, ora, irmãos! Cada uma daquelas ligaçõezinhas telefônicas e/ou SMS gera fluxo de caixa para a rede televisiva, seus patrocinadores... então, acaba que R$ 1.500.000,00 é uma pequena fortuna que sai de nossos próprios bolsos (não do meu!) ao suportar a curiosidade popular.

Mas... sabem? O que realmente me entristece é o prejuízo ENORME que estão tendo as novas gerações, com programações desse teor, dia após dia, ano após ano. Meninas recém saídas das bonecas, que veem exemplo na atitudes bizarras de moçoilas que tudo o que querem é aparecer, não importa se a sensualidade é barata e/ou ridícula.

Rapazolas que ao se mirarem no BBB da hora, ou se deparam com sujeitos turrões e grosseiros (não me obriguem a dizer nomes!) ou com sujeitos homossexuais cuja conduta, longe de nivelá-los com os outros mortais, parece que clama por uma distinção que acaba discriminando eles mesmos...

Brasil, eu me entristeço pelos exemplos modernos que tens, de políticos corruptos, de empresários sonegadores e oportunistas, de artistas baratos (muitos deles) e que não tem nenhum talento, a não ser caras, manias e traseiros...

terça-feira, 30 de março de 2010

TAL PAI... TAL FILHO...

O Sr. Fernando Sarney, filho de uma figura famosa nos escalões do poder em Brasília, vem a público (através de um jornal do Maranhão - claro!) para lamentar que esteja sendo vítima do que considera um linchamento político. Sofredor, o moço.

Uma pessoa seríissima, que inclusive tem uma conta (?????) num banco na Suíca, com um singelo saldo em torno de US$ 13,000.000.00. Não é prá chorar? Tem gente perseguindo o pobre coitado, porque ele é uma pessoa normal!!!!!

Verdade é que o pai dele costuma reclamar de campanhas contra si, se enerva e começa a vociferar que ele é brasileiro, patriota, etc e tal...

Com a palavra o Maranhào, de onde saiu essa estirpe de homens sérios, honestos (eu disse fisiologistas?), de reputação "ilibada". Claro, não precisamos considerar a reclamação de um bando de matutos do interior (leia-se Imperatriz, no Maranhão). Esse pessoal não sabe como é difícil e complicado governar um país, lidar com os interesses mais importantes (ops... eu disse interesses de deputados e senadores?).

Sr. Fernando Sarney, faz-me rir o reclamatório. Ao invés de reclamar, poderia muito bem abrir o verbo, em relação à operação Faktor, da PF, pela qual foi indiciado. SEJA HOMEM!

DEPUTADO WLADIMIR, NÃO TEMOS MAIS O QUE FAZER?

Acordo nessa ante-ante-véspera de Páscoa com a notícia de projeto de lei do ilustre deputado Wladimir Costa (PMDB-PA), que pretende punir com multa alentada quem se exceder no uso de programas de edição de imagem (estilo Photoshop) !?!?!?!?!?!?!?!?!

Verdade é que tem gente que exagera, e lá fora, na França e Inglaterra há iniciativas semelhantes sendo acalentadas. Mas, pelamordedeus, Sr. parlamentar!!!!

Primeiramente que esse negócio de redesenhar corpos é algo inerente à vaidade humana, e depende mais do freguês que de quem compra o material. Assim, penso que isso terá o mesmo efeito que tentar refrescar a água da praia, com pedrinhas de gelo.

Depois, Sr. deputado, preciso lembrar que o ilustre parlamentar não é pago pelo dinheiro público (e bem pago, por sinal), para ficar por aí inspecionando peitos e bundas alheios, desenhados ou não. O Sr. tem assuntos MUITO MAIS IMPORTANTES a tratar!!! Ou vai mesmo imitar outros pares nortistas/nordestinos (sem demérito aos sérios que ainda existem), brincando de legislar?

É por isso que continuo batendo na tecla - renovação do Congresso já!

segunda-feira, 29 de março de 2010

D. DILMA E SUAS CHORADEIRAS

Os noticiários hoje dão nota de que a pré-candidata à presidência, Sra. Dilma Roussef, teria tecido comparações entre o governo precedente (tucano) e o ora em curso (petista). D. Dilma dissera que aquele governo era o governo do "não".



Não que me encantem as ressalvas de ambos os lados, eu quero é que eles de defendam! Mas por uma questão de imparcialidade, resolvi conferir o que foi "sim" do governo em ocaso, em contraponto propalado governo do 'não".



SIM - tivemos infinitas alternativas de acertos fisiológicos no Congresso Nacional (afinal, aqueles pobres coitados precisam viver!);

SIM - tivemos gente ficando rica da noite para o dia, como um tal de Sr. Zeca Dirceu, e também um outro senhor, assim chamado Fábio Luiz, de sobrenome "Lula da Silva";

SIM - tivemos muitas viagens de figurões, a título gratuito, em aviões da nossa dilapidada FAB;

SIM - tivemos uma ampliação (visual, comprovável, pelo menos) da base de acordos em licitações absurda.

SIM - tivemos crescimento geométrico de uma excrecência social denominada MST, com seus feitos de apelo anárquico, como se precisássemos mais disso, no Brasil!

SIM - continuaram desmatando a Amazonia...

Eu espero que o pessoal petista esteja satisfeito com o placar de "SIMs". Porque os "não" são igualmente marcantes:



NÃO - cumpriram o prometido nos PAC liberados na fase 1.

NÃO - se eliminou ou diminuiu a corrupção endêmica que assola o país.

NÃO - se resolveu satisfatoriamente a questão indígena - alocação, preservação cultural...

NÃO - aconteceu a Reforma Tributária, nessa terra de impostos e taxas escorchantes.

NÃO - se corrigiram os demandos na Previdência Social.

Governar sempre foi um desafio, e especialmente o Brasil desenvolvimentista que temos o é. Alguma coisa foi feita sim, assim como o governo tucano do Sr. Fernando Henrique fizera algo sim. O que precisamos é de um arejamento na atmosfera de pocilga que se sente na Esplanada do Planalto.

terça-feira, 23 de março de 2010

BELO MONTE E OUTRAS SACANAGENS

Já há algum tempo soa uma grita contra a edificação da represa de Belo Monte, lá no Xingú.

Defensores da obra soam a cantilena megalomaníaca de que será a terceira maior usina do mundo (quem se importa?), e que vai eliminar déficit de energia nacional, etc e tal.

Bem, bem, bem... alguém aí já teve o desplante de conferir as alternativas para suprimento dessa energia que nos falta? Vocês se admirariam ao saber do leque de soluções que manteriam intactos 500 Km2 de terra brasileira, indígena (é, os índios serão desalojados, não sabiam? Quem se importa com aqueles pobres brasileiros nativos?) ou não.

E, no meio do imbróglio, se encontram as mesmas moscas varejeiras que costumam circular os montes de bosta nacional - Camargo Correa, Andrade Gutierrez, Odebrecht... Imaginem se não há pressão prá usina sair! Pressão inclusive que faz gente trabalhadora se demitir (Leozildo Tabajara, Sebastião Custódio...).

Naturalmente (não estou afirmando, estou imaginando) há um propinoduto em franca atividade, agora mesmo. Porque? Porque políticos precisam conceder o "pedágio" prá tamanho crime ambiental, tamanho saque humanista, tamanha falta de respeito com as coisas nacionais!

De passagem... há reclamações contra essa barragem por TODO O MUNDO, não é só de um grupinho simplório de indígenas, como os leitores poderiam pensar. Pessoal, a última coisa que precisamos hoje em dia é terra fértil e arborizada coberta por água! Como se não bastasse a fúria desmatadora das madeireiras ilegais - de cujos atos nossos políticos tão deslavadamente desviam os olhos (porque decisões sobre aqueles crimes PRECISAM ser tomadas, caciques precisam ir prá cadeia...).

Precisamos parar com essas loucuras que desperdiçam nosso território (Itaipú, com toda a sua majestade e/ou operacionalidade foi uma delas). Precisamos de decisões inteligentes MESMO.

LEIS E A LEI

Hoje grande parte do povo brasileiro está voltada para o julgamento daquele casal infelicíssimo, que é acusado de provocar a morte da própria filha/enteada.

Dado o horror que aparentemente acontecera, há uma comoção imensa em torno de tudo relacionado. Mas o que realmente a sociedade brasileira - especialmente os segmentos menos aculturados - quer se assegurar é que a Justiça seja feita. Trocando em miúdos, está todo mundo querendo saber o que vai acontecer. Nem é sede de sangue, exatamente, mas simplesmente ver como a Justiça (o aparato da Lei) vai se comportar.

Estamos já tão cansados de ver traficantes beneficiados (??????) com penas brandas, etc e tal, senhores de conta opulenta responderem em liberdade por delitos pesados (vide o Dr. Roger!), políticos sem caráter sendo amparados por imunidades ridículas (quem não deve não precisa de imunidade!), que todos estão meio cismados de que a "venda" tem sido removida dos olhos da justiça, aqui e acolá. Processos mal instruídos, juízes que não querem se comprometer, penitenciárias/prisões onde QUASE TUDO entra (desde drogas e armas até celulares e eletrodomésticos)...

Alguém pode obstar que o Judiciário brasileiro lida com excesso de processos, etc e tal... Eu posso imaginar o que isso significa, mas não justifica que decisões realmente saneadoras sejam tomadas "ex nunc"!!!!

Claro está que no caso em tela (o julgamento dos "Nardoni") a Justiça será feita. Não tenho dúvidas. Mas pretendi somente explicar a ansiedade coletiva, nada mais.

Brasil, eu sonho com uma pátria onde haja mais justiça.

segunda-feira, 15 de março de 2010

SUCO DE LARANJA, LUCROS E PERDAS

E abrimos essa manhã com a notícia de que o Sr. Dino Toffini abriu a boca para denunciar um "cartel do suco de laranja". Que teria a inteligência do Sr. José Luiz Cutrale, por trás...

Quem imagina que isso não existisse? É só a gente andar por aí, e observar laranjais abandonados, ou saber dos erradicados, para ter ciência de que produtores FORAM empurrados prá fora da atividade, pelo simples fato de que o cartel os excluíra da lista de fornecedores, ou lhes empurrara goela abaixo preço aquém do necessário para prosseguir. Uma COMMODITY, e os caras asfixiam os produtores!!! Benza Deus tamanha jumentice!

Já pensaram em quanta terra e plantas boas foram para o vinagre por causa dessas manobras? Acontece que nosso suco de laranja tem mercado garantido no exterior, especialmente nos Estados Unidos, onde a demanda é muito maior do que a oferta (já morei lá, sei do que estou falando).

Enquanto isso, aqueles senhores corruptos e fisiologistas já devem ter passado por cima disso, e recebido um prudente 'cala boca', não é mesmo? Vergonha...

Produtores de laranja do Brasil, vamos mudar essa realidade?

quinta-feira, 11 de março de 2010

ATOS SECRETOS = PILANTRAGENS ACEITAS

Deparo com essa notícia desestimuladora. Os procedimentos relacionados à apuração dos faladíssimos "atos secretos" do Senado foram concluídos. Restou tão somente uma representação do deputado Heráclito Fortes, para que o MP apure a respeito.

Como eu já dissera em outra matéria, todos são iguais perante a lei, "alguns mais, outros menos".

Então, criminosos de colarinho branco recebem uma advertênciazinha, ou uma breve suspensão, e pronto. Resolveu-se o problema!

Não, senhores. Isso é desonestidade, levada a expressão destacada. Porque muitos dos atos secretos (porque seriam secretos?) resultaram em prejuízo ao Erário, ou indiretamente, de alguma forma, prejuízo a nossa sofrida gente brasileira. Ademais, os atos ditos secretos com toda a certeza eram conhecidos de seus signatários, logo ELES é que são os responsáveis.

Não é responsável a/o secretária/o que envia o documento para a editora, nem o responsável pela editora o é. Não. Quem TEM QUE RESPONDER POR ISSO é quem assinou ditos documentos, ou melhor, os que assinaram, que continuam se pavoneando, em seus ternos pagos por nós, na tribuna congressional.

Brasil, continuo lamentando tuas dores.

O IMPERADOR E OS PALHAÇOS...

Hoje eu preciso comentar algo fora da política (não esqueci de vocês, OK, rapazes de Brasília? Só estou dando uma folga...).

Muita gente tem comentado os altos e baixos do jogador Adriano, apelidado de "Imperador" (não sei que infeliz idéia foi essa...), e cogitando se ele não deveria ser convocado prá Seleção, etc e tal...

Minha gente, todos nós temos em maior ou menor grau, situações de drama que conduzimos de nossas famílias, de nós mesmos, etc e tal. A diferença entre a maioria dos mortais e o Sr. Adriano é o salário encorpado que aquele senhor recebe, por onde tem passado ultimamente, que o ajuda a mitigar as tristezas dessa vida.

MAS... vejam só... se supõe que o moço, contratado a bom preço pelo Flamengo (como o fora por outros clubes por onde passou) vá desempenhar suas funções, e JOGAR futebol. Que suas idiossincrasias sejam amenizadas nos dias de folga, mas ele não pode ficar se ausentando sem aviso, sumindo por aí afora, e depois retornar com carinha de arrependido, ou algo parecido.

A mim passou a imagem de um excelente jogador que é um PÉSSIMO profissional. Uma pessoa que desaprendeu a respeitar hierarquia, a ignorar ordens, e que imagina que o mundo gira ao seu redor.

Se a torcida do Flamengo o aceita assim, tudo bem. Mas o Dunga NÃO PODE convocá-lo. Os convocados para a Seleção passam exemplo pelo menos mínimo a ser seguido por nossos garotos. E o Sr. Adriano não passa bom exemplo. Porque a maioria dos imbróglios em que esteve envolvido mostraram é molecagem, nada mais, nada menos (não me venham falar de noivas, de bebida, de problemas familiares! Se for isso, que ele resolva LOGO, prá fazer aquilo que todo mundo espera dele).

Até agora ele tem feito todos os que torcem por ele e o respeitam de palhaços. Nada mais, nada menos... Não sei se alguém está gostando do jeito dele, mas acho que nem a família dele topa esses comportamentos.

Amanhã tem mais.

A VERGONHA DE PESSOAS SEM VERGONHA - QUEM TEM?

Dizer o que? O STF é incansável, em seu afã desesperado para proteger os "colarinhos brancos" que por lá aparecem. Enquanto...