segunda-feira, 29 de março de 2010

D. DILMA E SUAS CHORADEIRAS

Os noticiários hoje dão nota de que a pré-candidata à presidência, Sra. Dilma Roussef, teria tecido comparações entre o governo precedente (tucano) e o ora em curso (petista). D. Dilma dissera que aquele governo era o governo do "não".



Não que me encantem as ressalvas de ambos os lados, eu quero é que eles de defendam! Mas por uma questão de imparcialidade, resolvi conferir o que foi "sim" do governo em ocaso, em contraponto propalado governo do 'não".



SIM - tivemos infinitas alternativas de acertos fisiológicos no Congresso Nacional (afinal, aqueles pobres coitados precisam viver!);

SIM - tivemos gente ficando rica da noite para o dia, como um tal de Sr. Zeca Dirceu, e também um outro senhor, assim chamado Fábio Luiz, de sobrenome "Lula da Silva";

SIM - tivemos muitas viagens de figurões, a título gratuito, em aviões da nossa dilapidada FAB;

SIM - tivemos uma ampliação (visual, comprovável, pelo menos) da base de acordos em licitações absurda.

SIM - tivemos crescimento geométrico de uma excrecência social denominada MST, com seus feitos de apelo anárquico, como se precisássemos mais disso, no Brasil!

SIM - continuaram desmatando a Amazonia...

Eu espero que o pessoal petista esteja satisfeito com o placar de "SIMs". Porque os "não" são igualmente marcantes:



NÃO - cumpriram o prometido nos PAC liberados na fase 1.

NÃO - se eliminou ou diminuiu a corrupção endêmica que assola o país.

NÃO - se resolveu satisfatoriamente a questão indígena - alocação, preservação cultural...

NÃO - aconteceu a Reforma Tributária, nessa terra de impostos e taxas escorchantes.

NÃO - se corrigiram os demandos na Previdência Social.

Governar sempre foi um desafio, e especialmente o Brasil desenvolvimentista que temos o é. Alguma coisa foi feita sim, assim como o governo tucano do Sr. Fernando Henrique fizera algo sim. O que precisamos é de um arejamento na atmosfera de pocilga que se sente na Esplanada do Planalto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A VERGONHA DE PESSOAS SEM VERGONHA - QUEM TEM?

Dizer o que? O STF é incansável, em seu afã desesperado para proteger os "colarinhos brancos" que por lá aparecem. Enquanto...