segunda-feira, 26 de setembro de 2011

CIVILIZAÇÃO DE IRRACIONAIS

A humanidade se tornou a espécie dominante em nosso planeta dada a capacidade de adaptação, e a interação social, que permitiu a vida em comunidades, basicamente. Diriam assim os darwinianos e derivados.

Pois bem... Hobber, parodiando Aristóteles, dissera que o "homem é o lobo do homem", na medida em que costumeiramente se aprimora no exercício do mal, enquanto vão se aprimorando as instituições sociais (conceituação minha).

Chegamos à era pós-moderna, como a rotularam os "lorpas e pascácios" (como diria stanislaw Ponte Preta) de plantão. CHEGAMOS?

O que temos hoje é um processo deletério da sociedade, via desmoralização das bases sociais que mantiveram nossa humanidade nos trilhos pelos últimos 6.500 anos, aproximadamente... Nos últimos 3 decênios vimos mudanças sociais NUNCA VISTAS, e a um ritmo jamais imaginado por Hobbes, nem em seus mais sérios delírios! Nossa humanidade está se abrutalhando, estamos deixando de lado conceitos de moral que funcionaram durante milênios, em troca de meros questionamentos sobre suas derivações e/ou contrários. No âmbito familiar não temos mais a saudável relação pais/filhos, mas eventualmente, temos relações empregados/crias ou criadores/empregados, ou (cruel!) modernamente a relação computador/seres.

Algo que se nos afigura inexorável, acode-me todavia um secreto temor de que estejamos nos distanciando cada vez mais da humanidade, e nos tornando ANIMAIS IRRACIONAIS VIP. E aqui é que preciso me deter um pouco mais.

Vejo essas campanhas sem fim para maior segurança em nossas cidades, o desespero de gente roubada, assaltada, ferida, quando não temos mortos assassinados, e outros bichos... Bem, o problema é esse mesmo - a sociedade está formando BICHOS! Aí, o que nós fazemos com animais (que agem por instinto, e costumam ser violentos/mortais)? Não os encaminhamos para colonia de sua espécie ou (se realmente perigosos) nós não os sacrificamos? Então...

Porque creio, sabem... um ser humamo (que não seja soldado numa guerra!)) que mata tres vezes em episódios isolados, é alguém que já descobriu uma maneira de lidar com seus problemas. Que alguém que violenta uma criança é UMA BESTA FERA. QUE alguém que estupra uma mulher é um animal no cio, perigoso.

Bem, já que a comunidade deles "latu sensu" seria a civilização, e por isso mesmo não podemos soltá-los numa reserva... que tal partir para a segunda hipótese?

E se um traficante "DE CARREIRA", com décadas no crime, desencaminhando centenas de jovens, for sacrificado? O que o mundo vai perder?

E se um estuprador psicopata, que já atacara mais de 20 mulheres, com sucesso em sua empreita perversa... subitamente recebesse uma injeção letal? Será que o mundo não respiraria mais aliviado e mais, será que isso não serviria para remodelar mentes criminosas em formação?

Não, senhores. Não estou fazendo apologia da pena de morte. Penso apenas que gente que começa a agir mais por instinto de preservação e predação do que pelo raciocínio lógico e racional JÁ SE TORNOU NUM ANIMAL PERIGOSO, que precisa ser retirado do meio social onde está inserido, ou simplesmente eliminado, como uma serpente venenosa fora de seu habitat ou um crocodilo à solta. E notem que os animais podem ser infinitamente menos cruéis que homens embrutecidos pelo mal, hein?

Falei.

EXECUTIVO REFÉM DO LEGISLATIVO?

Segundona ensolarada, maravilhosa. E percorrendo o noticiário desta manhã, vejo referências à aproximação da nossa presidente, D. Dilma Roussef ao Congresso. E alguém mais incauto vai entender pelo texto que isso seria uma tentativa de costurar a "paz" com os congressistas, algo assim como uma reconciliação entre partes em conflito, tendo em vista o desabamento de parte do Ministério até recentemente, sob uma chuvarada de acusações e comprovações de fraudes e tráfico de influência.

Preciso confessar que não me sinto confortável com essa insinuação. Prefiro ao invés disso, imaginar que nossa presidente inteligentemente está buscando reduzir entraves técnicos para a condução do governo brasileiro.

Sim, porque há duas situações a considerar - primeiramente, a maioria dos defenestrados no rastro das fraudes OU É EGRESSO DO LEGISLATIVO, OU FORAM INDICAÇÕES DOS EXMOS. CONGRESSISTAS. Então não há que se falar em atritos - a presidente está simplesmente fazendo assepsia onde os congressistas falharam. Segundo - porque o Executivo NÃO PODE SER REFÉM DO LEGISLATIVO, sob risco (coisa óbvia) de corrupção do processo democrático, com efeitos deletérios EM TODA A ESTRUTURA.

Não, não creio que o Executivo seja refém do Legislativo. E igualmente não posso crer que aquelas cabeças encanecidas do Congresso (os chefões, coronéis, da maioria dos partidos)sejam assim tão IMORAIS, tão SAFADAS, tão CORRUPTAS, a ponto de aquela tal "segunda-feira branca" ser fruto de rebeldia em relação ao Executivo. NÃO ACREDITO NISSO.

Brasil... teus homens e mulheres públicos SEMPRE ME SURPREENDEM!!!!

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

OAB, Homofobia, Ursadas...

A OAB em sessão plenária aprovou PEC, pretendendo incluir na Constituição o combate à homofobia.

Bobagem.

Como se já não tivéssemos leis demasiado (ah, como eu sonho com a Constituição americana, com seus 7 artigos e 28 emendas!!!!). Acontece, prezados doutores da Lei (alguns me fazem rir, preciso confessar...) que SE A LEI FOR CUMPRIDA, não necessitamos de mais nada na Constituição (talvez regulamentar alguma coisa que ainda soa "letra morta", mais de 22 anos de promulgada a Carta Magna).

Não. Não precisamos incluir na Constituição tal especificidade,  que já conta com capitulação penal apropriada. Até porque estamos, na contramão do Direito, criando uma casta, uma categoria de cidadãos mais protegidos do que os outros. E agora, o que teremos, de próximas fronteiras? Um PEC para proteger os afro-descendentes? Ou um PEC para proteger os "sansei"? Talvez seja útil também um PEC para proteger os brasileiros de seus líderes corruptos e impunes! NOTAM COMO A LEI JÁ ESTÁ ESCRITA?

Não precisamos de mais corolários legais. Precisamos sim, é de gente séria (eu disse honesta?) no Legislativo e no Judiciário, que tenha maturidade para fazer cumprir a Constituição, sem apaniguados. E que tenhamos advogados que não se prestem a atitudes vis, em vista apenas o vil metal. Pretender estabilidade financeira é uma coisa, mas o que muitos advogados fazem, ao atropelo da Lei, já é brincadeira! E enquanto isso, as questões sérias do Judiciário vão sendo soterradas por recursos sem fim, protelamentos desnecessários, enxurradas de processos despidos de fundamento, só para ganhar-se tempo, etc e tal.

Claro que as minorias precisam ser protegidas, e isso inclui homosexuais, negros, índios... Para isso EXISTE A LEI. Não necessitamos de outros escribas para explicarem o que já foi exaustivamente considerado.

Pergunta cretina... quem vai proteger as populações do Nordeste dos seus políticos fisiologistas e corruptores (há exceções, preciso pontuar!)? Quem vai proteger nossas reservas florestais da sanha dos desmatadores, que agem sob o beneplácito do Estado incompetente para proteger o que é nosso! Onde vai parar a loucura das propinas?

PEC anti-homofobia... francamente, senhores... eu os julgava mais sábios e coerentes...

O deputado de Carli vai a julgamento... UFA!

Meus amigos e minhas amigas, soube através desse instrumento de informação fantástico, que o Sr. De Carli estará sendo julgado, dentro dos próximos meses, por júri popular.

Com toda a sinceridade,  eu pensei que o camarada (ops... Sua Excia.) fosse escapar. após conduzir de forma AGRESSIVA seu carro importado, pelas ruas consideravelmente seguras de Curitiba, e ao atingir um veículo compacto, sacrificara dois rapazes. Dois rapazes que talvez um dia se elegessem deputados, posição política que o Sr. de Carli alcançara, graças ao voto de pessoas que nele confiavam.

Pois bem, a um homem público, que fora brindado pela Lei com nada menos de 130 pontos na CNH, cabe mesmo servir de exemplo - seria o mínimo que nossos institutos poderiam oferecer de satisfação a nossa sociedade, que vem sendo desrespeitada por pessoas que se consideram ACIMA DA LEI.

NENHUM apenamento trará de volta a vida àqueles jovens, que com toda a certeza tinham menos teor alcoólico que S. Excia, no momento do acidente, e tampouco tinham um carro tão seguro, para escaparem ao atentado que os ceifara.

Mas já passou da hora de nossos homens públicos darem exemplo de seriedade e conduta civilizada e honesta. Ok, eu sei que a sociedade como um todo está indo "pro vinagre" (confirmando Hobbes e Aristóteles), mas não precisamos ir pro buraco tão ligeiro assim...

terça-feira, 6 de setembro de 2011

OS MARAJÁS, A JUSTIÇA, O ORÇAMENTO...

O ilustre Procurador Geral da República, Dr. Roberto Gurgel, vem a público defender a "recomposição" salarial do judiciário. E confrontado com a mensagem da presidente d. Dilma Roussef, de que reajustes da espécie poderiam obstar investimentos sociais, etc e tal, o digno Procurador pondera que com certeza nem um centavo será reduzido daquelas metas ditas sociais, e alista suas razões.

Bem, bem... tenho algum contato no judiciário, e sei da relativa defasagem que aqueles servidores experimentam. E com toda a certeza alguns BILHÕES - de reais que sejam despejados na folha de pagamento daquele pessoal - não farão mossa maior no orçamento da União do que já fazem os profissionais da corrupção desse país.

Mas AÍ É QUE MORA O PERIGO. TODO O LEGISLATIVO buscará a tal "recomposição", e aí não estamos mais falando de um punhado de bravos como o são os do Judiciário. Num efeito em cascata, teremos "n" (enes, como diria um amigo meu...) políticos reclamando que seus "parcos" subsídios precisam de tal reparo. AÍ SIM, o ORÇAMENTO FURA.

Vamos ver onde isso vai dar...

domingo, 4 de setembro de 2011

SR. RUI BARBOSA... ALGUMA COISA CONTRA O FISIOLOGISMO?

Na tranquilidade desse domingo 4 de Setembro (é, fiquei muito tempo sem postar, mas por razões válidas), me deparo com a notícia de que a Polícia Federal está começando a indenizar vítimas de seus (???) excessos.

Ok, pobres corruptos foram expostos à mídia, políticos sofredores que vivem E EXPLORAM o Erário foram detidos e vistos com algemas... coitadinhos... é uma tristeza, não é mesmo?

Agora... QUEM VAI INDENIZAR A POLÍCIA FEDERAL?  Pelo escracho público do que aquela autrarquia está fazendo - que nada mais é do que SUA FUNÇÃO - pelos sacrifícios de agentes trabalharem escondidos - quase qualificáveis como marginais - para defender nosso Estado brasileiro, dqeueles homens (e mulheres) vis, sem escrúpulos, imorais, que lotam nossas Assembléias Legislativas, nossas camaras polícitas, que até se imiscuem nas esferas ministeriais? QUEM vai pagar pelo prejuízo tremendo que a instituição denominada POLÍCIA FEDERAL está sofrendo?

Sim, porque se os homens importantes desse nosso Brasil não quisessem ser constrangidos com acusações ou ações policiais eles deveriam então proceder corretamente, não é mesmo? Se não quisessem ver suas famílias envergonhadas, deveriam PELO MENOS, agir com lisura - é o mínimo que se espera dos homens públicos!

Não, não há por que se preocupar, não é mesmo? Porque todo enriquecimento ilícito, todo tráfego de influência, toda grana escondida na cueca irá encontrar um "adevogado" que os inocente, e ainda envie a conta prá cima da PF, ou da Polícia Civil, ou alguém assim, não é mesmo? Naturalmente esses "profissionais" do Direito contam com a leniência da lei e seus órgãos, com vistas incontáveis aos autos, com recursos infindáveis... ah!!! E em último caso ainda tem a Corte Internacional!!! Ou não?

Enquanto isso, os Rodrigos e Clébers e Marcelos e Janaínas e Cássias e Vivianes (e outros nomeados) da vida, estão se perdendo nos becos das favelas, sendo entregues todo dia a traficantes, a cafetões sem escrúpulos, e isso só acontece porque nossa Justiça está ocupada julgando recursos de políticos/empresários "injustiçados" pela PF... porque nossos órgãos de segurança pública estão com problemas de fisiologismo, porque nossos orçamentos estão apertados demais para permitirem melhorias no nosso aparato de segurança pública... e os criminosos classe "B" estão perdendo importância para os criminosos classe "A" (os politicamente intocáveis, os ultra sensíveis, que não suportam expor um par de algemas...)

Será que Rui Barbosa teria algo a dizer sobre nossos homens públicos e seu direito a indenização contra a PF? "De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto."

DEIXEM A PF TRABALHAR! ALGUÉM ESTÁ ABRINDO A FOSSA. OU NÃO QUEREMOS MESMO LIMPAR A "M" EM QUE NOSSA POLÍTICA CHAFURDA?

P.S. - Não estou isentando totalmente a PF de culpa por excessos aqui e ali, mas com toda a certeza estamos caçando as bruxas erradas.

QUANDO A INTELIGÊNCIA ENCONTRA A ALIENAÇÃO

Com muito prazer republico um texto profundíssimo, que pode divertir, e vai trazer muita luz, sobre o momento político que vivemos. É ...