quinta-feira, 27 de outubro de 2011

JOGADORES DE FUTEBOL NA ABL... SINAL DOS TEMPOS...

Se lembram daquela piada antiga? Um homem exaltado entra num ônibus (circular, como dizem em alguns rincões do Brasil) e grita, do nada: "AQUI DENTRO SÓ TEM VADIA E JOGADOR DE FUTEBOL!!!"

Se levanta um rapaz fortão e diz:  "Pera, moço, minha mãe tá aqui!!!!" Ao que o exaltado responde, sem pestanejar:  "Olha... ela tá batendo um bolão!!!"

Meus amigos e minhas amigas, que diabo é isso de dar medalha da ABL para jogador de futebol, pelo "inestimáveis trabalhos prestados em prol da cultura"?

Me digam, companheiros... eu estou ficando gagá, ou são os detentores daquelas cadeiras vetustas?

Jogador de futebol, se algo fizera pelo Brasil, foi aí até à década de 90, quando tinha gente que usava o dinheiro do seu bolso para abrir obras assistenciais, etc e tal...

Hoje em dia o que temos - em termos de jogador de futebol - de maneira quase geral, é um bando de enfatuados, ganhando rios de dinheiro de patrocinadores sem escrúpulos, falando besteiras em suas entrevistas, ao vivo, via twitter, ou via blog, desaculturados, desrespeitosos da lei (já notaram como tem jogador de futebol dando exemplo de excesso de velocidade?).

A pergunta que se recusa a calar é: o que os acadêmicos da ABL (Academia Brasileira de Letras, para os menos antenados) têm visto em jogadores de futebol, políticos e outros ignóbeis, para condecorá-los? Daqui a pouco vão começar a eleger senadores para as cadeiras!!!!!!kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Brasil, tuas pessoas públicas me envergonham.

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

SHOW DE GOVERNO À VISTA...

Gentemmmmm... pode ser que eu queime a língua, mas o governo da presidente (prefiro assim, da forma acadêmica) Dilma Roussef lavra mais um tento fantástico, no agrado da nossa gente.

Suspender todos os repasses a ONGs por 30 dias!!! NOSSO SONHO!!!

Sim, meus amigos e amigas, porque eu arrolaria entre as ONGs sérias algo assim em torno de 8% dos organismos da espécie, atualmente em ação, no Brasil. O restante é uma lista quase infindável de mamatas e fisiologismos, para ser ameno na rotulação. Um erro estratégico de quem autorizara tais estruturas. Além do que - me corrijam se eu estiver errado - o nome da malandragem diz "Não governamental". PORQUE O GOVERNO TERIA QUE SE METER, PARTICULARMENTE NO TOCANTE A DINHEIRO, NESSES ESQUEMAS?

Querem fazer ação social? Arrecadem no meio da dita sociedade. No meu tempo de criança, usar o dinheiro de outrem para aparecer era qualificado como "barretada como  ochapéu alheio".

Presidente Dilma, POR FAVOR, SUSPENDA A MAMATA INDEFINIDAMENTE. E que as ONGs eventualmente sérias apresentem relatórios de atividade, para onde o dinheiro tem ido, e projetos bem detalhados de ação para o futuro, e sejam assim excluídas da suspensão!

O Brasil, que paga impostos altíssimos há muito tempo, agradece!

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

E AÍ, SR "A"?

Acabo de conhecer, através desse fantástico meio de comunicação, que um skinhead se envolvera num incidente com um rapaz negro e suas duas amigas brancas.

É em todos os sentidos deplorável e reprovável tal comportamento, que tem se inserido em cabeças jovens... parece uma maldição, não é mesmo? Justamente quem deveria ter mente arejada, porque tem o testemunho da história, é quem retorna à rotina dos monstros... enfim... talvez Freud explicasse...

O que causa espanto e indignação nesse escriba é a maneira desabrida com que o Sr. A decide descarregar suas ideologias - no meio de uma multidão, numa estação do metrô, e com cameras registrando!!!!!! Vale dizer - não tem respeito por ninguém!!!! Nem nada! Prá quem você quer mostrar que é forte? Prá aparecer no jornal das 8?

Então...

Tenho certeza absoluta de que seus pais e/ou avós, que souberam mais de perto das atrocidades dos "ídolos" do Sr. Alcebíades (juventude hitlerista, KKK, etc e tal..) não coadunam com ele das mesmas idéias.

Conselho... jovem... vá combater quem estraga a sociedade! Não precisa combater cor de pele, nem condição social, nem raça. CONSTRUA, Sr. A!

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

MAIS RECENTE FENOMENO SOCIAL - ADULTOS IMATUROS

Há uns quatro dias este escriba conduzia seu carro, numa rotatória cuja sinalização foi refeita recentemente, e eis que de repente, um jovem, aí pelos 22 anos, guiando uma Hilux branca reluzente, vem na contramão!

Sinalizei desesperadamente o sentido correto da pista, mas o "Mad Max" não se incomodou, ao contrário, ao passar por mim, soltou um sonoro "vai tomar no C_!". Um adulto recém saído dos cueiros, me cuspindo impropérios!!!!

A velocidade surpreendente com que nossa sociedade tem evoluído(?), ao longo das últimas 5 décadas, juntamente com novidades relacionais e liberação de costumes, tem trazido também um subproduto horroroso, disfarçado de modernidade. Me refiro às novas gerações que, em nome de liberdade e atualização de costumes, adota paulatinamente a política do "tudo é permitido". Então vemos adolescentes quase adultos espancando professores (transformados hoje em dia em escória social, pelo que vejo), pessoas mal vestidas frequentando locais refinados e mostrando seu figurino como se fosse o máximo, menininhas "ficando" a torto e a direito, sem considerar a perda afetiva envolvida, travestidas de "objeto", o prazer pelo prazer, pura e simplesmente... abortos se multiplicando... e por aí vai...

Imaginem... se a pessoa xingada naquela rotatória fosse um criminoso, estivesse armada e acabasse de sair de uma reunião com sua gangue, possivelmente aquele moço afoito estaria a essa hora morto! Observam a loucura do comportamento dele? Ele não me conhecia!

Meus irmãos... cuidem de seus filhos, deem a eles a medida correta de amor, compreensão e DISCIPLINA. Ou vocês podem chorar amargamente num futuro próximo.

terça-feira, 11 de outubro de 2011

ERROU DE NOVO, SR. MICHEL SAAD NETO!

Já objeto de razoável publicidade o acidente em que se envolveu o empresário Sr. Michel Saad Neto, do que resultara um carro com perda total e sua motorista com costela quebrada e outras injúrias, isso após uma raspadinha discreta em outro veículo. Graças a Deus, ninguém morreu dessa vez.

A coisa engraçada fica por conta de duas frases que o Sr. Saad teve a infelicidade de proferir, pelo que li num outro blog... Seguem as pérolas:
- "...eu fui embora porque vi que quase nada tinha acontecido."
- "... só porque eu tenho um Porsche."

QUASE NADA? Um carro derretido num poste, uma mulher com ossos quebrados, e isso é QUASE NADA? Que genio é esse? Como será que ele fizera essa avaliação? Num átimo de segundo, aquele olhar isento (e, pelo que parece, lavado em etanol) olha pelo retrovisor, e ao conferir a imagem que se vai apequenando, conclui que não foi QUASE NADA!!!!

UM PORSCHE? Qual é seu problema, Sr. Saad? Só porque tem um carro importado (que já começou a virar "carne de vaca" por aqui, porque mais brasileiros têm podido adquirir tal "jóia") se sai com uma pérola dessas?

Não, Sr. Saad. Duas vezes não.

O Sr. é um IRRESPONSÁVEL, e eu suspeito que o seja igualmente em outras áreas, porque quando esse mal acomete um cidadão, o faz com abrangência personal. Cometer um acidente ou se envolver nele e fugir é coisa de adolescente, filhinho de papai e outros irresponsáveis. Pelo bem do nome importante que carrega, deveria PELO MENOS ter dado atenção à "C-----" que cometera. Isso sim mostraria o quanto o Sr. seria sério, responsável e cidadão.

O Sr. é também alguém ARROGANTE, FÚTIL, IGNORANTE, OSTENTADOR. Quem o autorizara a ser garoto propaganda da Porsche? Só para seu governo, Sr. Saad, há centenas de outros possuidores de Porsche no Brasil, que permanecem à margem das notas policiais, que desfrutam de seus carros, ao invés de usá-los como se fossem armas. Não se interessam em parecer um novo "Mad Max".

É gente como você, Sr. Saad, que faz outros pobres mortais se revoltarem contra quem afortunadamente tem um pouco mais de conforto material. Se gente como o Sr. se comportasse, seriam aplaudidos e possivelmente imitados.

Com a palavra agora a Justiça.  Quero ver como vão julgar esse playboy com rótulo de gente séria!

QUANDO A INTELIGÊNCIA ENCONTRA A ALIENAÇÃO

Com muito prazer republico um texto profundíssimo, que pode divertir, e vai trazer muita luz, sobre o momento político que vivemos. É ...