sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

TCHE TCHE RE RE E OUTRAS COISINHAS ESTÚPIDAS...

Francamente, estou perdendo as esperanças de que nossa gente, nossas futuras gerações venham a esboçar vida inteligente.

Irmãos, vamos falar sério... coisas esquisitas como o que está no título da crônica pode mesmo ser considerado produção artística? Me faz lembrar aquele "artista" que enlatara suas próprias fezes, e colocara o "produto" à venda, sob o singelo título de "Merda de Artista"! (consultem a Wikipedia, essa "sumidade" já falecida era de origem italiana - atenção, artistas, estupidez pode matar!!! rsrsrsr).

Meus queridos, nossa humanidade está perdendo referências. Ao invés de música o que vale é anti-música, ao invés de pintura são umas coisas desconexas, em lugar de motoristas temos assassinos, por motociclistas temos irresponsáveis (que morrem às pencas...) ao invés de políticos temos facinoras (ops...bem, escapou, mas alguns são sim...).

Estou pasmando, cada dia mais, com a leniência de nossas classes mais favorecidas, ante essa epidemia de estupidez e e nihilismo que assalta o Brasil - e o mundo, por extensão.

Brasil, ah, Brasil, que segue se arrebentando, ao ritmo de "tche the re re"... ainda te amo!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUANDO A INTELIGÊNCIA ENCONTRA A ALIENAÇÃO

Com muito prazer republico um texto profundíssimo, que pode divertir, e vai trazer muita luz, sobre o momento político que vivemos. É ...