sábado, 24 de março de 2012

O BRASIL ENTRISTECIDO

Um de nossos ícones descansou. Francisco Anysio de Oliveira Paula Filho, ou simplesmente Chico Anysio, como todos o conheciam, deixou sua imensa platéia entristecida, ao falecer ontem. Tinha somente 80 anos.

Comediante de criatividade incansável, se conta em perto de 200 o número de personagens que o velho Chico trouxe à vida, para alegria geral, e vivência de situações do cotidiano brasileiro. E lá se encontram a velha senhora, o político fisiologista (de onde ele tirou essa idéia, gente!!!!), o professor sofredor, com sua classe apedeuta... e por aí vai.

Não que fiquemos à míngua de comediantes, longe disso. Gente para nos fazer rir aparecem às dezenas (sem contar, naturalmente, os integrantes de nosso Congresso Nacional, que têm feito concorrência feroz...). Mas nosso humor nacional perdeu um pouco de qualidade.

Certo é que temos um punhado de novos palhaços, alegrando nossa gente sofrida. Mas não é a mesma coisa, se é que me entendem. Os personagens de Chico Anysio se identificavam com pessoas que conhecemos no trabalho na família, na igreja, enfim... tão próximos,

Da velha guarda temos o Renato Aragão, Nóbrega,  Agildo Ribeiro, Jô Soares (pra quem não conheceu esse lado do gordinho, ele é tão bom comediante quanto entrevistador...)... Sumiram na poeira das estrelas Renato Corte Real, Mussum, Zacarias, Bussunda... e agora se vai o mestre de muitos deles, o velho Chico.

Eu sinto a sua partida. O Brasil está triste, com certeza.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUANDO A INTELIGÊNCIA ENCONTRA A ALIENAÇÃO

Com muito prazer republico um texto profundíssimo, que pode divertir, e vai trazer muita luz, sobre o momento político que vivemos. É ...