BARULHO DE CACHOEIRA

Mas então fico sabendo que o empresário do ramo de "entretenimento" Carlinhos Cachoeira teria manifestado uma certa satisfação, ao saber da lista de integrantes da CPI que deve investigar alguns fatos relacionados àquele senhor, reputados irregulares, digamos assim.

Com a palavra a Justiça.

Numa nação em que é costumeiro pessoas poderosas e políticos corruptos enxovalharem a atividade do Judiciário, e onde até representantes da Lei se deixam macular (como o Dr. Nicolau, de infausta memória), se faz necessário um "choque de ordem", por assim dizer. A democracia, por mais liberal que seja o pensamento, não pode sofrer assim tanto com a liberdade criminosa com que as instituições são afrontadas. Não tão costumeiramente, não tão acintosamente.

A Polícia Federal cumpriu com sua obrigação. Ao investigar ilícitos que pertencem à sua esfera (jogos de azar e sua ilegalidade SÃO da esfera federal, juntamente com tráfico, sequestro e alguns outros rotulados - para quem não sabe disso). Acontece que nossa brava PF mirou numa codorna e acertou um gavião. Suspeita-se de que seja na verdade uma revoada de gaviões.

Mas o certo é que a PF não estava procurando o gavião - ele só foi encontrado porque estava no lugar errado, na hora errada, e provavelmente fazendo a coisa errada. Por isso foi apanhado pela rede da Lei. Destarte, a grita desesperada do Dr. Antonio Carlos de Almeida Castro, advogado do "gavião" de que se comenta, não terá eco aos ouvidos do Judiciário, a menos que aconteça alguma canetada ensandecida, no afã de proteger cabeças comprometidas.

O certo é que a nação encontra-se numa encruzilhada, ao longo dos últimos dois anos - ou enfrentamos a corrupção endêmica que temos sofrido ao longo das últimas décadas, ou nos calamos para o resto da duração dessa geração, porque aí então não teremos mais justificativa de ter Justiça no Brasil, e o apanágio de corruptos e corruptores já terá feito "coisa julgada" (os juristas sabem do que estou falando) e não haverá retorno, então.

Não estou posando de profeta do caos. Acontece que estou simplesmente considerando o óbvio que tem cercado a sociedade brasileira já há muito tempo, onde quem tem poder para fazer mudanças não sabe que precisa lutar por elas, e quem deve implementar as mudanças não o faz simplesmente porque lhe interessa o "status quo".

Mas que eu amo essa nação, eu amo!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ESCOLAS DE DELINQUENTES

ERROU DE NOVO, SR. MICHEL SAAD NETO!

DE MARCHINHAS DE CARNAVAL...