PARA ONDE VAI NOSSO DINHEIRO II

Prometera uma sequência de cronicas, mas tive alguns desafios insuspeitados com meu computador, pelo final de semana... coisas da informática... espero que entendam...

Mas vejam, confrades... estive pesquisando sobre verbas, distribuição, etc e tal, e encontrei algumas coisas interessantíssimas.

Primeiro de tudo, o governo federal especialmente, e os estados e municípios, em maior ou menor grau, encaminham generosos orçamentos. Números que certamente proporcionariam mudanças significativas no panorama de degeneração que temos.

Descobri inclusive que alguns retalhos de verba são devolvidos, por impossibilidades de aplicação - licitações fraudadas, projetos inacabados, fora das especificações... não é muito, mas isso ocorre...

Mas então, onde vão os recursos?

Imaginem um caudal monetário, qual caudaloso rio, fluindo em seu leito, e encontrando ampla rede de defluentes - quem pediu a verba naturalmente vai negociar sua "comissio"... o recebedor, além de dar a sua mordidinha, vai naturalmente repassar a alguma operadora (construtora, prestadora de serviços)...

Até esse ponto, o caudal monetário já se encontra sobremaneira exausto, e sobram alguns filetes que então chegam ao destino a que eram endereçados.

Os técnicos/profissionais que estão executando seja lá o que for recebem aquela merreca, e naturalmente não há como finalizar o que se projetara. Eles então interrompem o trabalho/obra, e postulam um reajuste. O pessoal vem, fiscaliza, conclui que com a verba existente não dá mesmo... pedidos enviados para cima, alguns em regime de urgência, e sem licitaçao, sem alarde, mais recursos são derramados no caudal, novas evasões... e o ciclo se repete...

Aos desavisados que por acaso pretenderem questionar  minhas ponderações, eu sugiro que utilizem algum tempo consultando sites como por exemplo o "transparência Brasil", e outros trabalhos conexos. Ou então tentem montar um quadro "antes e depois" de alguns personagens dessas esferas. Certamente vão se surpreender com as evoluções meteóricas de alguns patrimônios.

Onde eu e você entramos nisso? Adivinha! Já ouviu falar em eleições?

Meu Brasil... fica maduro logo, povo meu, e para de cometer criancices, na hora de escolher nossos líderes.

Amanhã eu

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ESCOLAS DE DELINQUENTES

ERROU DE NOVO, SR. MICHEL SAAD NETO!

DE MARCHINHAS DE CARNAVAL...