QUAL A FINALIDADE DA LEI?

Ainda uma vez preciso falar sobre o Sr. Demóstenes Torres. É, esse senhor de toutiço glabro que tem aparecido nas manchetes, já há alguns dias.

Fico sabendo que o homem tem um advogado astuto, apelidado Kakay, ao que consta, e que o homem pretende desconsiderar o trrabalho realizado pela Polícia Federal, ao colher gravações das conversas daquele eminente cavalheiro (o Sr. Torres) com um conhecido contraventor.

Mas agora, vamos ao que interessa. O que a PF realizou foi oculto dos órgãos do Judiciário? A PF teria vedações à realização das investigações? O Ministério Público não deveria então ter detonado o processo?

Sabem, meus irmãos, nossos políticos muitas vezes se portam de maneira muito desavergonhada. A tal da imunidade parlamentar, que sofreu ligeiro abalo com a L.C. 135/2010 (vulgo Lei da Ficha Limpa) é acobertamento perfeito para coisas tão absurdas, como isso que vemos envolvendo o Sr. Demóstenes. Com toda a certeza o digno representante do povo (não nos esqueçamos disso!) contava com o manto da leniência legal - travestida de imunidade parlamentar, para se proteger, porque sabia que mais dia, menos dia, suas ações "sociais" viriam à tona.

E agora, me vem essa figura, o Dr. Carlos de Almeida Castro, anunciar que pugnará pela desconsideração do trabalho da PF! Ora, mas se eles estavam cumprindo com o dever deles, enquanto pretensamente S. Excia. não cumpria com o seu próprio, o que acontece? Será que o caráter político dos institutos do Legislativo vai se sobrepor ao cumprimento da Lei?

Penso que o STF não vai querer se sujar por causa tão inglória - tirar o Dr. Demóstenes da frigideira. Seria imoral, seria vergonhoso para o Supremo, e afinal de contas, seria mais um tapa violento na cara de milhões de brasileiros, que queriam ter um mínimo de respeito de seus representantes do Legislativo.

Pau neles, Polícia Federal! Cumpra o dever que lhes é deferido!

Brasil, em que teus homens públicos cospem na lei que dizem defender... tais homens públicos me causam asco, mas eu te amo, Brasil!

Comentários

  1. Acontece que o Sr. advogado do Sr. DEMOstenes dançou, quem estava sendo grampeado era o Sr. Carlinhos Cachoeira, e não o Ilustre "sic" Deputado, portanto as gravações foram legítimas e autorizadas pelo Tribunal Federal de Goias.
    "Diga-me com quem andas que eu direi que és"

    ResponderExcluir
  2. Exatamente... a PF mirou numa codorna e acertou um gavião... obrigado pelo elogio, lá no FB!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

DE MARCHINHAS DE CARNAVAL...

ERROU DE NOVO, SR. MICHEL SAAD NETO!

CURA GAY E OUTRAS IMBECILIDADES EMPURRADAS PELA MÍDIA