sexta-feira, 29 de junho de 2012

CBF = PALHAÇADAS EM CAPÍTULOS

Bom dia.
Notícias fresquinhas me dão notícia de que o retirante ex-presidente da CBF, morando hoje a maior parte do tempo em Miami, continua recebendo proventos da entidade de que se desligara...
Se desligara? Como assim?
Será que a CBF tem algum plano de previdência fechado, que lhe permita conceder a seus ex-funcionários vantagens de aposentadoria? E os outros funcionários? Também recebem? (em nome da isonomia isso precisa ser revisto).
O Sr. Marin com a palavra - algo problemático, porque ele, historicamente tem hábitos meio extravagantes, como por exemplo levar "souvenirs" de finais de campeonato. Mas o Sr. Marin deve vir a público e demonstrar claramente que quase 200 milhões de brasileiros não estão fazendo mais uma vez papel de palhaços.
Uma entidade minada por corrupção desde o topo, vendida a empresas privadas que fazem e acontecem nos processos decisórios - como vai ser autônoma e suficiente para reger os destinos das dezenas de clubes que há no Brasil? Como vai dispor com imparcialidade sobre esse ou aquele jogador, dentre os milhares que nossa terra tem?
Uma coisa horrorosa me está perpassando a mente - será que o Sr. João Havelange TAMBÉM não recebera resíduos extra-presidência, quando cedeu lugar para o Sr. Ricardo Teixeira?
Pensem... o futebol, juntamente com aquela excrescência pornográfica e socialmente dilapidante chamada carnaval, são as principais fontes de entretenimento da população brasileira (Ops... esqueci do "sertanejo universitário", de infausta presença)... por esses lazeres pagam fortunas - por exemplo, no futebol, quem enche os estádios? Nike, Coca-Cola e Banco do Brasil não enchem, o que dá força a tudo é a torcida, QUE PAGA INGRESSO. Torcida essa que chama os patrocinadores, e não o inverso.
Agora concluam... será que torcedores sofridos, de salário mínimo, não estão pagando pelo menos indiretamente o salário do Sr. Ricardo?
Pessoas... isso me dá repulsa dos nossos homens públicos, sejam burocratas ou políticos, de modo geral.

quarta-feira, 27 de junho de 2012

E NOSSA GENTE SEGUE SENDO ESTUPIDIFICADA...

Eu estou em pé de guerra contra essa nossa TV, com sua programação estúpida e estupidificante!

Primeiro de tudo, a imensa maioria dos conteúdos destinados à família tem generosas doses de sensualidade. Não, não me tenham por puritano. Só não acredito MESMO que dançarinas praticamente nuas possam acrescentar alguma coisa ao universo cognoscente de nossas crianças e adolescentes. E programas de auditório com enquetes estúpidas e apelações aos sentimentos das pessoas não entregam nada de útil para o crescimento pessoal, a não ser talvez a índole doadora (se bem que não seja de doações que a TV sobreviva...). E, naturalmente, há aquelas novelinhas "teen", onde os quase adolescentes vão se exercitando na maldade, no fuxico, na sensualidade, em violências verbais e físicas...

Depois, um jornalismo parcial, que olha muitas vezes de forma tendenciosa para os fatos. Prova disso é o que era veiculado após alguma orientação do Sr. Carlos Augusto Ramos, numa certa revista semanal. E se supõe que a imprensa serve aos propósitos da democracia!!!!!!!

Como precisamos copiar o que há lá fora, claro, temos aqui os "reality shows". Nem, há alguns de uma singularidade absoluta, como aquele em que uma família vai viver no meio de aborígenes... Mas existem alguns que façam-me o favor! Não sei se ainda existe aquilo, mas um dia desses vi um programa, em que um punhado de granfinas expunha suas idiossincrasias e narcisismo. Pergunta - a quem aquilo aproveita? Que IBOPE aquilo dá?

Ou então os "reality shows" são sendo desenrolados com exploração da sensualidade de seus participantes. Ora, senhores, porque não liberar então a pornografia, se algo semelhante é praticado sob um cobertor? Me vem à memória a insinuação quase pueril dos filmes das décadas de 60 a 80, e vejo o quanto nossa sociedade tem degenerado.

Não sou puritano, volto a repetir. Quero tão somente ponderar que nossas populações não tem nada de proveitoso na TV, especialmente na TV aberta. Alguém pode ponderar que a solução é ir para a TV a cabo, ou algo semelhante, porque então existirão conteúdos mais significativos.

Pergunto - e o pobre ignorante, que muitas vezes não tem como arcar com despesas de TV paga, OU simplesmente não é alcançado pelo cabeamento, ou algo semelhante, e então fica dependente da famosa antena "espinha de peixe"? Esse coitado não terá então direito a aculturamento?

Talvez isso esteja disponível nas grandes metrópoles. Talvez. Porque o que eu vejo é dissolução, e abuso do telespectador em todo o tempo, ao menos nas cidades do interior. Currais eleitorais, alguém diria...

ODEIO "ESPERTOS"

Ainda ontem estava eu aguardando o ônibus que me levaria à universidade, e vi algo até corriqueiro, mas que me fez refletir sobre o título dessa crônica.
Motoristas esperavam para dobrar à esquerda (sinal fechado). As duas pistas de rolamento mais à direita estavam vazias.
Então vem o ESPERTO. Entra na pista do meio, vai até o cruzamento, fecha ligeiramente o motorista à sua esquerda, e quando o sinal abriu, adivinhem... fechou MESMO o outro, e entrou... À ESQUERDA!
Sabem, eu perdoaria essa flagrante falta de educação se alguém estivesse em trabalho de parto (não era o caso), se fosse carro de bombeiros ou da polícia (também não). O motorista em questão é sem dúvida, de forma indesculpável, SEM EDUCAÇÃO. Vale dizer, ignorante (do ponto de vista do respeito).
Pessoas, nesses dias em que muito se fala sobre direitos humanos, pouco se pratica para tal. Assim, construtores desonestos pagam propina para terem liberadas obras ilícitas, motoristas estão sempre desrespeitando uns aos outros, MOTOCICLISTAS estão sempre desrespeitando TODOS (ontem eu vi, num engarrafamento na Av. JK, aqui em Londrina, o motoqueiro subir na calçada, para furar o engarrafamento, entendem o que quero dizer com TODOS?).
E então nós nos admiramos dos alunos estudarem muito mais como fazer colas do que as matérias das provas. Nos admiramos da turma "sem emprego" (coloco entre aspas porque para quem quer trabalhar sempre há uma saída) ficar pedindo dinheiro nos cruzamentos...
Pessoas "espertas|" que entregam seus documentos para serem processados a alguém que está mais à frente, na fila, ao invés de esperar sua vez. "Espertos" que furtam pacotes nos supermercados. "Espertos" que tentam guiar embriagados, achando que S. Cristóvão vai cuidar deles (tadinho do santo, nem sabia que automóveis existiriam, quanto mais gente tão sem juízo!). "Espertos" que insinuam a propina, para oferecerem algum favor (infelizmente preciso mencionar que algumas autoridades fazem isso)...
Estou farto de "espertos". Espertos no Planalto, nas ruas, nas repartições, espertos nos hospitais, espertos nas escolas... espertos... espertos... espertos...
O que mais me aborrece é que normalmente é gente desse tipo abjeto que reclama direitos humanos!
Que tal eu e você começarmos a praticar o justo, o honesto, o que implica respeito? Aí sim, poderiam, todos nós reclamar Direitos Humanos!

terça-feira, 26 de junho de 2012

VIOLÊNCIA - NINGUÉM AGUENTA MAIS!!!

O Ministério da Justiça resolveu intervir no estado de Alagoas, tendo em vista a escalada da violência naquele estado. Tem alagoano morrendo adoidado, a polícia é minguadíssima, seus recursos são menos que piadas - delegacias impossíveis de se usar, frota de veículos desmantelada ou em processo de desintegração, armas de menos, internet de menos (uma ferramenta tão útil, pessoas! E a polícia alagoana ainda está na idade da pedra!)...
Na verdade já passou da hora de algo se fazer naquela terra esquecida dos homens, chamada região Nordeste, em termos de segurança. O que alí impera é o sistema feudal, que o digam os caudilhos que de lá emanam para o Planalto.
Digo, repito e volto a repetir - o que vai de recursos para os estados, e o Nordeste não é exceção, é desviadíssimo, então, senhores e senhoras, o que se faz necessário é saber onde ocorrem os desvios, quem está ficando com o que não lhe pertence, e a Justiça que faça seu papel! Porque procurar somente os assassinos que proliferam em Alagoas, e no Brasil, de resto, não vai secar a estrutura delinquente que nossos homens poderosos têm criado, na terra tupiniquim.
O presidente do Sindicato dos Policiais Civis discorda da despesa e do aparato que o Min. Justiça está pretendendo disponibilizar para combater o crime no estado. Pois eu não concordo com suas ponderações - creio, entretanto, que as pessoas comprometidas com segurança identifiquem as pontas descobertas, e MOSTREM isso ao Ministro da Justiça, e sejam traçados planos de suprimento de recursos para reconstituir o aparato de maneira sólida, e que ISSO VENHA A PÚBLICO, para que nosso povo possa acompanhar o que se faz. E que sejam responsabilizados os integrantes da banda "podre" da lei em Alagoas (essa tal banda existe em toda parte, o que faz diferença é a maneira como ela é contida) - responsabilizados, bens ilicitamente amealhados sequestrados, na forma da Lei, e punidas essas pessoas exemplarmente.
O povo brasileiro está cansado de promessas. Aliás, talvez seja por isso mesmo - só promessas - que os santos não estão mais fazendo milagres!!!! Pudera! Os proponentes em geral são desonestos!!!!!

domingo, 24 de junho de 2012

PAUSA PARA REFLEXÃO

Há grandes chances de que alguém, ao ler algumas de minhas crônicas, se pergunte "o que esse alienado está querendo dizer?"

Pois bem, eu estou inserto no século XXI. Como cidadão desse mundo, me causa espanto a alienação das massas, notadamente as pessoas de formação mais limitada, que correm ávidamente atrás dos resultados das loterias, ouvem surpreendidos (onde está a surpresa?) os noticiários policiais, se deixam levar pela novidade repetitiva de "talk shows" como os tupiniquins "Programa do Jô", "Altas Horas", "Agora é Tarde" (esse é de um teor apelativo incrível, me perdoem os produtores), ou estrangeiros do gênero de "Larry King", "David Letterman" e outros menos cotados (tinha a Ophra, de razoável qualidade, mas ela se aposentou), e começam a apreciar coisas hediondas como o tal MMA.

Bem, bem... me sinto na obrigação de colocar ao alcance dessas massas, via internet - um dos meios de disseminação de conhecimento mais eficientes de nossa época, apesar de ser coalhado de estupidez, imoralidade e falso aculturamento - uma visão mais ampla do que está acontecendo, porque acho que por pouco que isso alcance nossa gente (me refiro à espécie humana) pode fazer diferença para uma família, uma comunidade, sonho que fizesse diferença para um país.

Não me arvoro a última reserva moral ou honesta do mundo.

Isso não.

Mas assim como dou a qualquer um o direito de pensar livremente, embora muitas vezes discorde aqui e acolá de algumas manifestações, eu preciso que respeitem minhas abordagens e, pelo menos em nome do que é justo, sejam sopesadas minhas palavras.

Nós, do século XXI, estamos perdendo a capacidade de julgar o que é bom e errado, o que é reto e o que é ímpio, o que é moral e o que é imoral - estamos nos acostumando a engolir os pacotes que algumas mentes perversas e pervertidas produzem, em geral em nome, pura e simplesmente, de enriquecimento, poder, ou liberdade de expressão.

Hoje é domingo, 24 de junho de 2012. E com toda a certeza o mundo não vai acabar esse ano. Mas nós, da humanidade S.A., estamos nos encarregando de destruí-lo, pouco a pouco. Falta pouco, agora.

NOVOS CRIMINOSOS NO FRONT - A INDÚSTRIA FARMACEUTICA

Há uns dois anos, quando iniciava pesquisas dobre meu trabalho de conclusão de curso - que antigamente tinha o nome glamuroso de monografia, e hoje em dia se chama TCC - me atraiu a atenção uma matéria algures veiculada, que informava um crime de lesa-humanidade sendo cometido em nome da Ciência.

A reportagem, singela, que não recebeu atenção alguma da mídia (quem se importa?) dava notícia que uma nação centro-americana teria recebido um determinado contingente de prostitutas infectadas com determinado agente patogênico (nem me lembro de era sífilis ou outra coisa dos infernos, semelhante), com a finalidade de oferecer suporte para testes de uma nova droga, que se propunha a debelar a tal enfermidade.

Entendem? Numa manobra estratégica, antinatural, uma doença teve seus níveis incrementados em uma dada sociedade, para então cobaias humanas serem escolhidas dentro daquele universo, para testar fórmulas de um novo medicamento!!!!

Custo disso? Passagens para as "empresárias do amor" doentes, despesas com preparo dos medicamentos de teste... nada mais.

O orçamento atual dos laboratórios farmacêuticos beira atualmente os 40 bilhões de dólares, ao redor do mundo. E a contrário senso do que meus leitores possam imaginar, as sedes de pesquisas NÃO estão mais nos E.U.A. ou na Alemanha, ou na França. Encontraremos laboratórios bem aparelhados em meio a populações de países emergentes ou miseráveis!!!! Não precisam me contestar, basta que confiram o excelente trabalho da jornalista canadense Sonia Shah (www.soniashah.com).

Irão encontrar alí revelações surpreendentes e repugnantes de como os poderosos da indústria farmacêutica literalmente MATAM A VIDA em nome dela. Horrores de mulheres sendo esterilizadas por medicamentos para tratar outras finalidades, homens tornados impotentes idem, crianças nascidas com deformidades...

Em nome de que isso é feito? Acontece que as sociedades mais desenvolvidas, "pari passu" com melhores condições de saúde e vida, sistematicamente recuam diante de possibilidade de teste de alguma "mezinha" farmacêutica nova.

Então, os capitalistas dos laboratórios vão atrás das populações ignorantes que se vendem sem saber o motivo, ou são forçadas a entrar em programas de "desenvolvimento" que envolvam ministração "gratuita" de medicação.

Simples assim... E vocês achavam que o Brasil era o paraíso da corrupção, não é mesmo?

Pois eu lhes digo que pessoas têm desaparecido desse mundo, porque ousaram confrontar essas loucuras da civilização!

E já estamos ultrapassando os limites da moralidade apontados com muita propriedade e exatidão no filme "Coma" (1978), em que os personagens de Michael Douglas e Genevieve Bujold descobrem um mercado de órgãos... vocês duvidam de que pessoas saudáveis estejam sumindo, em proveito de alguns doentes ricos e dispostos a qualquer coisa para prolongarem suas vidas miseráveis?

E depois ainda me vêm dizer que o discurso de Jesus Cristo não tem sentido!!!!

Mundo do século XXI... eu tenho esperanças... mas você, mundo, me dá nojo, pela qualidade de quem te domina.

sábado, 23 de junho de 2012

CONSUMIDORES EXPLORADOS

Sábado, 23.06.2012. Dia de sorteio da Quina de S. João.

Os "lorpas e pascácios" de plantão começam a fazer cálculos mirabolantes do que se pode adquirir com a bolada - 300 milhóes de calcinhas, um container de tenis de tal marca furados pelo uso, 45 iates, uma frota de carros importados...

Palhaçadas à parte, sejamos realistas - poucas chances há de que o dinheiro saia para uma pessoa só, não apenas pela expectativa do premio, que produziu zilhões de apostas extras, como também pelo preço mais favorável da aposta, palatável para o gosto de nossa gente. Acho que náo vai dar pra comprar 45 iates..

Mas falando em dinheiro, imoral, absurdamente desrespeitoso é o comportamento das montadoras de veículos em nosso país.

GM, Volks, FIAT, Ford, Toyota, Hyundai, Renault, Citroen... nem lembro de todas as marcas produzidas no Brasil, mas TODAS elas praticam preço tão despropositado que me causa estranheza ninguém ainda fez nada oficial protestando contra isso.

Além do acabamento dos veículos ser sofrível, algumas vezes totalmente reprovável, são deixados de lado, nas versões mais baratas, elementos que NENHUM PAÍS DESENVOLVIDO admitiria. Vejamos...

Os freios ABS, por exemplo, que são badalados já há mais de 3 décadas, ainda não abençoam os modelos "básicos". Como se segurança fosse algo privativo de quem tem mais dinheiro. Na mesma linha temos os sistemas de "airbag". Agora pensem, meus irmãos - ao comprar um carro desses e comparar com um mais completo, ao lado que tenha airbag e freios ABS, você não pensa nos filhos, num nenê dentro do carro, e num cenário de acidente? Se não considerar isso, está no Brasil, mas vive na Alemanha, por exemplo.

Ar condicionado sempre (exceto os carros chineses que começam a chegar, com tudo incorporado, mas isso é outra história) ausente nas versões mais baratas.

Hellooooo!

Pessoas, nosso país está na zona tropical, e um pedaço na zona tórrida do globo!!!!! Nossas temperaturas são muito variáveis para cima. Ar condicionado deixou de ser benesse para ser exigência há muito tempo! Além do que SEM DÚVIDA será muito mais barato vir de fábrica, do que ser instalado em alguma oficina por aí, ao preço de R$ 1.500,00 (observem que, normalmente, um carro COM AR, como dizem, custa entre 3 e 5 mil mais caro - continuo tentando entender a matemática das montadoras*). Pergunta - porque deixar o espaço do ar condicionado vazio, ao lado do motor, ao invés de preenchê-lo, e valorizar assim um pouco mais a marca? Para mim surgem duas motivações - ou intenção de prejudicar o consumidor, ou estupidez de planejamento. Nada mais, nada menos.

E pintura? O que dizer de pintura? O OTÁRIO comprador paga a mais R$ 500 a 1.000 para ter aquela cor da moda. Pouca gente sabe como é o processo de pintura, que produzirá diferenças somente nas cores perolizadas. O resto é tudo igual, que me digam se eu estiver errado.

Muito há mais a se dizer. Me lembro que na década de 80 estive vendo de perto um Passat (da Volkswagen) que era produzido para os mercados do Oriente Médio. PENSEM num carro totalmente diferente do nacional, em termos de acabamento e ítens de série! Me senti o "cocô do cavalo do bandido", naquele dia, como brasileiro - roubado, enganado, escarnecido pela indústria "nacional".

E tem muito mais a rever. Motorização (carro 1.0 só tem aqui até agora), "marketing" (alguém aí já conseguiu ler todas aquelas letrinhas brancas que aparecem em anúncio de automóvel na TV? Duvido, a exposição dura em torno de 1 a 2 segundos...). Isso rima com desrespeito a compradores. Mas alguns ricos enfatuados insistem em valorizar o que temos... Por isso as montadoras seguem com suas sacanagens de estratégia.

Amanhã eu vou falar dos laboratórios farmacêuticos e seu "parque de diversões". Amanhã.

quinta-feira, 21 de junho de 2012

CLT - UMA SOCIEDADE ENGESSADA PELO ANACRONISMO

Hoje em dia muito se diz sobre melhoria de condições de trabalho, de mais e melhores postos de emprego para as gerações que vão surgindo no mercado, e necessário se faz que nosso Brasil se alinhe com o que se espera de nós, como nação que se pretende lidere, junto com outros grandes, o destino do mundo.

No porão do debate há, contudo, um leviatã (Hobbes foi de uma sabedoria ímpar com essa rotulação) que ancora, literalmente, o desenvolvimento nacional, e recebe das classes dominantes aval desleal em relação ao povo brasileiro e suas aspirações de futuro.

Me refiro à Consolidação das Leis do Trabalho, ou meramente CLT, como é conhecida. Corolário legal instituído nos idos de 1943, em plena era Vargas, o ordenamento - atualmente repleto de anacronismos e lacunas - foi edificado sobre o embasamento da proteção do trabalhador, pois que naquela época, ainda que tardiamente, estávamos mergulhando de forma mais efetiva na revolução industrial, e distorções nas relações de trabalho eram coisa cotidiana, que dependiam de regramentos para minimamente serem normais.

É inafastável o caráter extremamente protetivo daquele diploma legal, onde estabelece parâmetros que via de regra amparam o trabalhador. Coisa boa. Sua interação com a Previdência Social igualmente é minimamente satisfatória. Algo igualmente bom. Para o trabalhador.

Mas os tempos mudaram. Desde a década de 40, do século passado, as relações de trabalho se modernizaram ao redor do mundo, o capitalismo introduziu regramentos que arejaram economias, processos industriais/comerciais foram otimizados a nível insuspeitado naqueles tempos... NOSSAS RELAÇÕES DE TRABALHO NÃO MUDARAM EM QUASE NADA.

O que temos, hoje em dia? Então... Do lado patronal...
- patrões que apreciariam melhor remunerar seus empregados, mas não o fazem pelos regramentos da CLT, e pelo incremento perverso das contribuições sociais atreladas (praticamente R$ 1 por cada R$ 1 de remuneração);
- engessamento do empresariado, que não tem autonomia para gerir seus negócios, está sempre sujeito à bisbilhotice estatal, em suas relações com empregados;
- incremento (ou seria incentivo oficial?) da atividade informal, eliminando vínculos empregatícios, facilitando exploração de mão-de-obra ilegal, evasão de receitas fiscais;
- disseminação da propina como forma de mitigar o apetite de fiscais desonestos (corrijam-me, se estiver escrevendo algo errado)...

Do lado do empregado...
- impedimento LEGAL de discutir níveis salariais em seus relacionamentos;
- desmerecimento da capacidade individual como fator de incremento de renda, em nome de estratificação da remuneração;
- em decorrência... pouca vontade de aperfeiçoamento ("já cumpro minhas 8 horas, o que ele quer mais?");
- dependência de remunerações satélite (13° salário, vale-isso, vale-aquilo), para complementação - vale dizer que isso muitas vezes implica em carga para o Erário, quando rotulado de incentivo social;
- estrutura previdenciária capenga, eivada de medidas que previnam irregularidades...
- conquanto produzam efeito financeiro, de modo geral, as malfadadas ações trabalhistas são um remédio imoral, além de produzirem emperramento do aparato Judicial do Estado. Afinal, ninguém melhor para ajustar indenização justa do que as partes, SE ESTIVEREM LIVRES PARA TAL.

"En passant" essas estruturas horrorosas em que se tornaram os sindicatos de categoria que, minimamente protegem, e dão ÓTIMA VIDA aos dirigentes sindicais (me refiro à cúpula, delegados são mera massa de manobra).

Alguém pondera que a CLT ainda é necessária, pela conduta desleal de muitos patrões pelo Brasil afora. Pois eu lhes digo - o mercado se ajusta, sempre se ajustou. Se esse empregador é desleal, com toda a certeza ele vai falir, em benefício de quem trate melhor seus empregados/colaboradores (fazem-me rir algumas rotulações modernas...).

Estamos na contramão de E.U.A., Japão, Alemanha, Inglaterra, onde as relações são ajustadas sobre um piso mínimo (que nós temos) e flexionadas pelas condições do mercado (o que nos é proibido). Por incrível que pareça, isso que temos por aqui é facismo depurado. Nada mais.

TEMOS que afastar a CLT do sistema empregado-empregador, sob pena de isso somente nos distanciar do bloco lá de fora. Há outros desdobramentos na discussão, mas isso é essencial para nosso bem. E para menos estranheza dos outros países/empresários externos, em suas relações conosco.

segunda-feira, 18 de junho de 2012

LIGAÇÕES PERIGOSAS...

Há um filme interessantíssimo, de 1988, romanceando ligações na corte de França... enquanto isso, no Brasil de 2012...

Prezados, estou lhes passando o peixe pelo preço com que me venderam...

Preso desde o dia 29 de fevereiro deste ano, o bicheiro Carlos Augusto Ramos, conhecido como Carlinhos Cachoeira, obteve pouquíssimas vitórias na Justiça até agora, embora tenha contratado um dos advogados mais caros do País: o criminalista Marcio Thomaz Bastos, ao custo de R$ 15 milhões. Em praticamente todas as decisões favoráveis, a assinatura nos despachos foi do desembargador Tourinho Neto.
A primeira dessas decisões aconteceu no dia 17 de abril, quando Cachoeira conseguiu deixar o presídio de segurança máxima em Mossoró (RN) e foi transferido para Brasília. Juiz responsável pela decisão? Tourinho Neto. Três dias atrás, Tourinho Neto tomou também a primeira decisão para, eventualmente, sacramentar a morte da Operação Monte Carlo. Relator de um pedido de habeas corpus apresentado por Thomaz Bastos, ele considerou as escutas ilegais.
Segundo Tourinho Neto, o delegado encarregado da investigação, Matheus Mella Rodrigues, fundamentou o pedido de interceptações em denúncias anônimas. "Não se pode haver a banalização das interceptações, que não podem ser o ponto de partida de uma investigação, sob o risco de grave violação ao Estado de Direito", disse ele. O julgamento será retomado na terça-feira e se os demais magistrados acompanharem o relator, o trabalho dos policiais será atirado no lixo. Curiosamente, Cachoeira, notório por sua indústria de grampos ilegais, tenta se safar questionando a legalidade dos grampos da polícia.
Tourinho Neto também tomou outra decisão favorável a Cachoeira, no dia 13 deste mês, ao mandar desbloquear os bens do laboratório farmacêutico Vitapan, que está em nome de sua ex-mulher, Adriana Aprígio – o pagamento dos honorários de Thomaz Bastos passa pela indústria farmacêutica de Anápolis (GO).
Tourinho Neto é desafeto da ministra Eliana Calmon, corregedora do Conselho Nacional de Justiça, e é também visto com ressalvas por certas alas da Polícia Federal e do Ministério Público. Sua decisão de hoje, no entanto, não garante a liberdade de Cachoeira, porque ele ainda está em preso em função de outra operação da Polícia Federal, a Saint-Michel, cujo habeas corpus ainda não foi julgado.

Como diz o vulgo... "o sistema é bruto"...

sexta-feira, 15 de junho de 2012

OU FOGE, OU FICA POR ISSO MESMO

Há alguns dias comentei sobre o "Cachoeiragate", e dos esforços do Dr. Márcio T. Bastos para libertar seu cliente ora famoso, o Sr. Carlos Augusto "Cachoeira" Ramos.

Naquela ocasião eu ponderei que seria temerário liberar o homem, porque SIM, ele tem poder (traduza-se por $$$$) pra sair do Brasil quando quiser, porque SIM, ele poderá prejudicar o andamento das investigações ameaçando testemunhas ou comprando-as, e também pelo detalhe prosaico de que o homem é um arquivo vívo da corrupção do Planalto, e alguém pode estar desconfortável de vê-lo circulando por aí.

Bem.

O Dr. Tourinho Neto, Exmo. magistrado da Primeira Região do TRF, em decisão monocrática libertou o homem. E, embora ainda pendesse uma prisão sobre o acusado, sem dúvida o outro juízo o vai liberar, em linha com o que deliberara o Dr. Tourinho Neto.

Sigo crendo que foi uma rematada falta de senso, essa liberação, pelos motivos já expendidos, mas como não sou eu que dou a canetada (canetada que, já se vê, já valeu uma nota pelo menos para uma certa banca de advogados)...

Então, teremos duas possibilidades de desfecho - ou o homem se manda, e ficam aqui os ilustres representantes do povo (Senadores e Deputados) se unhando e vociferando palavras para o vazio, enquanto tentam apanhar os peixinhos do cardume ou...

... ou haverá um esvaziamento forçado da CPI, e tudo ficará como "dantes no quartel de Abrantes" (como dizia minha falecida tia).

Vergonha nacional, claro. Quem viver, verá.

quinta-feira, 14 de junho de 2012

A LISTA

Alguns nomes envolvidos no "Cachoeiragate":
- Demóstenes Torres - senador da República;
- Carlos Augusto "Cachoeira" Ramos - "empresário no setor de entretenimento";
- Fernando Cavendish - empresário do setor da construção civil;
- Marconi Perillo - governador do estado de Goiás;
- Agnelo Queiroz - governador do Distrito Federal;
- Sérgio Cabral - governador do (meu) estado do Rio de Janeiro;
- José Olímpio Queiroga Neto - "representante comercial, setor de entretenimento";
- Walter Paulo Santiago - professor;
- Wladimir Garcez - ex-vereador;

Há muito mais gente. com calma e certeza dou buscar mais integrantes da MALANDROS S.A. (ops.)

Brasil... será que a lama cede lugar à limpeza?

CORAÇÃO ARRANCADO

Site de notícias importante nos dá a informação de que duas adolescentes teriam assassinado uma terceira, e lhe arrancado o coração. Simples assim, frio assim...
A Síria segue num banho de sangue só, e o mundo nem se toca.
O mundo da corrupção está em polvorosa, lá em Brasília, mas a turma já está se acalmando - não vai dar em muita coisa, talvez uma cassação aqui e acolá. O dinheiro público prosseguirá abrigado nos bolsos dos criminosos.
A rede de intrigas deverá - claro, a essas alturas, incriminar o Marechal Castelo Branco, ou o delegado Fleury, ou Chico Anísio pela evasão de divisas, pelo tráfico de influência. Afinal, ainda que morto alguém precisará responder pelos crimes...
QUEM SE IMPORTA COM AQUELAS ADOLESCENTES? Que diabo, estamos no século XXI, elas podem fazer o que quiserem. Afinal, são ininputáveis, tadinhas. E aquela menina má merecia mesmo ter o coração arrancado.
Parece loucura (e de fato é), mas ninguém se importa tanto. Especialmente no Brasil, onde a Justiça se curva aos poderosos e políticos muitas vezes, onde a Educação está um lixo, onde moral e respeito social deixaram de ter importância. Aquelas meninas infelizes que perpetraram a barbaridade terão traumas sócio-emocionais pelo resto da vida, pelo simples fato de que nossas autoridades deixaram na orfandade uma nação.
Alguém vai achar que deveriam ser os responsáveis por aquelas meninas os encarregados de lhes passar normas de convívio. POIS EU LHES DIGO- quem está aculturando nossas gerações (inclusive os pais daquelas meninas infelizes) é a TV, são os programas imorais e violentos, são nossos políticos imorais, são meios educacionais estropiados, onde raramente o professor sabe mesmo o que está fazendo...
Em nome de liberdade de expressão, a censura deixou de existir. E coisas ridículas - como um sinal sonoro quando alguém diz um palavrão (isso impede o entendimento do que fora dito? Me poupem...) vão sendo passadas como normais.
Minorias querem seus direitos assegurados, e esquecem que minorias de surdos, de cegos, de coxos, de mongolóides, de alienados TÊM DIREITO a respeito também.
Isso sem falar de crianças que são desrespeitadas porque esse ou aquele figurão decide fazer valer suas prerrogativas, nem sempre válidas (lembram-se do Sr. Laerte Coutinho e sua performance? - minha crônica de 02.01.2012).
Nosso Brasil precisa urgentemente mudar de rumo. Sob pena de não termos gerações de seres humanos dentro de uns 40 anos - teremos humanóides, movidos por instintos, cupidez, insensibilidade de predadores...

Brasil... mesmo assim... eu te amo, Pátria amada!

terça-feira, 12 de junho de 2012

COMO É MESMO, DR. TOURINHO?

O Dr. Tourinho, ministro do STF, hoje votou pela anulação das escutas telefônicas da operação Monte Carlo, essa que está provocando um tsunami de lama lá no Planalto.

Excelência, o Exmo. Dr. labora em erro essencial, pelo seguinte:
- foi um togado quem autorizou as escutas, então se supõe minimamente que sabia o que estava fazendo (e como sabia!!!);
- a PF realizou um trabalho excelente, e anular as escutas seria desmerecer algo muito sério, realizado em proveito da nação;
- qual seria a vantagem geral com a anulação das escutas, senão uma vitória dos suspeitos, um tapa na cara dos brasileiros, e uma demonstração de leniência imperdoável das cortes mais elevadas da Justiça?

Excelência, entendo a preocupação com a ampla defesa, com eventuais ilicitudes de algum meio de prova, mas, Dr. é com isso mesmo - o titubeio da Lei, que contam os criminosos que infestam TODAS AS INSTÂNCIAS de governo do Estado brasileiro.

Dr. Tourinho, em nome de milhões de brasileiros (tenho certeza disso), eu peço a V. Excia. para não desconstruir trabalho tão exemplar, tão sério, preparado para limpar um pouco da lama que nos rodeia. O Brasil agradece a V. Excia.

domingo, 10 de junho de 2012

NARCISISMO A TROCO DE DEGRADAÇÃO

Hoje, dia 10.06.2012, nosso Brasil sofre mais uma Parada Gay.

Eu digo sofre porque aquela alucinação coletiva a céu aberto nada mais é do que um atentado à liberdade de expressão, pari passu com atentados derivados contra os padrões sociais, a moralidade e o bem estar coletivo.

E não me venham com repreensões. Algum dos Srs. críticos já teve o cuidado de contar quantas camisinhas (usadas) ficam para trás, no rastro da malfadada parada? Me poupem...

Fora, naturalmente, a afronta à Lei. Uma coisa não tem nada a ver com a outra, alguém dirá. Pois bem. Práticas que até então ficavam restritas ao interior dos motéis e/ou bordéis agora pode ser realizado em praça pública? Então temos atentados ao pudor, tolerados em nome de isonomia de tratamento aos GLBT. O falecido Clóvis Bornay dissera uma vez que o Carnaval (festa que amava) tinha se tornado um espetáculo baixo (palavras minhas, sentido igual), a que um avô não levaria seu netinho, para assistir... Imaginem o que ele diria dessa palhaçada pós-moderna?

E quanto aos outros cidadãos, quem os protegerá? Quem há de proteger nossos filhos e netos da visão de pessoas expondo ostensivamente suas fantasias sexuais? Quem vai proteger a sociedade de um grupo (pequeno, diga-se de passagem) que insiste em impingir seu modo de viver no meio da sociedade? Notem que eles JÁ ESTÃO INSERIDOS em dita sociedade - então, qual é o ponto mesmo, de importância das manifestações, a não ser puro e simples narcisismo distorcido?

Não sou falso moralista, nunca fui. Penso entretanto que existe, sempre existirá, um ponto de equilíbrio nas relações humanas, e nos eventos dessa natureza isso é desequilibrado ao máximo.

O que um beijaço entre homens e mulheres homossexuais pode expressar? Qualquer pessoa pode fazer o que quiser com sua sexualidade, é livre para isso (ainda bem que não estamos em algumas culturas do Oriente Médio - em alguns lugares isso é punido com A MORTE). Assim como um beijo entre heterossexuais não representa nada mais do que manifestação de afeto entre pessoas, o beijo homossexual não vai além disso. Porque então empurrá-lo pra cima do resto da população que prefere seguir outros parâmetros?

Um homossexual meu conhecido, advogado, morando em Londres, revelara que nunca precisou ser ostensivo em sua sexualidade (e sim, ele morou algum tempo no Brasil, claro), nem participou desses movimentos - ELE O É, e pronto. Tem seus relacionamentos, vive bem... Pra que papagaiar o óbvio?

Estou ansioso pela Parada do Orgulho Hetero. Aliás, nem sei se a quero... vai que os exagerados existentes entre os hetero resolvam partir para a ofensa pública ostensiva?

E ainda me disseram que recursos do Erário são dispensados para promover essa brincadeira de mau gosto... Tomara que isso não seja verdade...

Ah, claro, as redes de hotéis estão faturando - é isso que importa, no mundo capitalista. Liberdade? Besteira...

quinta-feira, 7 de junho de 2012

UM PARTO DEPOIS DO OUTRO...

Enfim vai sair o julgamento do caso "Mensalão". Até que enfim!

Senti firmeza dos ministros do STF. Estão me surpreendendo agradavelmente. Espero que os prejuízos causados ao Erário sejam minimamente restituídos, e os culpados penalizados adequadamente. E que não sejam conhecidos recursos, porque isso é brincadeira - afinal o julgamento é na mais alta corte do país!!!!

E afinal, o que eles fizeram FOI CRIME OU NÃO?

Se for pena de reclusão, Ok. MAS, principalmente, que sejam confiscados bens de contraventores, e seus direitos políticos cassados pelos 8 anos da praxe.

Senhores julgadores, o Brasil está olhando tudo isso, e estamos acreditando que os Exmos. Ministros vão JULGAR, não brincar o jogo desses safados, que tão ousadamente vituperam nossa gente.

E depois, que as cachoeiras sejam igualmente represadas (palavra incomoda, a essa altura dos acontecimentos, hein? Que o diga o Sr. Carlos Augusto), e a LEI TRIUNFE. O Estado de Direito CLAMA por isso. Nossa gente, em sua ignorância, PRECISA disso. Os cidadãos de bem que entendem um pouco da coisa ESPERAM ISSO.

sexta-feira, 1 de junho de 2012

HIPÓCRITAS... ASSASSINOS...


Hoje minha dissertação será sobre a violência que se estende pelos rincões da Síria. Muito longe de nós, longe do conforto adquirido da civilização ocidental.
Pessoas, homens, mulheres, crianças e até fetos estão sendo imolados, em nome de poder. Vemos pessoas aparentemente bem intencionadas, como o Sr. Kofi Annan, propõem acertos, a assembleia das Nações Unidas em peso vota pela cessação imediata do masscre, mas ele continua.
Em peso, eu disse? A ONU tem dois contrapesos de valor – Rússia e China. Duas potências de extraordinário poder material e bélico estão segurando literalmente a mão armada da ONU.
Todos repugnam o holocausto da década de 40. Todos se enojam do genocídio de habitantes pacíficos da Chechenia, da Sérvia, e outros menos cotados.
E TODOS FICAM APRECIANDO O PODER SIRIO MATANDO GENTE!
Pessoas, por favor me digam que o mundo ainda tem chance! Que o Sr. Assad vai sumir do mapa, para o bem de todos, e que os dutos de petróleo que abastecem a Rússia ficarão íntegros (algo que está pesando)! Que os opositores do regime sionista de Israel não desequilibrem nem sejam desequilibrados, no frágil balanceio político/militar daquela zona!
Meus amigos e minhas amigas, estamos vendo quase ao vivo, quase em tempo real, pessoas sendo mortas como moscas, só porque querem (e precisam) de liberdade! E aquele tirano pretende se segurar no poder! Simples assim!
De passagem... nosso representante brasileiro deu uma amarelada legalzinha, quando afinou, em benefício de nossos patrocinadores, hein, Excelência?

MICROCOSMO DA CASA DA MÃE JOANA

Vocês viram que espetáculo ontem, o "depoimento" do senador Demóstenes Torres, na CPI do Cachoeira?

Pessoas, o que é aquilo? Adultos sem educação, sem compostura mesmo, apontando dedos furibundos para o Sr. senador (não estou aqui para condená-lo, ao menos agora...), e vociferando impropérios em direção a seus pares!!!!!

Tivemos uma aula de práticas circenses de primeira linha, notem:
 - o Sr. Demóstenes pode ser o que ele quiser, MENOS inocente. Ora pessoas, se alguém paga a conta do celular pra ele, um senador da República que se presume ganhe o suficiente para quitar suas contas, o que é isso, senão falta de decoro, no mínimo?;
- aqueles meninos travestidos de senhores respeitáveis têm tanta compostura quanto lavadeiras na beira do Rio de Conchas;

Então, o personagem principal do dia fez o que se esperava dele, e sua platéia se encarregou do show inédito.

Brincadeira.

Outra coisa ridícula, absolutamente sem nexo - ficar alfinetando o Min. do STF, Dr. Gilmar Mendes. Pessoas, isso foi de uma falta de imaginação sem sentido. E ME CAUSA SURPRESA o Sr. Lula ter se envolvido em tal "imbróglio". Como alguém já dissera, em priscas eras - "entrou de gaiato no navio".

Quem está TOTALMENTE CERTO é o senador Pedro Simon, ao clamar por um redirecionamento objetivo da CPI, e a unificação de esforços dos órgãos de segurança e investigativos. Porque, até agora a CPI tem trabalhado a favor do Sr. Cachoeira, por incrível que pareça, e em favor de seus comparsas delinquentes. E o tumulto que mais complexo se erige ajuda os contraventores, políticos ou não.

A CPI está dando munição farta aos defensores dos criminosos (não adianta aplicar outro rótulo, até quando vamos passar a mão na cabeça dos infratores de colarinho?), estão sendo desintegradas alianças políticas... o Brasil já tomou um prejuízo doido com a Delta e suas asseclas... O que mais a CPI quer conceder? Livre conduto para o exterior ao Sr. Cavendish? Ah, ele nem pediu...

Senador Pedro Simon, faça ouvir a voz de V. Excia!!! E aproveite para pedir ao Executivo para suportar as ponderações e sugestões de V. Excia - O Brasil tem muito a perder, se essa cambada não for julgada exemplarmente!

QUANDO A INTELIGÊNCIA ENCONTRA A ALIENAÇÃO

Com muito prazer republico um texto profundíssimo, que pode divertir, e vai trazer muita luz, sobre o momento político que vivemos. É ...