sexta-feira, 1 de junho de 2012

HIPÓCRITAS... ASSASSINOS...


Hoje minha dissertação será sobre a violência que se estende pelos rincões da Síria. Muito longe de nós, longe do conforto adquirido da civilização ocidental.
Pessoas, homens, mulheres, crianças e até fetos estão sendo imolados, em nome de poder. Vemos pessoas aparentemente bem intencionadas, como o Sr. Kofi Annan, propõem acertos, a assembleia das Nações Unidas em peso vota pela cessação imediata do masscre, mas ele continua.
Em peso, eu disse? A ONU tem dois contrapesos de valor – Rússia e China. Duas potências de extraordinário poder material e bélico estão segurando literalmente a mão armada da ONU.
Todos repugnam o holocausto da década de 40. Todos se enojam do genocídio de habitantes pacíficos da Chechenia, da Sérvia, e outros menos cotados.
E TODOS FICAM APRECIANDO O PODER SIRIO MATANDO GENTE!
Pessoas, por favor me digam que o mundo ainda tem chance! Que o Sr. Assad vai sumir do mapa, para o bem de todos, e que os dutos de petróleo que abastecem a Rússia ficarão íntegros (algo que está pesando)! Que os opositores do regime sionista de Israel não desequilibrem nem sejam desequilibrados, no frágil balanceio político/militar daquela zona!
Meus amigos e minhas amigas, estamos vendo quase ao vivo, quase em tempo real, pessoas sendo mortas como moscas, só porque querem (e precisam) de liberdade! E aquele tirano pretende se segurar no poder! Simples assim!
De passagem... nosso representante brasileiro deu uma amarelada legalzinha, quando afinou, em benefício de nossos patrocinadores, hein, Excelência?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUANDO A INTELIGÊNCIA ENCONTRA A ALIENAÇÃO

Com muito prazer republico um texto profundíssimo, que pode divertir, e vai trazer muita luz, sobre o momento político que vivemos. É ...