NOVOS CRIMINOSOS NO FRONT - A INDÚSTRIA FARMACEUTICA

Há uns dois anos, quando iniciava pesquisas dobre meu trabalho de conclusão de curso - que antigamente tinha o nome glamuroso de monografia, e hoje em dia se chama TCC - me atraiu a atenção uma matéria algures veiculada, que informava um crime de lesa-humanidade sendo cometido em nome da Ciência.

A reportagem, singela, que não recebeu atenção alguma da mídia (quem se importa?) dava notícia que uma nação centro-americana teria recebido um determinado contingente de prostitutas infectadas com determinado agente patogênico (nem me lembro de era sífilis ou outra coisa dos infernos, semelhante), com a finalidade de oferecer suporte para testes de uma nova droga, que se propunha a debelar a tal enfermidade.

Entendem? Numa manobra estratégica, antinatural, uma doença teve seus níveis incrementados em uma dada sociedade, para então cobaias humanas serem escolhidas dentro daquele universo, para testar fórmulas de um novo medicamento!!!!

Custo disso? Passagens para as "empresárias do amor" doentes, despesas com preparo dos medicamentos de teste... nada mais.

O orçamento atual dos laboratórios farmacêuticos beira atualmente os 40 bilhões de dólares, ao redor do mundo. E a contrário senso do que meus leitores possam imaginar, as sedes de pesquisas NÃO estão mais nos E.U.A. ou na Alemanha, ou na França. Encontraremos laboratórios bem aparelhados em meio a populações de países emergentes ou miseráveis!!!! Não precisam me contestar, basta que confiram o excelente trabalho da jornalista canadense Sonia Shah (www.soniashah.com).

Irão encontrar alí revelações surpreendentes e repugnantes de como os poderosos da indústria farmacêutica literalmente MATAM A VIDA em nome dela. Horrores de mulheres sendo esterilizadas por medicamentos para tratar outras finalidades, homens tornados impotentes idem, crianças nascidas com deformidades...

Em nome de que isso é feito? Acontece que as sociedades mais desenvolvidas, "pari passu" com melhores condições de saúde e vida, sistematicamente recuam diante de possibilidade de teste de alguma "mezinha" farmacêutica nova.

Então, os capitalistas dos laboratórios vão atrás das populações ignorantes que se vendem sem saber o motivo, ou são forçadas a entrar em programas de "desenvolvimento" que envolvam ministração "gratuita" de medicação.

Simples assim... E vocês achavam que o Brasil era o paraíso da corrupção, não é mesmo?

Pois eu lhes digo que pessoas têm desaparecido desse mundo, porque ousaram confrontar essas loucuras da civilização!

E já estamos ultrapassando os limites da moralidade apontados com muita propriedade e exatidão no filme "Coma" (1978), em que os personagens de Michael Douglas e Genevieve Bujold descobrem um mercado de órgãos... vocês duvidam de que pessoas saudáveis estejam sumindo, em proveito de alguns doentes ricos e dispostos a qualquer coisa para prolongarem suas vidas miseráveis?

E depois ainda me vêm dizer que o discurso de Jesus Cristo não tem sentido!!!!

Mundo do século XXI... eu tenho esperanças... mas você, mundo, me dá nojo, pela qualidade de quem te domina.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ESCOLAS DE DELINQUENTES

ERROU DE NOVO, SR. MICHEL SAAD NETO!

DE MARCHINHAS DE CARNAVAL...