domingo, 24 de junho de 2012

PAUSA PARA REFLEXÃO

Há grandes chances de que alguém, ao ler algumas de minhas crônicas, se pergunte "o que esse alienado está querendo dizer?"

Pois bem, eu estou inserto no século XXI. Como cidadão desse mundo, me causa espanto a alienação das massas, notadamente as pessoas de formação mais limitada, que correm ávidamente atrás dos resultados das loterias, ouvem surpreendidos (onde está a surpresa?) os noticiários policiais, se deixam levar pela novidade repetitiva de "talk shows" como os tupiniquins "Programa do Jô", "Altas Horas", "Agora é Tarde" (esse é de um teor apelativo incrível, me perdoem os produtores), ou estrangeiros do gênero de "Larry King", "David Letterman" e outros menos cotados (tinha a Ophra, de razoável qualidade, mas ela se aposentou), e começam a apreciar coisas hediondas como o tal MMA.

Bem, bem... me sinto na obrigação de colocar ao alcance dessas massas, via internet - um dos meios de disseminação de conhecimento mais eficientes de nossa época, apesar de ser coalhado de estupidez, imoralidade e falso aculturamento - uma visão mais ampla do que está acontecendo, porque acho que por pouco que isso alcance nossa gente (me refiro à espécie humana) pode fazer diferença para uma família, uma comunidade, sonho que fizesse diferença para um país.

Não me arvoro a última reserva moral ou honesta do mundo.

Isso não.

Mas assim como dou a qualquer um o direito de pensar livremente, embora muitas vezes discorde aqui e acolá de algumas manifestações, eu preciso que respeitem minhas abordagens e, pelo menos em nome do que é justo, sejam sopesadas minhas palavras.

Nós, do século XXI, estamos perdendo a capacidade de julgar o que é bom e errado, o que é reto e o que é ímpio, o que é moral e o que é imoral - estamos nos acostumando a engolir os pacotes que algumas mentes perversas e pervertidas produzem, em geral em nome, pura e simplesmente, de enriquecimento, poder, ou liberdade de expressão.

Hoje é domingo, 24 de junho de 2012. E com toda a certeza o mundo não vai acabar esse ano. Mas nós, da humanidade S.A., estamos nos encarregando de destruí-lo, pouco a pouco. Falta pouco, agora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUANDO A INTELIGÊNCIA ENCONTRA A ALIENAÇÃO

Com muito prazer republico um texto profundíssimo, que pode divertir, e vai trazer muita luz, sobre o momento político que vivemos. É ...