O SR. NILTON PAIXÃO E SEUS SEGREDOS

Recém sancionada, a Lei de Acesso à Informação está  tirando o sono de algumas centenas de funcionários públicos. E agora nos vem a notícia de que o SINDILEGIS, que arregimenta os funcionários do poder Legislativo, capitaneados pelo Sr. Nilton Paixão, pretendem representar onde for preciso, para evitar sejam seus salários e gratificações publicados. Confiram no excelente blog de Josias de Souza - http://josiasdesouza.blogosfera.uol.com.br

Alegam que a exposição pode açodar a bandidagem. Que se está violando o direito à privacidade e intimidade dos servidores.

Contra isso, já se comentou à exaustão que a exposição terá cautelas, visando proteger, justamente o que reclamam estar em risco.


Mas a motivação da grita é outra.

A palavra "marajá", tão utilizada e execrada há alguns anos, acendeu a luz amarela no painel da moçada, e o fisiologismo falou mais alto.

Penso que uma das mais elementares informações a respeito de um empregado seja o quanto ele custa ao empregador, seja para decisões estratégicas, ou até mesmo para premiação a algum colaborador de destaque.

Ora, Sr. Nílton, se os srs. são funcionários públicos, como não querem que seus patrões saibam quanto ganham? Que loucura é essa?

Saiba o Sr. que exatamente por isso - falta de transparência com a coisa pública, e em particular os recursos - é que estamos chafurdando nesse mar de corrupção infernal, que mancha quem dele se aproxima. E por vias enviezadas, há suspeitas no meio do povo de que muitos funcionários públicos ganham demais e trabalham de menos!

Não, o Sr. nem seus representados são culpados. Esse "status quo" foi urdido há algumas décadas por um grupo de degenerados egoístas, sem nacionalismo algum, vestidos de mercenários, que montaram a estrutura cheia de tetas em que se penduram sanguessugas.

Mas não é porque não sejam culpados que vamos evitar medida que pode ser saudável para todos. INCLUSIVE PARA PROTEGER A RESPEITABILIDADE DO FUNCIONALISMO PÚBLICO. Espero que os integrantes do SINDILEGIS entendam - a Lei de Acesso à Informação propiciará separação do joio do trigo, apontará distorções salariais... e por aí vai.

Trabalhar nem todos gostam, mas... quem não gosta de uma teta?

Comentários

  1. Concordo com tudo,não pode mais quem contrata não saber,alem disso funcionario publico no Brasil ,quer estabilidade , salario pro resto da vida e ficar rico de uma hora para outra,ou uma coisa ou outra quer ficar rico utilize seu enorme talento na iniciativa privada.Pior criam uma burocracia medieval para justificar seus altissimos salarios.Normalmente são eles que pagam qquer preço por produtos e se endividam irreponsavelmente ,depois querem aumento,não quero dizer que não há gente seria,mas isso é obrigação.A questão é que esta insustentavel

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

DE MARCHINHAS DE CARNAVAL...

ERROU DE NOVO, SR. MICHEL SAAD NETO!

CURA GAY E OUTRAS IMBECILIDADES EMPURRADAS PELA MÍDIA