SINDICATOS PERVERSOS II

Na crônica anterior eu comentava da cupidez dos sindicatos, de maneira geral, e de eles usarem a base como "massa de manobra."

E não é que esses meninos levados não me frustraram? Acreditem ou não, tem dirigente sindical querendo conclamar suas bases a saírem às ruas, em defesa dos réus do MENSALÃO!!!!!!!

Que loucura é essa? Se querem proteger os caras, que vão lá! Mas colocar o couro de sofridos, espezinhados trabalhadores a serviço daquela corja? O QUE É ISSO? ALGUÉM CHEIROU COLA?

Senhoras e senhores, será o fim da picada se trabalhadores forem convocados a saírem às ruas para defender... CRIMINOSOS!!!!

A pergunta que não quer calar é... a quem isso aproveitaria? Vocês acham mesmo que a base vai ter alguma vantagem, em segurar a onda daqueles salafrários? Eu lhes digo - NENHUMA.

Continuarão vivendo suas vidas sofridas, tendo serviços de Saúde, Segurança, Educação solapados por desonestidades cometidas a torto e a direito, no mesmo nível do "Mensalão". E não me venham dizer que a coisa é política, porque o nome continua sendo crime.

Quem vai se beneficiar com o beneplácito dos defendidos são as lideranças sindicais, que estarão então pavimentando o caminho para si. Me digam que eu estou errado, me chamem de alienado. MAS, antes, olhem os exemplos que temos.

Tentem encontrar um ex-dirigente sindical que vista mesmo a camisa dos sindicalizados. Vão encontrar um bando de dissimulados, que vestem a camisa dos partidos, e se bandeiam de opinĩão com a facilidade com que prostitutas trocam de freguês. Me digam se estiver errado, mas já ouvi um depoimento triste de um político - "nós votamos o que é consenso no partido."

Entendem? Não é o que é justo ou benéfico para o povo, é o que é favorável AO PARTIDO. Ah, moleques, eu conheço vocês!

Brasil, de homens públicos podres por dentro, brilhantes por fora... como tua gente sofre por causa desses pilantras...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DE MARCHINHAS DE CARNAVAL...

ERROU DE NOVO, SR. MICHEL SAAD NETO!

CURA GAY E OUTRAS IMBECILIDADES EMPURRADAS PELA MÍDIA