quinta-feira, 30 de agosto de 2012

SISTEMAS AUTOMATIZADOS E ESTUPIDEZ

Passei hoje 20 (VINTE) minutos tentando acessar um boleto bancário, via internet, para imprimí-lo e pagar.

VINTE MINUTOS. E não tive sucesso, simplesmente porque as informações pedidas no formulário não coincidiam com absolutamente NADA do documento que o cedente do título me enviara.

Nada obstante, o CNPJ da empresa cedente, bem como da sacada foram indicados sem erro. Igualmente a data de vencimento. E também um código de segurança, solicitado.

Sabem o que acontece? Quem projeta esses sistemas automatizados não usa os tais serviços. Porque para se conheceer posição de um determinado título, seriam necessários tão somente os CNPJs das entidades envolvidas, o dia de vencimento e, adicionalmente (já seria excesso), o valor a pagar! SIMPLES ASSIM. Qual seria o problema se houvesse uma listagem de 500 títulos (coisa que considero fora de questão) vincendos num mesmo dia, cobrados pela mesma empresa, e pagáveis por uma outra? Se clicava em cima do título desejado, e "voilà"!

Mas algum "mané" resolve acrescentar um número que pode ser qualquer coisa, embora uma janelinha de ajuda diga que será o número da nota fiscal. E SE NÃO HOUVER NOTA FISCAL?

Pessoas, a turma pensa em quase tudo, menos em reduzir a burrice. É por essas e outras que nossa terra é tão burocrática...

(hoje eu acho que estou meio azedo...)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUANDO A INTELIGÊNCIA ENCONTRA A ALIENAÇÃO

Com muito prazer republico um texto profundíssimo, que pode divertir, e vai trazer muita luz, sobre o momento político que vivemos. É ...