DE PILANTRAS E PROTEGIDOS

O excelente site "Congresso em Foco" traz-nos hoje a informação de que quatro funcionários da Camara dos Deputados receberem, ao longo de 18 meses, a bagatela de aproximadamente R$ 4.000.000,00.

Considerados valores médios atribuíveis a cada um dos marajás, nenhum deles esteve sujeito ao preceito constitucional de que nenhum servidor público receberá mais do que os Ministros.

Bem, bem, bem... nessa terra de ninguém, onde as leis são violadas por quem as faz, isso não nos causa muita espécie. Afinal de contas, os beneficiados com a bolada não fizeram as leis que ampararam seus lucros (isso não é salário, pelamordedeus, pessoas!). Alguém acima deles fez o regramento, ou ignorou regramentos, e eles foram beneficiados.

A questão é... até quando? Até quando seremos escarnecidos pela corja planaltina? Até quando aqueles senhores de aparência (só aparência) séria e "posudos" vão tirar proveito dessa massa ignorante e alienada, que é a nossa gente?

Até quando as classes A e B seguirão sem notar que ao deixarem de cuidar desses problemas que menciono estão na verdade dando um tiro no pé?

Será que ninguém entende que a malandragem do Congresso Nacional, desvirtuando, corrompendo, protegendo seus quadros, está andando na contramão da história?

Será que não entendem que um dia desses essa massa pode se enfezar com os maus tratos continuados, e virar o bicho?

Que estamos sentados num barril de pólvora, é certeza. Tomara que D. Dilma desative a bomba, sendo menos paternalista, mais desenvolvimentista, com mais maturidade para encarar nossas classes menos favorecidas.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ESCOLAS DE DELINQUENTES

ERROU DE NOVO, SR. MICHEL SAAD NETO!

DE MARCHINHAS DE CARNAVAL...