ALUNOS OU BESTAS-FERAS?

 Uma sociedade de valores invertidos NÃO EVOLUI

Canal televisivo de alcance nacional nos traz hoje matéria incrível, sobre a violência praticada por alunos (?!?!?!?!?!) contra professores.

Pensem, meus irmãos... Podem ser ranzinzas, podem não ter didática, podem ser carrascos, mas... vamos e venhamos... pensem em profissionais mais inofensivos do que professores!!!!

Comemorado hoje (15.10) o seu dia, os professores não têm o que comemorar... são literalmente marginais modernos. Sofridos representantes de uma carreira nobre, abnegados (porque muitas vezes sofrem privações para cumprir seus misteres, EU SEI DISSO!), teimosos ao tentar incutir conhecimento em cabeças que teimam em querer ser rebeldes... São de modo quase geral, PESSIMAMENTE pagos... que glória há em ser pária?

Como vai ser, meus irmãos? Vamos mesmo substituir os professores, esses "marginais", por máquinas que ensinem? Vamos deixar esses seres obsoletos, verdadeiros mamutes, para trás, mesmo?

Não, meus irmãos, não é assim que se faz a civilização. Não é assim que se constrói uma sociedade.

Uma sociedade tem heróis "imexíveis" (odeio esse neologismo). Professores, bombeiros, engenheiros, médicos (sérios, claro), são categorias sem as quais não se pode progredir. Talvez outras categorias prescindam de maior peso, mas essas aí são totalmente necessárias.

Não é aqui que se vai mexer na equação. PRECISAMOS DE PROFESSORES.

O lado da equação a ser modificado tem a ver com gerações extremamente rebeldes, que não aprendem a se comportar dentro de seus lares (não por acaso temos tão grande população presidiária!), pessoas que não sabem o significado da palavra respeito, transmutada (tal palavra) em medo de armas, medo de xingamentos, medo de meras agressões...

Sabem, meus irmãos? Os reflexos de falta de educação de nossa gente (o que se aprenderia em casa - cultura é que se aprende na escola) estão por toda a parte - imundície nos lugares públicos, violência sexual em toda parte, filhos agressores, pais agredidos, torcidas ensandecidas, desrespeito a idosos, depredação de coisas públicas ou particulares... Isso está na base do problema, mas daí para a frente... a cultura está na UTI.

Até quando nossos governantes hão de ignorar a agonia de nosso sistema educacional? Até quando nossos docentes vão apanhar de alunos delinquentes? Até quando pais ensimesmados e irresponsáveis vão bancar as diatribes de seus filhotes imorais, estúpidos e violentos contra nossos professores?

Brasil - o cérebro da nação está sofrendo... tomara que não entre em coma...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ERROU DE NOVO, SR. MICHEL SAAD NETO!

ESCOLAS DE DELINQUENTES

DE MARCHINHAS DE CARNAVAL...