PAULISTANOS SOFRIDOS, INSENSIBILIDADE PÚBLICA

Chegando a mais um final de ano, não se observam grandes mudanças por aí.

Um tributo pesado nossa sociedade viu aumentar ainda mais. A criminalidade aparentemente explodiu Brasil afora. E tal quadro é simbolizado pelo que acontece com a cidade de São Paulo.

Não há que se falar em coincidências. Quando dezenas de policiais têm suas vidas ceifadas, o que salta aos olhos (até recentemente as entrevistas da cúpula de segurança paulistanas se recusavam a admitir isso) é uma vingança da criminalidade organizada. Até aí... colheita de sementeiras amargas... mas enfim...

Mas o detalhe bizarro é que esse massacre está sendo orquestrado de dentro de penitenciárias!!!!! Que diabo é isso?

Defensores dos direitos humanos podem espernear, mas criminosos de carteirinha, como traficantes, pedófilos, sequestradores e estupradores esqueceram que são gente. Assumiram comportamento animal onde, ao tomar suas atitudes, agem atendendo a instintos, não têm misericórdia com suas vítimas. E essa reflexão dura me leva a outra martelada na coisa...

Observaram como incrementou-se absurdamente o percentual de criminosos abaixo de dezoito anos?

Guardem isso... a redução da maioridade penal, por bizarro e fora de moda que possa parecer, NÃO VAI RESOLVER O PROBLEMA, mas vai dar um freio de arrumação. Pais vão ficar preocupados com o destino de suas proles, jovens vão entender que estão correndo risco estúpido...

Só não podemos mais ficar à mercê das entidades dos "direitos dos manos"... isso já foi longe demais... Direitos é para quem os cumpre em relação aos outros... agora deveres são para todos.

Celular em presídio? COMBATE A FERRO E FOGO! Aliciamento de menores? TIPIFICAÇÃO PENAL MAIS CLARA, E APENAMENTO TOTALMENTE RIGOROSO (acho que é um crime hediondo, afinal de contas).

Novas penitenciárias, com modernidade e recursos radicais, do tipo "vacilou, morreu" (criminoso também tem medo de morrer, escrevam). Tornozeleiras para quem não merece se misturar com a escória irrecuperável (eles existem, podem crer, caros leitores). 

Como alguém já disse... " se alguma mãe precisar chorar seu filho, que seja a mãe do criminoso, que resolveu afrontar a lei, e não as mães de cidadãos comuns (alguns até inocentes de menos de ano de idade, como recentemente aconteceu)." Isso - por incrível que pareça -  É JUSTIÇA.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DE MARCHINHAS DE CARNAVAL...

ERROU DE NOVO, SR. MICHEL SAAD NETO!

CURA GAY E OUTRAS IMBECILIDADES EMPURRADAS PELA MÍDIA