sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

A INFINITA BOBAGEM

Ontem, trocando canais da TV aberta, me deparei com um programa do PV - Partido Verde, com sua visão institucional.

É certo que essa legenda partidária me atrai, porque tem bandeiras oportunas e que, caso sejam mesmo abraçadas e implementadas, fariam diferença, para nossa gente, para o Brasil, para o mundo...

Só disse que ela me atrai. Não gosto de políticos, embora os tenha de tolerar.

Mas então, creio que lá próximo do meio da programação, me aparece um certo senhor, por sinal razoavelmente corpulento, aparência de letrado, que me trouxe uma pérola verdadeira, à guisa de solução para o trânsito conturbado de nossa terra.

O verdadeiro gênio que elaborou a tese seguramente só pode ombrear com os técnicos do MIT! Vai ser genial assim nos "quintos"!

O dito cujo apresentador profere então que a multiplicação desordenada das frotas de veículos particulares é a responsável pelos gargalos de tráfego, bem como pelo crescente índice de mortes no trânsito. E ensina alto e bom som que a gestão do transporte público resolveria o problema...

Mas vejam, pessoas... as fábricas de automóveis, que aqui aportaram originariamente a pedido do governo brasileiro, se interromperem sua produção, hão de demitir empregados. E agora, como ficaria a coisa, PV?

Acontece que a proliferação desenfreada dos veículos pelo mundo afora é um dos carros-chefe do desenvolvimento capitalista. Aqui no Brasil é que nossa gente sofrida, que não tem dinheiro para trocar de carro vai lutando com seus "pés-de-bode". E em toda a parte proliferam carcaças abandonadas, porque nós ainda não temos mecanismos eficientes de reciclagem dos usados. Porque os países desenvolvidos convivem muito bem com suas "populações mecânicas".

Mas a problemática não se esgotaria com a redução da oferta de veículos. Isso representaria demissões em massa de gente capacitada, e a elevação perniciosa dos preços do que há por aí, o que traduziria um outro fator de pressão inflacionária.

E, em paralelo, a questão do transporte público é nada mais, nada menos do que o exercício da boa vontade e capacidade administrativa, porque nós - a população - estamos torcendo por melhorias, por transporte público CONFIÁVEL, por transporte FERROVIÁRIO de qualidade (como os da Europa, que nos fazem gemer de inveja), como meios de navegação de nossos rios maravilhosos, e tão mal aproveitados do ponto de vista do transporte...

O PV até tem boas intenções, mas sua arquitetura de planejamento é capenga. Melhor seria não dizer nada, do que liberar ao espaço "abobrinhas", como as de ontem...

Não que o restante exposto não fosse de boa qualidade. Mas uma maçã podre no meio da cesta vai corrompendo as outras... esse, alías, é um mal recorrente nos bastidores da política nacional, e me refiro tanto a idéias quando a gestores das tais idéias...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUANDO A INTELIGÊNCIA ENCONTRA A ALIENAÇÃO

Com muito prazer republico um texto profundíssimo, que pode divertir, e vai trazer muita luz, sobre o momento político que vivemos. É ...