sábado, 30 de março de 2013

ÚLTIMOS ASSALTOS NO CONGRESSO NACIONAL

Mas então, na surdina, aproveitando-se o feriado prolongado, o presidente da Camara dos Deputados, deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN, lembrem-se desse nome!!!!), decidiu revogar ordenamento instituído no ano passado - 2012, pelo então presidente Marco Maia, que limitava o reembolso de despesas com atendimento médico.

Assim, não haverá limites para despesas que por acaso forem cometidas pelos integrantes da casa, junto a estabelecimentos/profissionais médicos.

Foi além, como se isso não fosse afronta suficiente. Determinou a retroatividade da medida, o que na prática equivale a levar algumas centenas de parlamentares a reverem suas contas anteriores, a débito do Erário.

A saúde dos Ilmos. parlamentares é importante.Naturalmente. Igualmente o é a saúde dos seus eleitores.

Aqui temos um primeiro conflito de interesses. Enquanto quinhentos e poucos eleitos têm despesas médicas indenizadas SEM LIMITE, milhões de eleitores têm que se arrebentar para conseguir migalhas de atendimento no SUS, em estabelecimentos "simulacro" de atendimento hospitalar. Vamos em frente...

Um segundo senão, a criticar na nova ordem instituída pelo Sr. Alves, é quanto ao que existia até então, decidido pelo presidente anterior da Casa, Sr. Marco Maia. Ora, ora, ora, será que o Sr. Marco Maia seria tão irresponsável, a ponto de propor algo inatingível?

Prossigamos. O Sr. Alves ponderou, em defesa de suas novas diretivas, que a verificação de cada caso gerava atrasos imensos, e para sua resolução, precisariam de ter mais mão de obra para manuseio dos documentos!!!!

O FIM DA PICADA.

O homem se elege com um discurso de austeridade, e uma de suas primeiras medidas é justamente abrir os cofres da Câmara, historicamente de difícil controle!!!!!

Sr. Henrique E. Alves, a posição defendida por V. Excia. é totalmente indefensável. Vejamos...

Primeiramente porque é imoral - nossos parlamentares já recebem generosa paga para seu sustento (e que sustento!!!), e nada mais natural de que, superado algum limite existente pelo preço do profissional (ou estabelecimento) de saúde escolhido pelo parlamentar, nada mais natural do que o beneficiário supra de "per si" a diferença!!! Imaginem se o homem vai buscar tratamento diferenciado, de ponta (nada contra, a saúde é fundamental) - nós, do povo, que sofremos nos balcões so SUS, VAMOS PAGAR A DIFERENÇA, EXCELÊNCIA?

Em segundo lugar, soa de um desrespeito absoluto, quase abominável, desdizer o que o ex-presidente fizera. Senhor presidente, estamos em momento de oferecer à população satisfação do que se faz na Casa. Essa brincadeira de desfazer o que foi feito antes cheira a "vendetta" política.

Finalmente, Sr. Presidente, a questão burocrática. Não tenho dúvida alguma em pontuar que a alocação de alguns abnegados "asspones" para fazer a conferência dos processos sairia muito mais em conta do que autorizar indistintamente as indenizações sem limite. Excelência, a Camara têm aproximadamente 600 assistentes administrativos, entre estáveis e não estáveis (que ganham a partir de R$ 10.000,00/mes)!!!! Uma meia dúzia desses servidores abnegados com toda a certeza resolveria o "imbrógliio".

Vê, Excelência, que demonstração de descaso V. Sa. ofereceu, em relação à nossa gente sofrida?

O Sr, austero? Está brincando, Excelência. Talvez no âmbito familiar, mas na presidência da Camara está demonstrando, por esse e outras medidas, que é na verdade UM PERDULÁRIO - claro, com os recursos alheios, no caso, os pertencentes a todo o povo brasileiro...

EU NÃO VOTO PELA REELEIÇÃO DE HENRIQUE EDUARDO ALVES (de jeito nenhum, e graças a Deus não voto no estado do homem)! Será que os eleitores do Rio Grande do Norte, aquele outro estado da Federação, deixado às traças por seus eleitos - VÃO VOTAR NELE? DUVIDO!



sexta-feira, 29 de março de 2013

MERCADORES (MODERNOS) DA MORTE

Por um telejornal de hoje, sexta, 29.03.2013, fiquei sabendo que as montadoras de carros, a partir de 2014, terão de oferecer toda a sua produção equipada com sistema de freios ABS e "air bags". A turma indica um incremento nos preços em torno de 30% do preço final. UM ABSURDO, já se vê.

2014. Vale lembrar que nos Estados Unidos, essa exigência é de 1986.

Agora vejam, senhoras e senhores... nossos automóveis/utilitários saem da linha de montagem com motores de rendimento cada vez melhor, com acabamentos de última geração (tintas eletroreativas, etc e tal...). tudo para o conforto (???) dos usuários.

Mas segurança que é bom mesmo, você compra por alentados milhares de reais a mais. Aliás, tente comprar um carro do jeito que quer, numa concessionária qualquer. A possibilidade de sair no mesmo dia com o carro desejado é próxima de zero - ora não têm a cor desejada, ora têm SÓ com ar condicionado (outra coisa que no Brasil teria que ser de série), ora têm SÓ sem ar condicionado, ora têm só automáticos, ora... chega a ser embaraçoso, tanto para quem compra, como para quem está tentando honestamente defender sua comissãozinha...

Mas o ponto aqui é o seguinte - essa choldra nos empurra o que querem, MAS NOS NEGAM SEGURANÇA!

O ex-presidente Fernando Collor chocara alguns círculos, ao se referir aos carros produzidos no Brasil como "carroças'... ELE SEMPRE ESTEVE CERTO, nesse particular, preciso dizer.

Pessoas, um sistema de freios eficiente É O MÍNIMO para quem quer o melhor para seus clientes. Um sistema que os proteja em caso de colisão? Necessidade essencial.

Ok, vão precisar instalar um punhado de sensores. Mas a sede de cada um deles já está instalada, e o custo de uma produção em massa NÃO ELEVARIA em 30% o custo final, estou certo disso... O espaço dos "air bags" já existe, basta ser preenchido, e conectado aos sensores de impacto correspondentes...

Essas indústrias automobilísticas - me fazem lembrar dos laboratórios de medicamentos, que produzem maravilhas, mas poucas pessoas sabem qual foi o grupo de controle das pesquisas, e/ou quantas pessoas foram sacrificadas para que você, leitor, tenha a última maravilha da ciência farmacêutica nas mãos!

Para mim são todos mercadores da morte, lidando com vidas humanas com descaso, eu diria mesmo com desconhecimento da existência delas.

Mas tem mais ainda... no domingo eu digo mais...

REVOLUÇÃO? QUE REVOLUÇÃO?

Vem aí produção cinematográfica sobre o golpe de Estado de 1964, que alguns papalvos acham por bem denominar "Revolução Militar".

Não miro demérito algum dos dignos integrantes de nossas forças armadas, com a abertura algo ácida da crônica. Ao contrário.

Mas vamos aguardar dito cujo filme, produzido pelo Sr. Camilo Tavares, e - uma vez que eu estava lá, literalmente, vamos ver o quanto há de verdade no resgate daqueles anos de desafio.

FOI ALÍ, como em nenhum outro lugar, que nosso Brasil foi colocado de joelhos, como permanece até hoje.

Querem ver uma ligeira amostra?

Vocês podem me chamar impertinente, mas a reforma do ensino que foi perpetrada pouco depois foi um sequestro cultural inaudito, que tornou nossos professores de uma hora para outra fora de contexto (notem agora a agonia de nosso sistema educacional!), e produziu uma plêiade de livros inúteis, que por sua vez ensejaram gerações meio aculturadas, somente.

Sabem... é mais fácil dominar os incultos, especialmente se o poder de polícia está na mão de quem domina.

Por isso tivemos o surgir dessa coisa ridícula chamada de "Matemática Moderna" - podem procurar no resto do mundo, e não encontrarão essa salada de números, que pelos parâmetros pré-revolução eram bem mais palatáveis.

Aparatos de previdência social foram modificados, o assistencialismo governamental foi se ampliando, e hoje temos uma sociedade dependente - eu diria viciada em - do beneplácito oficial, antes que em sua própria capacidade produtiva. Ah, claro, há aqui e acolá algumas iniciativas, que demonstram como nosso povo é bravo, mas a coisa para por aí, sujeita à autorização das oligarquias dominantes.

Só comentei a Educação. Bem... Vamos esperar pelo tal filme. Depois eu lhes conto o resto.

Brasil, como querem o teu mal, desde a descoberta!!!! Pátria amada, levanta-te!

quinta-feira, 28 de março de 2013

A ONU, NOSSO SISTEMA JURÍDICO/PENAL E OS BRASILEIROS

Notícia de hoje informa que a ONU, em missão ao longo de dez dias, em solo brasileiro, detectou anomalias preocupantes, na aplicação da Justiça, e nos sistemas penais nacionais.

De passagem, ficamos sabendo que o Brasil detém uma das maiores populações carcerárias do mundo - perto de 550.000 detentos, de cujo número muitos ainda não foram julgados - encontram-se em prisão preventiva.

Juntamente com essa distorção do juízo e suas atribuições, tangenciam a questão da aplicação da lei a minorias e/ou diferentes etnias.

O governo brasileiro - coisa óbvia - ainda não disse nada. Por seu turno, o Ministério da Justiça, indagado a respeito, nada disse.

Claro. Quem manda está fora do âmbito do relatório da ONU. Assim, eles não têm nada a dizer.

Penso, entretanto, que a ONU deveria "pari passu", ir às raízes da problemática, e analisar a precariedade da maioria dos órgãos judiciários (são "ajeitados" só os das grandes cidades, e olhe lá!), a corrupção em todos os escalões, e a efetividade do combate a alguns tipos de ilícito.

Temos órgãos da Justiça (seja federal ou estadual), onde literalmente serventuários "batem escanteio e correm pra cabeçear", enquanto em Brasília, e em uma meia dúzia de capitais, eles trombam uns nos outros. Digam que eu estou errado!

Até recentemente estávamos no anacronismo daqueles autos imensos, que agora estão sendo vertidos para ambiente informatizado, e isso sem dúvida há de impactar alguns trâmites - ainda um dia desses um advogado amigo meu se queixava de que, ao abrir certos documentos, já era considerado intimado, então ele às vezes se via obrigado a agilizar coisas, para atender aos novos padrões "on line".

O Judiciário debate-se historicamente com uma sequidão de recursos comparável ao nosso Nordeste sofrido, impossibilitado assim de nomear mais servidores e/ou magistrados - claro que para o Legislativo nunca faltam verbas, de se notar os dispêndios milionários que fazem por lá.

Mas então, chegamos ao tratamento dos presos, propriamente dito. Prisões de onde os criminosos saem quando querem, agentes penitenciários adeptos de "favores" aos detentos, empresas servidoras (alimentos, por exemplo) ganhando rios de dinheiro, e entregando produtos abaixo da crítica...

A ONU não pode se ater a essa análise superficial que suspeito tenha acontecido. E suas observações NUNCA vão sequer melindrar nossos governantes. Mas eu queria ver como eles reagiriam, se fossem colocados num relatório o rio de recursos que a corrupção literalmente suga do governo, QUANTOS DE NOSSOS PARLAMENTARES têm problemas com a Justiça, porque as licitações são tão facilmente fraudadas...

Querem mesmo diagnosticar o Brasil e seus males? OLHEM DE NOVO, e com especial atenção para o planalto central, senhores observadores da ONU...

Brasil, quando teus líderes vão se emendar? Vamos continuar assim, passando vergonha mundo afora? Mas eu te amo, Pátria amada!

quarta-feira, 27 de março de 2013

ATÉ VOCÊ, FERNANDA MONTENEGRO?

O falecido Carlos Imperial dizia: "sem liberdade de pixação, nenhum elogio é válido."

Assim, me dou ao direito de criticar o que público se torna, seja bom ou mau. Ou seja, liberdade de opinião, algo pertinente à democracia.

Vejo aqui, em site de notícias importante, que a atriz Fernanda Montenegro teria beijado a também atriz Camila Amado, em protesto pela presença do deputado Marco Feliciano, na CDH.

Um ícone do mundo artístico, a Fernanda... Sou seu admirador desde muito tempo atrás, desde a década de 70 (século passado). Uma mulher que, o que ela apoia costuma ser coisa séria.

Não entendi, entretanto, o simbolismo do dito cujo beijaço.

Será que ela queria se revelar homoafetiva? Ou dizer que apoia as lésbicas? O que seria?

Na verdade, penso que o ato público perdeu-se em meio a outras manifestações de estrelismo, quando melhor seria aproveitado sob outras bandeiras. A Fernanda poderia usar seu beijo inusitado para protestar contra os seguintes temas:

- A ascensão do Sr. Renan Calheiros à Presidência do Senado (teve algum ato de protesto, Sra. Montenegro?);

- O assento concedido ao Sr. Genoíno, mesmo após ele ser condenado, através da AP 470 (e aqui, algum protesto?);

- Os desvios gritantes de verbas em obras públicas (nunca vi protesto de artista sobre isso, me corrijam se eu estiver errado!);

- A digna senhora protestou alguma coisa, ou usou algum outro beijaço, para protestar contar a gastança inexplicável da Presidenta Dilma Roussef e seu "staff", na viagem para a entronização do novo Papa - poderiam ter se hospedado na embaixada brasileira em Roma, mas preferiram um hotel 5 estrelas, e a despesa beira os R$ 320.000,00 - PARA UMA VIAGEM de 4 dias, para assistir a uma cerimônia que no máximo duraria duas horas (nem deu isso, ao que consta). Então, algum protesto da senhora, ou de algum dos artistas?

Com todo o respeito que a Fernanda de mim merece, mas creio que a força da popularidade de nossos luminares deveria estar focada em coisas mais importantes.

Sim, porque o deputado Feliciano, se mantido onde está, MUITO POUCO fará - ele tem um colegiado, na comissão. E não se pode condená-lo pelas convicções que tem - isso é sequestro de liberdade individual.

Lamentei o beijaço e sua finalidade, Fernanda. Sinceramente...

Brasil... até tuas cabeças coroadas me fazem surpresas desagradáveis... Mas eu te amo mesmo assim, Brasil!

PÁSCOA - O QUE MESMO?



Modernamente, quando se comenta sobre a sexta-feira da Paixão, surgem quase que automaticamente projetos de viagem, retiros espirituais, visita a parentes, mesas com preparações à base de bacalhau e, por prosaico que parecesse, produções de chocolate (ovos grandes e pequenos, colombas, coelhinhos de chocolate... etc e tal.)

Notem bem, senhoras e senhores. Pouco ou nada se comenta sobre a Última Ceia, nem do sacrifício de Cristo, que é de onde surgiria a Páscoa D.C.

Até alí tal evento era celebrado somente pelos judeus, e tinha o fito de relembrar àquele povo a libertação miraculosa que teriam experimentado, da servidão ao Egito, conforme nos narra a Bíblia.

Então, temos que a Páscoa foi estendida a toda a Cristandade, e as outras religiões de alguma maneira se beneficiam do feriado - não me lembro de ouvir dizer de gente protestando porque queriam trabalhar na sexta-feira da Paixão!

Mas... sempre o capitalismo, esse polvo insaciável, com seus tentátulos perscrutadores... Imaginaram que, assim como o Natal, onde presentes historicamente são trocados, para de alguma maneira representar o Presente que Deus concedeu aos homens (na pessoa de seu filho nascido homem), o evento da Páscoa poderia originar algum lucro. Mas como fazê-lo?

Do simbolismo da vida que se renova, representado por ovos (de verdade) presenteados entre as pessoas da Cristandade, os confeiteiros franceses descobriram o "ovo de Colombo" (se me permitem a representação). Notem bem, NÃO FORAM OS AMERICANOS, dessa vez, os autores da façanha.

Sou fascinado por chocolate (inclusive em sua forma puríssima, praticamente só cacau, como encontramos na Bahia). Nada a ver com a lucratividade dos espertos que vendem um ovo de 250 g por R$ 15,00 e uma barra de chocolate de 250 g por R$ 4,50.

O que me deixa meio ensimesmado, quase macambúzio, é que tudo na Páscoa, agora, gira em torno de chocolate! E assim, as novas gerações sabem quase nada dos simbolismos - sequer a renovação da vida, muito menos o sacrifício de Cristo!

Bem, torçamos para que nessa Páscoa que se avizinha ninguém se enforque (como aconteceu ano passado, no Nordeste). E que as pessoas busquem entender o sentido por trás da ingestão desmedida de doces à base de cacau.

De passagem... acreditam que Brasil e África produzem cacau, mas o melhor chocolate vem ou da Suíca ou da Bélgica? Vai entender... espertos são eles... a gente vende cacau a preços módicos, e eles, quase que num "drawback", nos devolvem chocolate, a preços surpreendentes! E vai reclamar do preço!

Feliz Páscoa aos meus leitores, com a relembrança do verdadeiro simbolismo pelo qual a Cristandade para (e obriga o resto do mundo a parar)!

terça-feira, 26 de março de 2013

A CDH É DE QUEM? NÃO RENUNCIE, FELICIANO!

As coisas me parece estarem se acalmando em torno da CDHM, por causa da eleição do deputado, Pr. Feliciano, para presidí-la.

UNO-me às vozes que suportam o deputado, em sua posição.

Acontece que nós estamos sob pressão de uma minoria que NÃO ESTÁ AGINDO com imparcialidade. Sequer consideram o que já foi amplamente publicado sobre as raízes do ilustre deputado, como desconsideram o direito que ele tem de pensar.

Mas então, como será a coisa? VAMOS NOS CURVAR a essa tirania, em nome de proteção a esses ou aqueles? Vivemos num Estado democrático ou não?

Estou certo de que se a coisa fosse séria, o homem nem sequer seria eleito deputado. Assim, mostrar uma face de uma hora para outra é argumento muito pequeno, insignificante mesmo, para se condenar alguém - e o que vemos é pura e simples tentativa de condenação, nem sequer há uma acusação - porque a uma acusação se oporia a defesa necessária, mas a defesa nesse caso é ignorada.

Posso eventualmente não pactuar com os valores que o Sr. Feliciano embraça, mas NÃO PACTUO DE MANEIRA NENHUMA com uma coisa imposta por uma minoria, e da maneira como está sendo imposta. Copia com razoável fidelidade os processos da Santa Inquisição, e mesmo fogueiras as há - a imprensa venal que foca o protesto, mas não enaltece a defesa do homem. Isso não é justo, não é moral, não é democrático.

Ademais, caríssimos, o homem não estará sozinho em suas decisões, no âmbito da Comissão. Terá seus pares debatendo palmo a palmo as propostas e resoluções... ora, qual o problema?

Observem pesos diferentes, quando se trata, por exemplo, de considerar os membros do Congresso que foram condenados pela AP 470! Quandos desses energúmenos foi vociferar na ocasião de suas posses?

Eu lhes digo - há dinheiro rolando na parada, senão essa cambada estaria já relaxando, e cuidando de seus afazeres (me parece inclusive que não são muitos, enquanto a CDH tem mais o que fazer do que "tourear" estourados.

Claro... há também seus minutinhos de glória, como aquele moço que subiu em cima da mesa para protestar. Quer aparecer? Pendura uma melancia no pescoço e vai peitar os desmandos do Congresso, filho!!!!

NÃO RENUNCIE, deputado! O Brasil não encampa esses meninos sem noção!E a CDH É DO BRASIL, não pertence a um grupelho que não considera as consequências de seus atos.

E tirem a Anistia Internacional disso, pelamordedeus!!!! Isso é mais do que ridículo, beira a insanidade, envolver aquele organismo nessa querela sem finalidade!

Brasil... cada decepção teu povo me oferece!!!! Mas eu te amo, mesmo assim...



segunda-feira, 25 de março de 2013

CRIANDO UM MITO - MARCO FELICIANO


Hordas de manifestantes têm se levantado contra a permanência do Sr. Feliciano na Comissão de Direitos Humanos. Já até acionaram padrinhos poderosos, como por exemplo, a Anistia Internacional.


Mas, porque se recusam sistematicamente a conferir o fundamento das acusações, e o motivo dessa resistência denodada do homem em se retirar do posto?


Simples... esses energúmenos que agitam cartazes, e enchem redes sociais de bilhetinhos sem noção, estão sendo literalmente "pagos" para fazerem isso e, ao tempo em que o fazem, formam uma cortina de fumaça sobre irregularidades graves que estão acontecendo ao mesmo tempo, em outros pontos do Legislativo.


A Anistia Internacional também deveria ser informada de que o homem que chamam de racista É AFRO-DESCENDENTE. Deveriam também ser informados de que sua postura em relação aos homossexuais não é política e como tal não se mistura, mas é religiosa, por suas convicções, convicções pessoais que a própria Anistia Internacional defende, "latu sensu".

Por outro lado, não podemos condenar essas crianças que têm se manifestado (notaram como praticamente não há pessoas de mais idade nos protestos? Gente mais madura PENSA.

Ao contrário, essas novas gerações me parece até que cultuam a alienação, o desconsiderar dos limites das liberdades individuais, o desrespeito às pessoas e instituições.

ESQUECEM de que o Sr. Feliciano, se permanecer no cargo de presidente da CDH, NÃO DECIDIRÁ SOZINHO as matérias que tanto temos infundem aos papalvos que protestam. Existe um colegiado, sabem? Que decidirá juntamente com o presidente.

Porque vocês não vão pressionar quem REALMENTE tem culpa no cartório? Os políticos corruptos (podem procurar, vão encontrar às dúzias), os governantes que não fazem nada pelo povo, os administradores da coisa pública que a tratam como se particular fosse...

Ah, meninos, vocês me cansam com esses protestos pífios e sem fundamento. Mas não os culpo, ainda... Viver em sociedade exige aculturamento mínimo, e isso lhes tem sido negado, eu entendo isso. Por isso os perdoo.

Brasil, de tantas coisas a corrigir! Por onde começar, exatamente?


PETRÓPOLIS PEDE SOCORRO

"Olá, sou do Bairro Alto da Serra e tenho alguns parentes abrigados na Escola Municipal Veredor José Fernandes da Silva, (antigo EMAS) após a tragédia que ocorreu das chuvas no dia 16/03, venho aqui declarar que meus familiares e todos que estão desalojados na escola, estão completamente insatisfeitos com a forma que estao sendo tratados, eles simplesmente estao deixando-os "jogados". Estão prendendo os cobertores, estao comendo a mesma comida a uma semana, pois os funcionarios da escola estão desviando os donativos enviados pelo Governo! Ficamos extremamente preocupados com o que está acontecendo, pelo fato de todos que estao ali alojados já estão sofrendo muito por perdas de parentes, amigos e bens.E ali onde era pra eles terem um pequano conforto e bem estar, estão se sentindo tratado feito animais! Conto com a colaboração de vocês, pois estão todos ali abertos para dar qualquer declaração para imprensa, e acho que vocês com certesa nos ajudará"

Desta maneira, acima, um morador do bairro Alto da Serra, em Petrópolis, está denunciando uma pilantragem acontecendo por baixo do pano. Segundo o moço, funcionários da escola utilizada como abrigo estão DESVIANDO donativos enviados pelo Governo!

Pessoas, alguém aprontar uma sacanagem em tempos de normalidade... fazer o que, não é mesmo? Há inocentes para tudo.

Mas se aproveitar de momentos de aperto, de emergência, de luto (eventualmente), PARA ROUBAR?

Porque não me ocorre nenhum verbo que possa ser aplicado aos atos que essas pessoas, se isso é verdade, estão fazendo...

Ei, "supervisores da catástrofe"!  Poderiam, por gentileza verificar o que os subalternos estão fazendo com as coisas destinadas aos desabrigados?

Pais de família, mães, crianças e idosos agradecem!!!!!

E quanto aos ladrões... independentemente de penalizações, vocês pra mim são parte da escória que estraga o Brasil... TOMEM VERGONHA!

domingo, 24 de março de 2013

PORQUE "FABULOSO"?



De vez em quando eu escrevo alguma coisa sobre jogador de futebol.

Não, eles não são pilantras (ao contrário dos integrantes de uma certa agremiação lá do Planalto Central). Mas comento seus momentos, e sua inserção no contexto público.

Por esses dias o jovem Luís Fabiano, atacante do São Paulo, tem vivido um pequeno inferno particular.

Foi alvo de uma condenação a quatro jogos "no gancho", por ter se dirigido de forma beligerante, acintosa, agressiva mesmo, ao árbitro de uma das partidas da Taça Libertadores, ora em curso.

Aqui e acolá, se insinua que ele está sendo "marcado" pelos juízes, etc e tal... mas é claro que está!

Um atleta internacional (quer-se dizer que ele já jogou no exterior, nada mais), o moço tem um histórico já alentado de atitudes irritadas, e outras tantas mandadas "para o chuveiro" antes da hora. Assim, não se trata de marinheiro de primeira viagem, um coitadinho qualquer.

Pela sua projeção naturalmente ele ganha ascendência sobre seus companheiros de clube, e influencia igualmente outras cabecinhas de "fósforo", de outras agremiações.

É por isso que ele está sendo "marcado" pelos árbitros. Afinal, ele representa uma semente daninha que, se não for contida, vai conduzir fatalmente jogadores a peitarem os "referees" por uma faltazinha de nada, uma advertência verbal, um cartão amarelo...

A problemática é espelho da sociedade, microcosmo do que acontece fora dos campos de futebol, na vida cotidiana.

Os brasileiros de forma geral são encantados pela tentação de "peitar" a lei, desrespeitar a autoridade. Os jornais de todos os dias estão repletos de exemplos das mais diversas esferas, mostrando essa "preferência nacional" por desrespeitar as autoridades constituídas (engraçado que até o Congresso Nacional faz isso - porque dariam assento a condenados do Mensalão? Não é uma forma de peitar o STF?).

Para mim, o jovem LF não tem nada de fabuloso. Alguns minguados golzinhos de agora não mostram o brilho de outrora. E em seu quase ocaso, essa estrela dos gramados vai buscando outros fôlegos para se manter em evidência - me parece que violências verbais contra juízes não foi boa idéia.

Parabéns aos árbitros, que o estão conduzindo na "rédea curta". Se não o fizerem, serão atropelados, é mera questão de tempo.




sexta-feira, 22 de março de 2013

CABELOS BRANCOS NÃO RESPEITÁVEIS

Estava lendo matéria sobre o presidente da CBF, Sr. Marin, e atentei para os cabelos "retocados" do personagem.

Pensei cá comigo - não há encanto em mostrar cabelos brancos? O que se passa com essa turma toda que insiste em reduzir o impacto de sua idade? Porque essa desesperada intenção de parecer mais jovem?

Considerações psicológicas e/ou estéticas à parte, eu concluo afinal que é melhor mesmo que algumas pessoas não mostrem seus cabelos brancos.

Costume antigo, já quase totalmente em desuso (para prejuízo da sociedade) mandava que diante de cabelos brancos SEMPRE se praticava respeito. Inclusive isso está escrito nas leis que foram entregues ao povo hebreu, por exemplo.

Muitas culturas (não me lembro de nenhuma exceção) veneraram seus anciãos. Cabelos brancos eram indicativos de mais sabedoria, mais maturidade, mais visão do caminho a seguir.

Definitivamente, muitas cabeças brancas atualmente não merecem respeito. Vide muitos, dentro daquela multidão no Congresso Nacional. Muitos que não se dão ao respeito, que se vendem por alguns recursos a mais (como se fossem levar à tumba os bens amealhados).

Muitos políticos não respeitam seus eleitores, com seus discursos ofensivos (eventualmente até com baixo calão, aqui e alí), além das condutas reprováveis (imaginem um pelotão de senhores investidos de poderes políticos saindo de uma cerimônia de investidura - aconteceu recentemente - e partindo para os prostíbulos de Brasília!!!!! E sem ao menos se darem ao trabalho de dissimular suas tendências pervertidas!

Mas cabeças brancas reprováveis as há também em outra esfera. Vide os homens que dirigem nosso futebol. Pessoas, é inegável que quem patrocina eventos, etc e tal TEM MUITOS RECURSOS. Mas vender interesses é de uma vileza absoluta.

Há igualmente cabeças brancas sugando o erário. Vide os dirigentes de empresas que prestam serviços aos governos - seja federal, estadual ou municipal, a safadeza é indistinta de nível - oferecendo serviços de qualidade pífia, muitas vezes, por preços estratosféricos de modo geral, se revezando para evitar muita exposição... me lembro de um orçamento que o "observatório" da cidade de Londrina reprovou, e o empresário dissera "eu não fiz nada errado, só coloquei o preço!!!"... ah, façam-me um favor... estão literalmente matando sua galinha de ovos de ouro - imaginem quantas prefeituras estão falidas, Brasil afora, por causa desses procedimentos imorais e desonestos!

É, sem dúvida algumas cabeças brancas precisam de tintura. Não quero que meus cabelos brancos, por exemplo, sejam confundidos em suas tendências com aqueles outros cabelos brancos, de salafrários, desonestos, pervertidos, oligárquicos...

E pensando bem, é hora de algumas cabeças pintadas pararem com a prática - para não serem confundidas com os "cabeças pintadas" do mal...

Brasil, de bandidos que se disfarçam de homens de bem... sofro por ti.




quarta-feira, 20 de março de 2013

PARA NÃO ESQUECER

ALGUÉM AINDA SE LEMBRA DISSO?

1) - Dr. Roger Abdelmassih - condenado por violência sexual contra clientes em sua clínica - encontra-se foragido (mulheres, tremei!!!! rsrsrs);

2) - Carlos "Cachoeira" - acusado de envolvimento com políticos, ele, que é contraventor em jogos ilegais, está quase lá... desfruta de um "habeas corpus", e inclusive se casou, aproveitando o momento de calmaria. Se fosse negro e/ou pobre e/ou inculto... provavelmente já estaria liberado dessas acusações "maldosas";

3) - o ex-deputado Fernando Ribas DeCarli filho vai a júri popular dia 26.03 próximo - vamos ver como fica isso;

4) - o julgamento do jovem Thor Batista foi suspenso (se lembram do que aconteceu?). Acho que estão à procura daquele ciclista ousado, que teve o arroubo de bater no carro do moço...

5) - as vendas de sentenças estão meio em voga - já experimentaram "googlar" a expressão? Dá perto de 2.840.000 ocorrências!!!!!! E os magistrados e advogados ainda reclamam quando o Dr. Barbosa dá suas alfinetadas!


DIREITOS HUMANOS = PALHAÇADA

Já disse e repito que não concordo com posições preconceituosas.

Se o Sr. Marco Feliciano cometeu o deslize de mencionar alguma, Ok. Eu, entretanto me dou ao direito de crer que foram pinçadas coisas de seu discurso, para conspurcar a história do homem.

E agora temos uma malta de energúmenos vociferando sobre "direitos humanos", e pedindo a defenestração do ilustre deputado, da presidência da Comissão de Direitos Humanos.

Energúmenos sim, nas acepções secundárias, já que não estou falando de temáticas religiosas, mas de excessos...

Enquanto esses bravos alienados cospem sobre o homem, que NÃO PODE TER PRECONCEITO RACIAL porque é afro-descendente, e TEM SIM O DIREITO DE pensar livremente sobre o homossexualismo, essas crianças rebeldes deixam passar para a Comissão de Constituição e Justiça DOIS CONDENADOS, na AP 470, prestes a terem seus termos de prisão decretados!!!!!

Ah, se querem MESMO proteger direitos humanos, porque não vão fazer piquetes em Brasília por melhores condições de vida aos nordestinos da caatinga?

Lhes digo o porquê. Não dá IBOPE. E essa troupe sem responsabilidade quer os holofotes sobre si, até porque precisam atrair a atenção dos brasileiros, de outros pontos podres, na cesta.

Ninguém mostra seios ou faz passeatas, ou gritas por poços artesianos na caatinga!!!!! Ninguém pinta a cara em protesto pelas menininhas de 11 anos, que são VENDIDAS para a PROSTITUIÇÃO, ao longo de algumas estradas do Nordeste!

Mas... aí de nós!!!!! Um homem tem a coragem de mostrar a cara, de dizer o que pensa, e já o buscamos para crucificar!!!!!

Pessoas, certo ou errado, aquele homem (o Sr. Feliciano) TEM O DIREITO DE PENSAR DE SEU JEITO. E ele sozinho não vai decidir nada, há outros abutres (não pude resistir) à espreita!!!!! Porque então tamanho espalhafato? Porque não dividem pelo menos o grupo de inconformados, para que briguem também com os membros da CCJ? Ah, cutucar a onça ninguém quer, não é mesmo?

Por outro lado, vamos nos curvar à intenção de minorias, e eleger, permitir cargos de direção ditados por elas? ISSO NÃO É DEMOCRACIA.

Brasil... meu Brasil, de crianças rebeldes que nem sabem onde está a chupeta, mas querem gritar... te amo mesmo assim...

DR. BARBOSA, OU A RESSURREIÇÃO DO RESPEITO

Noticieiros de hoje dão conta de que algumas associações de magistrados e/ou de advogados, por todo o Brasil, teriam se incomodado com declarações últimas do presidente do STF, Dr. Joaquim Barbosa, sugerindo que existem relações perigosas entre juízes e advogados.

Reclamam que os casos são pontuais, que o que houver precisa ser denunciado, que não se pode ser genérico com tal temática, etc e tal...

É o relatório.

Como alguém já dissera com muita propriedade, em algum lugar do país, "onde há fumaça, há no mínimo gelo seco".

Transliterando para nossa crônica, se o Exmo. Sr. Presidente do STF nomeia a irregularidade, advertindo para seus efeitos danosos, É PORQUE ISSO ACONTECE. Ora, ora, ora, senhores.

Tem coragem o homem, ao levantar, desde que foi empossado, bandeiras de restauração da seriedade de nossa Justiça. Demonstra que conhece seus colegas de toga, suas maldições e vícios.

O que ninguém suporta é que lhes toquem na ferida, nada mais, nada menos. As associações que me perdoem, mas se todas as ocorrências forem levantadas, eu acho muito difícil alguma vara ficar sem representação!

Acontece que os advogados, à sombra de uma "impunidade profissional", se imiscuem em assuntos que dizem respeito APENAS ao juiz. E esses senhores de lide tão difícil (não se enganem, vida de juiz não é fácil!) premidos por circunstâncias, por ameaças veladas, vão empurrando com a barriga a aplicação REAL da Lei. 

Na direção invertida, quantas ocorrências de "negociação de sentenças" vieram a tona, ao longo do último ano? Pois lhes digo que isso é somente a ponta do iceberg, num mar de processos com trâmites encalhados.

Ora, senhores, vão trabalhar. E deixem o Presidente em sua luta heróica (que beira até a insanidade, pelo tamanho dos desafios a enfrentar) de tentar moralizar essa Justiça, que lhes dá o sustento!!!!!

Já consideraram que o Exmo. Sr. Ministro está tentando "sanear" a profissão de Vv.Ss.? Não entendem que os passos e definições que dá vai valorizar mais ainda CADA JUIZ, CADA ADVOGADO?

Precisamos parar com esse "nhem-nhem-nhem" (parodiando FHC) contra o STF e seu presidente. AO TRABALHO, PESSOAL!!!! E RESSUSCITEM O RESPEITO À JUSTIÇA - um instituto que tem andado meio combalido, ultimamente...

Brasil... onde até a Justiça tem suas negociatas... te amo, Pátria amada!

JOSÉ MARTINS DE ASSIS... "TIGRÃO"

Através de uma rede social famosa fico sabendo do comportamento deselegante, grosseiro mesmo, do vereador - pelo município de Volta Redonda (RJ), ao debater crítica que um de seus munícipes lhe endereçara.

Segundo o Sr. Luiz Eduardo Farias, após uma singela justificativa sobre como votava as matérias, o ilustre edil mandou o Sr. Farias "tomar no *", e logo após vociferou que o homem fosse para a "casa do c-".

Claro, nossos brasileiros em geral incultos, ignorantes, sem argumentos de valor, ao serem provocados normalmente usam desse palavrório chulo, limitado, em que se pretende, além de mera ofensa nominal, constranger o interlocutor, e literalmente "tirá-lo" do caminho.

Natural, pois, que isso aconteça no seio de nossa sociedade, tão cheia de si, que nem nota que somos ridiculamente sem educação, na maioria dos casos.

Mas... trata-se de um vereador. Alguém alçado a posto público, através do voto de integrantes da municipalidade.  E essas pessoas que o elegeram pretensamente merecem respeitto.

O Exmo. Sr. vereador incorreu também num risco desnecessário. Sr. Assis, experimente mandar um traficante ir "tomar no *", porque não? Será que o Sr. terá chance de uma nova ofensa? Se, mesmo não sendo um traficante, fosse um criminoso dessas que recheiam nossas cidades, com armas ilícitas portadas, e o Sr. poderia terminar o dia com um orifício a mais no corpo. ENTENDE, SR. ASSIS?

O Sr. foi de uma infelicidade planar, ao desmerecer assim a massa de eleitores que o elegera, representada naquele Sr. Farias, inconformado com alguma decisão ocorrida no interior da Camara. Faltar com respeito ao patrão é, no mínimo, falta de inteligência.

Mas o Sr. também correu um risco enorme, porque sabe, Sr.? Nossa gente já não aguenta mais ser maltratada por nossa classe política! Estamos literalmente "de saco cheio" (já que V. Excia. aprecia tanto palavras ofensivas) dos desmandos, do fisiologismo, da falta de compromisso...

Faça uma gentileza a si mesmo, medida de segurança para si e a família de V. Excia. - COMPORTE-SE! Talvez o Sr. tenha alguma chance nas próximas eleições para vereador... TALVEZ...

Brasil, país de ignorantes, dominados por ignorantes ao quadrado (ou espertos demais)... te amo mesmo assim...

terça-feira, 19 de março de 2013

PETRÓPOLIS - OU O TRIUNFO DA ESTUPIDEZ COMBINADA COM IRRESPONSABILIDADE

Mais uma vez somos testemunhas de desastre natural na serra fluminense, com taludes deslizando em zonas urbanas de Petrópolis, especialmente. E, naturalmente, com vítimas fatais.

Já se passaram alguns anos (dois), desde que aquelas localidades foram atingidas pela força da natureza. Então, começa a se instalar uma certa naturalidade ao contemplar as tragédias.

Mas o que poucas pessoas refletem é que fazem DÉCADAS que aquelas localidades são atingidas pela MÁ administração pública, combinada com IMBECILIDADE civil.

Explico.

É sabido amplamente que, embora ancorados em rochedos, o terreno do entorno daquelas paragens é altamente friável. É só verificar os relatórios de geólogos anteriores e imediatamente após o evento de 2011.

O fenômeno da aglutinação demográfica depende de dois fatores "sine qua non": a demanda da população e o ordenamento da Administração pública. A vontade pura e simples do povo precisa encontrar a autoridade administrativa, que terá, em última análise, o regramento urbano e/ou rural, de molde a oferecer condições de existência mínimas.

Então, o que temos em Petrópolis (e nas outras cidades em condições de risco)?

Nada mais, nada menos do que uma estupidez popular, que insiste em afrontar a natureza, e depois ficam se lamentando pelas mortes. Gente que teve SIM a chance de escolher, mas preferiu arrostar os elementos. Não me venham dizer que no entorno de Petrópolis não há possibilidades de residência!

Alguém vai opor que condições de transporte, etc e tal, não favorecem escolhas mais seguras.

AQUI entra a Administração Pública. O que se vê CLARAMENTE É DESCASO com a coisa pública e com a finalidade de serviço público, que deveria cumprir.

Graças à leniência (estou cansado de usar essa palavra com a finalidade precípua) de meia dúzia de incompetentes, na prefeitura de Petrópolis, não se fiscalizam aquelas construções precárias, ou são deferidas autorizações para as ditas cujas.

Graças à leniência do governo do Estado, temos quadro de necessidade que deveria ser resolvido desde dois anos atrás, MAS AINDA PERSISTE sem soluções.

Graças à vista grossa do Governo Federal, que envia suas migalhas para acudir aquela gente descuidosa e - preciso frisar, ainda que a contragosto, sofrida - mas depois não fiscalizam nada de nada! Aliás, quando e onde se fiscalizam verbas, no Brasil?

Certamente, se nada for cobrado das autoridades sobre zoneamento urbano, e restauração do que foi destruído, CONTINUAREMOS A TER GENTE MORRENDO NAQUELAS ENCOSTAS. A culpa, responsabilidade? ESTÁ AÍ ACIMA.

Como diz um amigo meu... Brasil, um país de tolos... te amo mesmo assim, Pátria amada e ignorante!



segunda-feira, 18 de março de 2013

ARENA PANTANAL - ALGUÉM ESTÁ FISCALIZANDO?

A bola da vez está sendo a Arena Pantanal, lá de Cuiabá, Mato Grosso.

Estive escrevendo há alguns dias sobre o tema, tendo em vista que duas empresas estavam se afastando do projeto, por razões que só a razão (e o Tribunal de Contas do Estado) conhece.

Mas agora nos surge a notícia de que a Ster Engenharia está sendo alijada do projeto, porque não reúne condições de servir ao Estado.

?!?!?!?!?!?!??! Como assim? Quando se descobriu isso?

Vem à luz a informação de que certidões negativas apresentadas ao tempo da licitação agora são irrepetíveis, tendo em vista débitos com a Fazenda Nacional que se aproximam de 10 Milhões de reais.

Mas que diabos? Que mágica é essa que produz tamanha massa de débitos vencidos? Ou a empresa é realmente imensa!!!!

A mim parece que aquelas certidões anteriores - que colocaram a empresa entre as elegíveis para executar a obra referenciada - foram forjadas.

A essa altura do campeonato, o trabalho necessário será providenciado sem licitação - claro! Algo que nosso deputado federal, Sr. Romário de Souza Faria já vaticinara, alto e bom som (ou claramente, para quem quisesse ler). O Exmo. deputado já antecipara que muitas obras seriam assim boicotadas, e terminadas a orçamentos extrapolantes...

Pois bem, o Tribunal de Contas do estado do Mato Grosso deve explicações, no mínimo, aos contribuintes de sua jurisdição. Os Srs. conselheiros daquela autarquia precisam estabelecer claramente SUA CULPA. A responsabilidade daqueles senhores é planar, afinal, não se trata de valores insignificantes, mas de DEZENAS DE MILHÕES DE REAIS.

Mas as perguntas que restam fazer são: QUEM FOI FAVORECIDO COM O DESASTRE LICITATÓRIO? HÁ CONSELHEIROS ENTRE OS FAVORECIDOS?  COMO SE FARÁ O RESSARCIMENTO AOS COFRES PÚBLICOS? ALGUM CONSELHEIRO VAI PRECISAR COOPERAR COM A REPOSIÇÃO?

Ah, pessoas, estou enojado de nossas autoridades. Estou enojado de nossas Administrações Públicas. Com toda a certeza alguns proprietários urbanos e rurais do entorno de Cuiabá estão sendo processados porque devem ITR ou IPTU. Isso se faz com razoável presteza. Mas e a contrapartida, na ponta do uso desses impostos?

Srs. administradores públicos, SEJAM HOMENS (no caráter, na honestidade, no cuidado com o que não lhes pertence).

terça-feira, 12 de março de 2013

DA SÉRIE "VINGANÇAS ESTÚPIDAS"

Site noticieiro importante estampa declaração do cantor Zezé di Camargo revelando que já traía sua ex-esposa há perto de 10 anos ("...fui pegador pra caramba").

Parece-me que essa lavagem públicas de roupinhas sujas tem a ver com a aparição de uma outra pessoa, junto à ex-senhora Camargo. Assim, soa mais como uma vingancinha do que outra coisa qualquer.

Mas, se o simbolismo parasse por aí, menos mal.

O que transcende a mera letra é o caráter bastante "sem caráter" do dito cujo "pegador".

Claro, por esse mundo afora há sempre alguma fã mais afoita, disposta a tudo por alguns minutinhos de fama e, talvez, uma barriga mantenedora. Coisa natural, infelizmente. E acho que todos os artistas de uma maneira ou de outra já enfrentaram esses assédios.

A diferença é o que se faz com o que aconteceu.

Esse moço (para mim é moço, tem menos idade que eu) foi de uma infelicidade absoluta, ao demonstrar que não se importa em proteger sua própria vida ("se sou corno, ela também foi!!!!" - outro sentido das revelações). Não está interessado em dar algum exemplo de valor à sua prole, exceto se o rótulo de "pegador" foi coisa útil ou positiva.

Mas também demonstra a sua abjeção massiva em relação àquelas mulheres que, ao longo da vida, pretenderam tê-lo junto a si. Não está incomodado em à distância, e de forma generalizada, rotular suas fãs de "mulheres ficantes", ou algo assim.

Não causa muita agitação, hoje em dia, uma declaração dessas. A sociedade está se pervertendo numa velocidade alucinante. Então, "trepadinhas" de famosos não causam mais grande embaraço.

Me sinto igualmente anacrônico, quase obsoleto, ao escrever isso. Mas me causa decepção que alguém de tamanha expressão, que literalmente não precisa de esforço para estar no pináculo do sucesso, se preste a comentários tão "rastaqueras", tão denunciadores da pequenez de sua civilidade. Falta de civilidade, falta de discrição, falta de pudor, continuem a lista em meu lugar...

Dona Zilú? Me parece, ao contrário, uma mulher com um "norte". Por isso suportou tantos anos ao lado do "pegador". Ou será que o moço (tadinho!) imagina que sua mulherzinha não sabia? Ah, tenham dó, homens! Nossas mulheres farejam traições a um hemisfério de distância! Possivelmente ela também tinha componente forte na relação (algo meio fora de moda chamado amor, que suporta tudo...)

Ele é quem está fora de sintonia. Vai ficando cada dia mais sem "norte", mais sem inspiração, mais sem alegria. Já começou a descer a escada do sucesso... Podem perguntar aos seus fãs originais (que educaram os fãs mais recentes) se ele não era quase idolatrado porque tinha uma família?!?!?!?!?! Entendem? Ele perdeu a noção de valor de algumas coisas, entre elas o da família que um dia teve. E que mesmo desfeita, mereceria dele um mínimo de respeito, ao evitar declarações que emporcalham mais ainda sua "folha corrida". Como eu disse, está descendo a escada...

O tempo dirá se eu estou errado...

segunda-feira, 11 de março de 2013

ARENA PANTANAL, OU O PRÊMIO DA DESONESTIDADE

O que poderia ser mais atraente para uma empreiteira da obras do que tocar uma obra sem fiscalização?

Melhor... e se os recursos para financiamento da obra lhe fossem confiados sem escalonamento de etapas concluídas? Ou seja, a maior parte já de cara?

Você, que se supõe seja honesto/a, brasileiro/a, certamente iria dar o melhor para cumprir com o planejado, até para manter tal patrão satisfeito, não é mesmo?

Pois então... um estádio está sendo construído mais ou menos dessa maneira, seu nome é Arena Pantanal, em Cuiabá, estado do Mato Grosso.

Só que os que o estào construíndo nào estão nem aí com o patrão - sabem que podem deixar sem fazer que vão continuar recebendo, de uma maneira ou de outra... só posso pensar assim, pelo menos.

Complexo esportivo pretensamente idealizado para fazer frente a alguns jogos da Copa do Mundo de 2014, teve seu início em 2010. Atualmente, ao que consta, tem-se algo em torno de 62% construído.

Empresas participantes do consórcio ganhador da disputa para ter o contrato não estão se entendendo - tem gente prestes a quebrar, tem gente sem receber.  Pelo que se tem apurado, um contingente em torno de 50 operários trabalha no local.

Pergunta a quem de Direito - não sabiam que alguma das empresas consorciadas (no caso, a Santa Bárbara) estava mal das pernas? Ou não são cobradas garantias? Porque a Loyman Assessoria e Montagens não recebe há mais de oito meses? Não fizeram o que se pediu, ou o trabalho feito não foi aprovado? Em ambos os casos, não caberia multa?

Se não for o caso de culpa da empresa, PORQUE NÃO LHES PAGAR?

Igualmente importante - PORQUE o orçamento inicial, estimado em R$ 342 milhões, já está em R$ 519 milhões?

Pessoas, isso é ridículo. Alguém administra essa encrenca de país, ou ele vai se esfacelar!

E nosso  "herói" deputado Tiririca ainda diz que os políticos trabalham duro... sei...

domingo, 10 de março de 2013

UM CERTO SR. RATZINGER

Joseph Ratzinger. Ou como é mais conhecido, Papa Bento XVI.

Após um pontificado de perto de 8 anos, o sacerdote ancião decide resignar seu cargo.

Porque o fizera?

Porque a Igreja Católica Romana não é mais a mesma que aquela cabeça encanecida conheceu e aprendeu a orientar. Ao longo dos últimos dois séculos os rituais da Santa Madre Igreja receberam incorporações que a distanciaram dos ofícios da Santa Sé, achegando seus fiéis ao mundo corrupto e corruptível do capitalismo.

Porque valores que durante séculos foram religiosamente preservados hoje são mera letra de retórica, para a maioria da cristandade, inclusive para uma minoria do clero superior, que demonstrou sem alarde que o queria ver pelas costas.

Porque muitas pessoas não estão mais considerando seriamente a fé. Porque o mundo está se fragmentando num caudal de opiniões, e há grupos prontos a derramar sangue, se suas opiniões não forem toleradas.

Pífio, isso... a tolerância não ser tolerada. Ridículo também que a fé de outrem não mereça respeito bastante.

Comerciantes em Roma o apelidaram de "O Papa que não vende".

Natural. Aos abutres do capitalismo a fé não importa muito. Então, a fé quase icônica de Sua Santidade não é importante, não merece ser ressaltada na hora de fechar uma venda.

Pois bem... aos modernos "vendilhões", uma advertência - torçam para algo mudar LOGO, ou brevemente vocês não terão mais clientela para vender suas bugigancas caras...

Porque? Óbvio.

A mesma revolução surda que está mudando para pior a Igreja, como instituição, será o pano de fundo para o desabamento desse negócio vantajoso que se tornou a venda de relíquias religiosas, podem escrever.

Vocês vão sentir saudades do Sr. Ratzinger, um homem de coragem, que sacrificou sua posição, ao ver que não podia mais deparar nào só uma sociedade corrupta ao extremo mas, principalmente - seus próprios pares e suas idiossincrasias...

MARMELADA MODERNA QUE VIRA DESRESPEITO

Alguma coisa ainda se comenta sobre a decisào da CONMEBOL ao suspender o acesso da torcida corintiana aos estádios, nas demais jornadas da taça sul-americana. A motivação todos devem lembrar - a morte do adolescente Kevin Espada, lá na Bolívia, vitimado por um rojão lançado pela torcida corintiana.

Aí nos surgem aqueles quatro engraçados que, amparados por medidas liminares, se concedem ao direito de assistir ao jogo seguinte. Triste, muito triste. Conquanto amparados por tutela legal, deram um exemplo deprimente de como se podem torcer leis. Ora, a punição não era sobre eles - foi estendida sobre TODA A TORCIDA corintiana. E há um brocardo legal (já bastante "brocado', se me permitem o efeito), de que "a lei é igual para todos."

Não foi muito igual, já se vê. Inclusive ao Exmo. Dr. Juiz que deferiu as liminares permitindo aqueles quatro acesso ao jogo deveria se envergonhar, porque colocou a Lei a serviço de alguns, e virou as costas a outros. Alguém pode dizer que SÓ eles buscaram a tutela jurisdicional. E eu lhes pergunto - E a Lei? É igual para todos, ou não? Ou será mais igual para alguns?

Espero que entendam. A decisão não foi ilícita, foi imoral. E a medida restritiva da CONMEBOL, tomada para disciplinar os torcedores, caiu no vazio do desrespeito. Coisas desse tipo aqui e acolá fazem o cidadão comum perder respeito pelo que as administrações - sejam de meros campeonatos, sejam de autarquias, e por aí vai...

E, num efeito horrível, muitos advogados fazem da Lei uma "verônica", na hora de tourear ninharias. Minimizam a autoridade e a importância da lei.  Zombam de quem tenta, nem sempre com sucesso, organizar as relações sociais, nesse nosso mundo cada vez mais conturbado.

O que falta agora? Simples... cada decisão da CONMEBOL poderá (e sem dúvida o será, podem prestar atenção) ser discutida nos foros brasileiros, porque agora já sabemos como desrespeitar a dita cuja entidade!!!!!

Notam como, quase num passe de mágica, se esvazia a importância de uma instituição, e se bagunça a sociedade, em nome de "liberdades individuais"?

Brasil, meu Brasil... de cidadãos incultos, ignorantes na maioria, de causídicos oportunistas, de magistrados descuidados. Meu Brasil, da Lei que nào é cega, enxerga muito bem, e desrespeita a si própria...

Eu te amo, mesmo assim, meu Brasil...


terça-feira, 5 de março de 2013

DAQUI E DALÍ... versão MARÇO/2013

O cantor Luciano, estrela de nossa música sertaneja, acha que tem o direito de falar o que quiser.

Pois então, o homem (que não se pode mais rotular de rapaz) foi de uma rudeza extraordinária, ao comentar sobre alguém do mundo artístico.

Nem sei quem é, não me interessa... Mas, Luciano... grosseria é o cartão de visitas mais indesejável que alguém pode estender à sociedade.

Sabe, irmão, talvez teus filhos estejam sendo bem educados, sem palavrório chulo, espero que seja assim...

Mas e os pobres adolescentes e/ou filhinhos de papai que, presentes a teu show, viram tua manifestação? Que exemplo mesmo você queria dar? Que palavrão é "legal", que a sociedade está "mudando", ou pura e simplesmente que grosseria faz parte do corolário sertanejo?

Minhas solenes lamentações sobre essa cabeça, de voz tão bela, e massa cinzenta tão inconsequente...

                           -----------------------------------------------------------------

O presidente da Venezuela (República Bolivariana da Venezuela) faleceu hoje, 05.03.2013.

Pode-se dizer que foi o último caudilho sul-americano MESMO, que dirigiu seu país apesar das vociferações de algumas vozes capitalistas...

Que o homem foi importante para o povo venezuelano... inegável. E tenho amigos mesmo que o defenderiam até os confins da terra...

Penso, "data maxima venia", que seu discurso se tornou anacrônico. A aproximação das FARC foi sem dúvida um equívoco, mas nessa hora ninguém lembra disso...

Sinceramente, há muito tempo atrás esperava dele uma postura socialista mais eficiente. Por exemplo, Israel TEM socialismo, e ninguém diz nada contra... Porque não seguir exemplos que dão certo? Sempre ponderei que modos "sulamericanos" de ser nada mais são do que jactâncias estúpidas, que me perdoem os que isso lerem...

Que o ilustríssimo caudilho descanse em paz, e seus conterrâneos não se arrebentem...

                             ---------------------------------------------------------------

O Exmo. Dr. Joaquim Barbosa, presidente do SRF, inquirido por um jornalista, sobre alguma coisa (não se sabe o que), espanou o moço. Teria sido grosseiro com o rapaz...

Como NÓS SABEMOS o quanto repórteres conseguem ser "pentelhos" (me perdoem os eruditos), ainda vou dar um crédito de confiança ao Exmo. Sr. Ministro, que se disse esgotado e com dores, para explicar o rompante estressado...

domingo, 3 de março de 2013

UFA! PORQUE O NEGÓCIO É ENGRAÇADO...

E a minha cidade maravilhosa tem mais um atrativo a capitalizar os focos das cameras - não é que nossos homens públicos encontraram um jeito engenhoso de se fazer coisas "privadas"?

Foram inauguradas as U.F.A.s - em bom português, "Unidades Fornecedores de Alívio".

Tudo bem que muitos de meus irmãos cariocas são de uma falta de educação absurda, por estarem urinando em toda a parte da cidade, e algo precisava ser feito.

O gênio inventivo de Ziraldo foi quem trouxe à baila o dispositivo, que oferece alívio aos "mijões" em crise...

Tudo certo que a coisa é engenhosa e funcional, embora não exista onde se lavar as mãos - algo essencial para quem se prepara para manusear o "menudo" (observem bem que a lavagem das mãos deve acontecer ANTES e DEPOIS de se mexer no "menino", no mínimo ANTES, porque se supõe que a ferramente esteja limpa...).

Mas, Srs. homens públicos... COM ESSE NOME? Coisa mais feia!!!

Que tal "Mictórios Públicos" (claro, ficaria ruim uma sigla desse nome...)?

Ou "Desaguadouro"... "Box do Xixi"... sei lá...

Mas U.F.A. definitivamente ficou esquisito. Soa estranhamente próximo de U.P.A., de U.P.P.... nada a ver, claro, mas é um nome estranho, sem dúvida nenhuma...

Espera-se que, ao menos, com esse mictório de desenho e nome futuristas, nossos cariocas aprendam o salutar costume de urinar em local apropriado, ao invés de tornar logradouros do Rio em antros fétidos. Já não basta a prefeitura descuidar da cidade, VOCÊS PRECISAM MIJAR NELA? PELAMORDEDEUS!!!!

Brasil... meu Brasil brasileiro, onde a criatividade precisa vir dos humoristas, porque nossos homens públicos estão muito ocupados sendo "publicanos" (na sua acepção menos louvável...


TORCIDAS ORGANIZADAS = ANIMAIS IRRACIONAIS?

Pois bem... a estupidez de alguém, não importa se é menor ou um maior de idade protegido, perpetrou o bárbaro assassinato de um rapazinho boliviano, Kevin Douglas Beltrán Espada, em 20.02 passado.

Algum psicopata que comprara ingresso não estava interessado em jogo. Queria promover agitação. Conseguiu mais do que isso.

Alguém pode ponderar que rojões são artefatos para comemoração, celebração, ao que lhes respondo que em meio a multidões, não existe segurança de manejo seguro dessas porcarias, verdadeiras armas de uso livre, criadas na esteira daquelas que se usam em guerras.

Não, senhores, rojões DEFINITIVAMENTE não podem se misturar a torcidas, sejam "organizadas" ou não.

ATENTEM PARA O DETALHE, senhores pais!!!! Era um adolescente de 14 anos, e PODERIA SER FILHO DE QUALQUER UM DE NÓS!!!!

Mas... a culpa invariavelmente vai para a falta de cultura de nossa gente, e especialmente a cultura social. Que diabo! Milhares de torcedores se acotovelando, e o estúpido que acende o rojão acha que nada de ruim vai acontecer!!!!!

Sabem, pessoas... é a mesma coisa que motoristas "ligeiramente" bêbados fazem, e estão sendo apanhados aos montes...

A mesma coisa que motociclistas fazem diuturnamente, em cidades como São Paulo, ao "costurar" o tráfego.

LOUCURAS. Falta de responsabilidade, falta de senso social, de que os limites de cada um tangenciam limites de outrem.

Agora, há uma família enlutada na Bolívia, com sede de reparação, e ardendo de ódio contra os torcedores brasileiros. Surge um gurizinho brasileiro, confessando a autoria, e de nada valerá seu depoimento - não será preso!!!!!!

Mas não fica só isso... fica sem resposta positiva das "torcidas organizadas", o acidente funesto.

Pois não é que nesse domingo, 03.03.2013, a brava polícia de São Paulo conseguiu deter um torcedor "organizado" do Santos? Não haveria o menor problema com isso, a não ser que dentro do veículo do dito cujo torcedor encontraram DEZOITO porretes, mais alguns rojões (do mesmo tipo que vitimou o jovem boliviano).

Pessoas, algo precisa ser feito. Não consigo imaginar a liderança dessas torcidas, planejando viagens, e passando regramentos de segurança para seus associados!

Torcedores "organizados", me deem UM PANORAMA que me permita acreditar que vocês querem mesmo torcer pelo time do coração. E que a intenção maior, por trás dessa balela oficial, não seja matar, sacrificar alguém. Passem para a sociedade de que as torcidas são compostas de gente RACIONAL, e não animais movidos somente por paixão doentia.

Vocês têm gente doente, verdadeiros psicopatas, em seus quadros. Isso precisa ser saneado. Sob risco de crescerem de importância como "persona non grata" (já são, vide a proibição da CONMEBOL, para a torcida corintiana, de assistirem a alguns jogos de seu time).

Precisamos de um mundo mais habitável, ainda que sejamos privados, como indivíduos, de externar mais nossa empolgação.

Ou então, solte o rojão dentro da própria casa, de portas e janelas fechadas. Ao menos terá certeza de que não matará quem você não quer matar...

sexta-feira, 1 de março de 2013

E AGORA, POBRES CONGRESSISTAS?

Esse veículo de comunicação fantástico me brinda hoje com um comentário do deputado federal Francisco Escório (PMDB-MA), sobre a supressão dos "14o. e 15o. salários" (leia-se imoralidade).

Assim se expressou o digno parlamentar: “Se você chegar lá no meu gabinete agora tem uma pessoa pedindo passagem, tem uma pessoa pedindo para aviar receita médica, caixão de defunto. Se eu não tenho, vou tirar de onde? Vou tirar do salário que eu ganho”,  ponderando que o dinheiro das tais verbas vai fazer falta.

Mas claro, Sr. Escório. Se pretende fazer beneficência, assistência social, no próprio nome (algo louvável, nesse mundo de mesquinhos dominantes) QUE O FAÇA DO PRÓPRIO BOLSO. É assim que os outros milhões de mortais que fazem assistência social procedem.

Por outro lado, se V. Excia. se preocupa MESMO com as receitas médicas de nossa gente pobre (inclusive de seu estado, Maranhão, tão rico - recursos naturais, amabilidade de sua gente -, quanto miserável - condições sociais, econômicas), deve capitanear movimento para sanear a Saúde, que em nosso Brasil está na UTI.

Sim, porque em países desenvolvidos como o Canadá a Saúde é PUBLICA MESMO. E não se cogita de os parlamentares por lá pagarem receitas médicas... e NEM PENSAR em usar verbas parlamentares imorais para tal...

Se o problema é caixão, ou passagens... que tal conferir como vive nossa gente, que ao invés de ganhar salários acima de R$ 20.000,00, SOBREVIVE com salário mínimo de R$ 672,00 ou com auxílios paliativos de programas 'Bolsa"?

Melhore essas condições, e cada vez menos pessoas vai querer usar o "bolso" (faz-me rir) do Ilustríssimo congressista...

NÃO,  Sr. Escório, o Sr. não precisa dilapidar seu patrimônio (leiam matéria de 09.07.2010, do blogueiro Marcos Nogueira a respeito dos humildes bens do Sr. Escório).

Só precisa ser MORAL suficiente para cumprir com os deveres de representante do povo.

Ah, uma sugestão - não colha lições de como fazer isso com o "padrinho". Ele TAMBÉM NÃO SABE COMO FAZER.

(Hoje eu estou com o sangue fervendo...)

A JUSTIÇA, SEUS EXATORES... E O PODER DO DINHEIRO

Em 27.07.2012 minha crônica versou sobre o trágico acidente no qual o filho do empresário Eike Batista, Thor, colhera um ciclista, numa rodovia do interior do Rio de Janeiro, com morte do acidentado. Acidente testemunhado, do qual também resultara um estrago considerável no Mercedes McLaren que o jovem conduzia. Vistos e relatados, etc... (como dizem os despachos do juízo).

Naquela ocasião, logo após o infortúnio, alguns fatos estranhos já se ventilavam, como por exemplo que o moço estava guiando seu "possante" a baixa velocidade (como se isso fosse possível - combinar um carro possante com uma direção jovem e o resultado ser baixa velocidade!), que o ciclista invadira a pista, etc e tal...

Claro... poderosos recebem tratamento diferente da Justiça - que, como todos sabemos, é cega, já se vê... o jovem infrator teve uma pequena série de favorecimentos, dentre os quais a liberação da licença para dirigir (CNH...

O trabalho cuidadoso da perícia concluiu em seu relatório que o jovem, que no momento do acidente estava em companhia de um amigo, conduzia o carro a velocidade bem acima do limite legal.

Cabe aqui relembrar que UM PÉ do infeliz ciclista fora decepado na pancada. Observem, foi decepado, não por arrastamento, mas por impacto, pelo que se soube. Imaginem a força desse impacto!

Bem, bem, bem... a última novidade é que o perito responsável pelo laudo correspondente será afastado das investigações... de acordo com a Dra. Daniela Barbosa Assumpção de Souza, da 2a. Vara Criminal de Caxias, R.J., o funcionário público, Sr. Hélio Martins Júnior, não deverá mais manifestar-se nos autos.

Pudera... esse profissional, que com toda a certeza se preparou para exercer seu mister... cometeu o deslize de estabelecer que a velocidade praticada era superior à admitida!!!!! Cometeu o deslize de demonstrar que uma ilegalidade acontecera, anterior ao acidente!!!!! Ora, ora, ora, Sr. Hélio!

Claro que que certamente já atuara em outras ocorrências de natureza semelhante, mas exatamente no caso relatado é que demonstra sua inépcia!!!!! Será possível?

Pessoas, o moço pode ter sido extremamente infeliz, ao causar o acidente. Pouco depois, demonstraria sua boa índole, ao estender aos familiares do falecido algumas benesses.

Mas, a verdade precisa ser estabelecida. Nem a absolvição do moço (até onde posso ver, descabida), nem sua condenação trarão o morto de volta. Então, o que rola?

Dra. Daniela, me parece que em novo lance de infelicidade extraordinária, V. Excia. pune (por tabela, claro), o perito, Sr. Hélio, e "coloca panos quentes", nas costas do herdeiro milionário do Sr. Eike Batista.

Agora, falta pouco para que o defunto seja considerado culpado de tudo. Ou melhor, aquele pé extirpado deverá sofrer as penalidades da Lei. Ele estava no lugar errado, na hora errada, na frente da pessoa errada...

Brasil... essa tua tal Justiça (que eu prezo, não por acaso cursei Direito!) muitas vezes me enjoa, por essa falsa 'cegueira' que demonstra.


QUANDO A INTELIGÊNCIA ENCONTRA A ALIENAÇÃO

Com muito prazer republico um texto profundíssimo, que pode divertir, e vai trazer muita luz, sobre o momento político que vivemos. É ...