quarta-feira, 27 de março de 2013

ATÉ VOCÊ, FERNANDA MONTENEGRO?

O falecido Carlos Imperial dizia: "sem liberdade de pixação, nenhum elogio é válido."

Assim, me dou ao direito de criticar o que público se torna, seja bom ou mau. Ou seja, liberdade de opinião, algo pertinente à democracia.

Vejo aqui, em site de notícias importante, que a atriz Fernanda Montenegro teria beijado a também atriz Camila Amado, em protesto pela presença do deputado Marco Feliciano, na CDH.

Um ícone do mundo artístico, a Fernanda... Sou seu admirador desde muito tempo atrás, desde a década de 70 (século passado). Uma mulher que, o que ela apoia costuma ser coisa séria.

Não entendi, entretanto, o simbolismo do dito cujo beijaço.

Será que ela queria se revelar homoafetiva? Ou dizer que apoia as lésbicas? O que seria?

Na verdade, penso que o ato público perdeu-se em meio a outras manifestações de estrelismo, quando melhor seria aproveitado sob outras bandeiras. A Fernanda poderia usar seu beijo inusitado para protestar contra os seguintes temas:

- A ascensão do Sr. Renan Calheiros à Presidência do Senado (teve algum ato de protesto, Sra. Montenegro?);

- O assento concedido ao Sr. Genoíno, mesmo após ele ser condenado, através da AP 470 (e aqui, algum protesto?);

- Os desvios gritantes de verbas em obras públicas (nunca vi protesto de artista sobre isso, me corrijam se eu estiver errado!);

- A digna senhora protestou alguma coisa, ou usou algum outro beijaço, para protestar contar a gastança inexplicável da Presidenta Dilma Roussef e seu "staff", na viagem para a entronização do novo Papa - poderiam ter se hospedado na embaixada brasileira em Roma, mas preferiram um hotel 5 estrelas, e a despesa beira os R$ 320.000,00 - PARA UMA VIAGEM de 4 dias, para assistir a uma cerimônia que no máximo duraria duas horas (nem deu isso, ao que consta). Então, algum protesto da senhora, ou de algum dos artistas?

Com todo o respeito que a Fernanda de mim merece, mas creio que a força da popularidade de nossos luminares deveria estar focada em coisas mais importantes.

Sim, porque o deputado Feliciano, se mantido onde está, MUITO POUCO fará - ele tem um colegiado, na comissão. E não se pode condená-lo pelas convicções que tem - isso é sequestro de liberdade individual.

Lamentei o beijaço e sua finalidade, Fernanda. Sinceramente...

Brasil... até tuas cabeças coroadas me fazem surpresas desagradáveis... Mas eu te amo mesmo assim, Brasil!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUANDO A INTELIGÊNCIA ENCONTRA A ALIENAÇÃO

Com muito prazer republico um texto profundíssimo, que pode divertir, e vai trazer muita luz, sobre o momento político que vivemos. É ...