PETRÓPOLIS PEDE SOCORRO

"Olá, sou do Bairro Alto da Serra e tenho alguns parentes abrigados na Escola Municipal Veredor José Fernandes da Silva, (antigo EMAS) após a tragédia que ocorreu das chuvas no dia 16/03, venho aqui declarar que meus familiares e todos que estão desalojados na escola, estão completamente insatisfeitos com a forma que estao sendo tratados, eles simplesmente estao deixando-os "jogados". Estão prendendo os cobertores, estao comendo a mesma comida a uma semana, pois os funcionarios da escola estão desviando os donativos enviados pelo Governo! Ficamos extremamente preocupados com o que está acontecendo, pelo fato de todos que estao ali alojados já estão sofrendo muito por perdas de parentes, amigos e bens.E ali onde era pra eles terem um pequano conforto e bem estar, estão se sentindo tratado feito animais! Conto com a colaboração de vocês, pois estão todos ali abertos para dar qualquer declaração para imprensa, e acho que vocês com certesa nos ajudará"

Desta maneira, acima, um morador do bairro Alto da Serra, em Petrópolis, está denunciando uma pilantragem acontecendo por baixo do pano. Segundo o moço, funcionários da escola utilizada como abrigo estão DESVIANDO donativos enviados pelo Governo!

Pessoas, alguém aprontar uma sacanagem em tempos de normalidade... fazer o que, não é mesmo? Há inocentes para tudo.

Mas se aproveitar de momentos de aperto, de emergência, de luto (eventualmente), PARA ROUBAR?

Porque não me ocorre nenhum verbo que possa ser aplicado aos atos que essas pessoas, se isso é verdade, estão fazendo...

Ei, "supervisores da catástrofe"!  Poderiam, por gentileza verificar o que os subalternos estão fazendo com as coisas destinadas aos desabrigados?

Pais de família, mães, crianças e idosos agradecem!!!!!

E quanto aos ladrões... independentemente de penalizações, vocês pra mim são parte da escória que estraga o Brasil... TOMEM VERGONHA!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DE MARCHINHAS DE CARNAVAL...

ERROU DE NOVO, SR. MICHEL SAAD NETO!

CURA GAY E OUTRAS IMBECILIDADES EMPURRADAS PELA MÍDIA