A AGRENCO, A PF E BUROCRACIAS DA JUSTIÇA

A Agrenco BV, holandesa, sócia controladora de empresa de nome similar, no Brasil, postula indenização pelos danos econômicos causados à controlada, por ocasião de investigação da PF, buscando identificar crimes de lavagem de dinheiro, etc e tal.

Atribuem seus prejuízos, resultantes da suspensão de seus negócios na BOVESPA, aos procedimentos, e orçam seu prejuízo em R$ 734 milhoes.

Assim postulam... o STF se divide ao endereçar considerações a respeito...

Mas... a pergunta que não quer calar é a seguinte: OS CRIMES foram comprovados ou não? Eles foram absolvidos ou o processo prossegue?

Estamos nos aproximando, no âmbito da sociedade, daquelas loucuras que só acontecem em tribunais americanos (nada obstante muitos furos acima de nós, em termos de efetividade, já se vê). Por tudo se postula em juízo, e todo mundo se acha no direito de reclamar.

Claro, estamos numa democracia. Mas e a investigação, o que aconteceu?

Vejamos... se não houvesse indício, ou algo assim, de que havia ilícito acontecendo, a PF não mostraria a cara. Eles não são trouxas de entrarem em furadas. Então, na melhor das hipóteses, a responsabilidade pelo início das coisas foi a condição irregular que suscitou a investigação...

Ora, se a ação judicial correspondente ainda está em curso, a coisa é simples - que seja sobrestada a apreciação desse pedido de indenização, até que se apurem as culpas. Então... faça-se um encontro de contas, já que é assim fundamental restaurar a empresa.

O Erário não pode ser bagunçado assim. A Justiça não pode servir a interesses escusos. Se a indenização sai antes da investigação e o respectivo processo estiveram terminados, corre-se o risco de que se indenize O CRIMINOSO, imaginem!!!!

Brasil... cuidado!!!! Há espertos aqui dentro, espertos lá fora... todos querem passar a mão em ti, Pátria Amada!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DE MARCHINHAS DE CARNAVAL...

ERROU DE NOVO, SR. MICHEL SAAD NETO!

CURA GAY E OUTRAS IMBECILIDADES EMPURRADAS PELA MÍDIA