JOGOS DO PODER, DEMOCRACIA TUPINIQUIM

Hoje a Camara dos Deputados esteve deliberando numa acirrada sessão - fechar a porta para os partidos nanicos, e coibir a migração de políticos descontentes com suas legendas.

PENSAM QUE ELES ESTÃO PENSANDO EM NÓS, BRASILEIROS?

Nem por um momento. O que rolou naquela casa de impuros (pensei em palavras bem mais fortes) foi puro fisiologismo. Nada mais. nada menos.

Acontece que a senadora Marina da Silva recentemente proclamou uma nova sigla, que caiu no agrado de alguns lorpas e pascácios (emprestei os cognomes de Stanislaw Ponte Preta, de saudosa memória) - para ela migrariam.

No mesmo diapasão PPS e PMN planejam se fundir, sob égide atualizada. E igualmente iriam cooptar adeptos nas entranhas dos grandes, corrompidos, sujos, desacreditados, partidos da situação.

Duas reflexões há a serem consideradas:

- o que o pluripartidarismo nos tem dado de vantagem? e

- porque políticos de carreira debandariam de seus respectivos partidos?

Senhoras e senhores, explicações horrorosas vos esperam, se arguirem tais temáticas.

Primeiro de tudo, o pluripartidarismo não nos deu NADA, até hoje. Tão somente boa vida e multiplicação de cadeiras, nas casas legislativas, nada mais. Cabe lembrar que nos Estados Unidos, por exemplo, há somente DOIS partidos - os republicanos e os democratas. E já que nós adoramos copiar o que nossos irmãos do hemisfério norte fazem, poderia ser bom exemplo.

Mas não para nos E.U.A. essa preferência pela simplificação. Na Inglaterra temos apenas tres (Conservador, Liberal e Trabalhista) e parece que tudo anda bem na "Commonwealth". Na França há uma ligeira derrapada latina, e temos 14 partidos em atividade.

No Brasil a coisa é cruel. Até à propalada fusão do PPS e PMN, tínhamos nada mais nada menos do que TRINTA partidos ativos. Trinta agremiações que não fazem nada, proporcionalmente, pelo povo brasileiro. O que fazem bem é amealharem ganhos e vantagens, ancorados firmemente na teta do Erário.

Segundo, os políticos debandam porque estão descontentes, ou porque enxergam vantagens na troca. Mas vejam, ninguém consulta eleitores, nem estão preocupados exatamente com os projetos de cada legenda. Estão preocupados é com suas contas bancárias (alguns as têm no exterior, como por exemplo o deputado Paulo Maluf - que o diga a ilha de Jersey).

Mas isso passa ao largo da compreensão de nossa gente, ignorante, tais como bovinos rebanhos, tangidos pelos "vaqueiros", seguindo a própria multidão. Como tem sido há alguns séculos.

O que me aborrece é que nossa gente aparentemente gosta de ser "bovina". Que coisa!

O resultado? Somos objeto de escárnio no resto do mundo, mas no Planalto Central, quem se importa com isso, conquanto as torneiras da Petrobrás e outras fontes menos mencionadas continuem jorrando...

Cultura, educação, seriedade com a coisa pública... é só isso que peço para teu povo, Pátria amada, Brasil!






Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ERROU DE NOVO, SR. MICHEL SAAD NETO!

ESCOLAS DE DELINQUENTES

DE MARCHINHAS DE CARNAVAL...