LULA E O NEW YORK TIMES

Esse excelente veículo de notícias nos trouxe, semana passada, a informação de que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva assinou contrato com o jornal diário "the New York Times", para escrever uma coluna mensalmente.

Um dos maiores jornais do mundo, senão o maior. E recebe o seu novo escriba para versar sobre temas ligados à política e economia internacionais, e sobre questões relacionadas ao combate à fome, etc e tal...

A coisa totalmente prosaica é que o Sr. Lula, ainda segundo o noticieiro, exigiu que a edição brasileira não incluísse sua coluna! Vejam, uma chance (Ok... menos) de nos orgulhar por termos alguém escrevendo para o "NYT", e o homem nos proíbe o acesso! Porque?

Eu penso que ele não precisa se preocupar com eventuais críticos ao seu novo emprego. Afinal de contas, quem tem cultura para criticá-lo não pode mudar muita coisa - o Congresso está vigilante! - e a imensa massa tampouco se interessa pelos nossos jornais, quanto mais por um periódico de além-mar.

Estou torcendo desde já para que o "NYT" contrate escribas brasileiros para falar de segurança, educação, saúde... Será que um dia veremos isso acontecendo?

Em paralelo, espero que juntamente com suas pitadas de "sabedoria" sobre os temas a serem abordados, o Sr. Lula tenha a hombridade de dizer que em sua terra natal (Brasil) muitas das coisas que prega ainda não saíram do papel - educação básica de qualidade, aparato de segurança pública FUNCIONANDO, Saúde pública idem... espero que ele tenha a honestidade de dizer que o Executivo nacional, embora tenha até boas intenções (vejam o crédito que lhes estou dando!) esbarra num Legislativo corrupto, que cobra pedágios para tudo, não decide praticamente nada (vide reforma tributária, por exemplo), e ganha os mais altos salários do mundo, para nos representar.

E representam uma massa sofrida demais, onde pessoas são assassinadas todos os dias em nossas cidades, ou mortas por falta de atendimento em hospitais imundos ou mal-aparelhados, de maneira geral. Nossos jovens graduados em muitas situações estão sendo preteridos em favor de mão-de-obra qualificada que vem de fora, porque a educação fora incipiente.

Essa massa os elegera, fomos de maneira geral enganados, e a massa continua em movimento. Ano que vem teremos novas eleições... a infelicidade suprema é que não se pode renovar TODA a representação de uma vez (somente 1/3, conforme estatuído na C.F., ou vocês acham mesmo que os constituintes iriam deixar essa brechinha?).

Espero que o V.Sa., Sr. Lula, seja honesto o suficiente para dizer que o resgate que a esquerda fez em nossa terra não tem esquerda nenhuma - tem na verdade é um núcleo político que nos domina desde a transição do regime militar.

Não gostei da exigência de não publicação no Brasil. Me pareceu uma blindagem infame. Talvez entenda isso de outra maneira, algum dia.

MAS... torço SINCERAMENTE pelo sucesso de V.Sa., Sr. Lula! Espero que o discurso de redistribuição de renda, de combate à fome, de melhores condições humanas de sobrevivência que V.Sa. tantas vezes trovejou de tribunas do Oiapoque ao Chuí convença outras nações da importância dessas coisas (nosso Congresso não se convenceu, pelo que vemos), e mudanças aconteçam!

SUCESSO, Sr. Luiz Inácio!


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ERROU DE NOVO, SR. MICHEL SAAD NETO!

ESCOLAS DE DELINQUENTES

DE MARCHINHAS DE CARNAVAL...