terça-feira, 23 de abril de 2013

NOVIDADE DA JUSTIÇA - CRIMINOSOS LIBERADOS POR FALTA DE TEMPO!!!!

Nessa segunda, 22.04.2013, o Sr. Guimarães, conhecido como o "Maníaco do Anchieta", reconhecido por violência sexual contra dezesseis mulheres e meninas, foi posto em liberdade.

Está liberado, para flertar com as jovens da mineira cidade de Belo Horizonte. Não pode se ausentar da cidade sem autorização judicial (e quem quer viajar? Ah, me poupem...)

A benesse, alcançada através de habeas corpus, contempla a possibilidade quase certa de que o afoito cidadão permaneça impune. Isso porque como os ilícitos de que fora acusado são de muitos anos atrás, já estão prescritos feitos relacionados a 10 dos pretensos crimes.

Ademais, um laudo de sanidade mental que fora encomendado ao IML de Minas Gerais EM ABRIL de 2012 não ficou pronto, e produzira dois adiamentos de audiência (o que vai ainda mais distanciando o processo de seu "fato gerador". Não é uma gracinha?

Notem bem, senhoras e senhores, o rapaz (nem tão rapaz assim) estará liberado NÃO POR SER INOCENTE, mas porque seus crimes não serão mais imputáveis!

Algumas perguntas cabem, nesse momento:

- será que da década de 90 para cá ninguém mais foi estuprado pelo homem?

- o IML está com problemas de pessoal?

- a Justiça, ao atuar dessa maneira, presta serviço à população?
Naturalmente, para celebrar a liberdade, o Sr. Guimarães deverá sair para jantar, talvez em boa companhia, que aprecie suas práticas afetivas... vai saber... vai que rola  um clima, depois, e mais um estupro seja cometido... mas dessa vez, talvez seja até seguido de morte, nunca se sabe...

Tornar imprescritível crimes de pedofilia e violência sexual (leia-se estupro). Minha próxima bandeira.

Brasil... até parece que teus advogados e juízes não têm filhas ou esposas para proteger! Só aqui - nessa terra tupiniquim - que uma coisa dessas aconteceria!
Mas não desisto de ti, Pátria amada!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUANDO A INTELIGÊNCIA ENCONTRA A ALIENAÇÃO

Com muito prazer republico um texto profundíssimo, que pode divertir, e vai trazer muita luz, sobre o momento político que vivemos. É ...