DEMOCRACIA? OU TIRANIA A FERRO E FOGO?

Meus leitores, de todo gênero (homos ou heteros ou simpatizantes de algum ramo) já notaram como está em voga o debate da questão "gay"?

Desde o tempo do "women's lib", a rapaziada indecisa foi de liberando, e a sociedade, num primeiro momento, se surpreenderia, muitos se aborreceram com o fenômeno, mas "putz!", estamos numa democracia, no século XXI, isso de preconceito é algo retrógrado, etc e tal...

E pronto. Instalados estão na cultura mundial (a bem da verdade, há bolsões onde não se admitem opções homossexuais, mas isso não é no Brasi

Mas, o que me causa espécie é essa pressão por todos os meios possíveis para impingir ao restante da sociedade que eles TÊM SIM seus direitos, e que podem fazer isso ou aquilo. E dá-lhe paradas (aqui e acolá custeadas com dinheiro público, como me foi informado), entrevistas de "injustiçados", projetos de lei de estonteante delírio social... tudo em nome de eles terem reconhecidos direitos que nossa Carta Magna lhes reconhece, desde os idos de 1988...

Um desses personagens, por sinal razoavelmente conhecido, propugna que não deveriam existir reservados distintos para cada sexo. Sem dúvida algo totalmente cômico, nesse tempo em que vivemos - talvez possa acontecer no futuro, mas não agora, quando ainda temos crianças inocentes (de ambos os sexos, preciso pontuar), e senhoras idosas, que além de merecer, PRECISAM do respeito do restante da sociedade, homossexual ou heterossexual, sem reservas.

Aliás, o ponto é exatamente esse. O respeito é algo conquistado, não empurrado pela goela de outrem a ferro e fogo. Os direitos minimos assegurados em Lei já existem, eles coexistem normalmente. O que mais há a se estabelecer?

Importante lembrar que muitos (muitos MESMO!) gays não apoiam esse ativismo agressivo, de beijocas homo ostensivas, de pessoas fazendo sexo em via pública (duvidam? Confiram os escâncalos na esteira das paradas G). Muitos gays vivem bem, obrigado, tranquilos, sendo respeitados em seus círculos, e produtivos para a sociedade, bem cuidados pelos que lhes são afetos.

Um dia desses alguém vociferava: "nos quatro primeiros meses de 2013, tivemos mais de 100 gays assassinados!!!". Como era numa rede social, eu contrapus que o número de assassinatos em geral, no primeiro TRIMESTRE do ano tinha rondado a cifra de 15.000 pessoas, no Brasil... E naturalmente, alguns desses mortos era gay... E daí? O número indicado representa 1/150 do contingente vítima de crime. Entendem? O mundo não é SÓ dos gays, ora!

Ah, pessoas, me poupem... critico e criticarei quem resolver se expor diante de olhos inocentes de crianças, que nem sabem o que é perversão ainda...  Criticarei quem desrespeitar meus parentes de cabeça encanecida, que, no ocaso de suas vidas, o mínimo que querem da sociedade é RESPEITO. Eles já viram tudo dessa vida, podem ter certeza...

Não aceito a tirania, seja ela de que origem for.

Brasil... como teu povo é ignorante, Brasil!!!!! Tão poucas exceções!!!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ESCOLAS DE DELINQUENTES

ERROU DE NOVO, SR. MICHEL SAAD NETO!

DE MARCHINHAS DE CARNAVAL...