OSSOS DO OFÍCIO

Sábado, vinte e cinco de maio, e a frialdade relativa abaixo do trópico de Capricórnio convida a "reflexões", dentro de casa...

E então fico sabendo que uma blogueira fora processada por um senador da República, porque sugerira uma "gozação" em relação aos políticos em geral, e o homem (só um, diga-se de passagem) não gostou, processou judicialmente a afoita escriba, e insistiu em novos feitos, a cada menção da coisa, o que desembocou numa indenização devida de R$ 2.000.000,00.

Não sei da totalidade da obra do respeitado senador, mas o convidaria a alinhar o que ele já fez pela Pátria. Imagino mesmo que existam grandes feitos no rol.

Ora, se o que fizera foram feitos sérios, dignos, porque se sentir alfinetado, Exmo. Sr. Senador?

Sr. Senador, nada obstante os anos de vida e experiência que V. Excia. tem a mais que eu, me permita ponderar que quem assume um cargo público se torna automaticamente "vidraça". Especialmente quem assume um assento no Congresso!

Em contrapartida, Exmo. Sr. Senador, o que quer que seja que alguém comentara ou dissera a respeito de V. Excia. representa tão somente a opinião da pessoa, direito assegurado na Constituição Federal. Não o condenaria em nada, e com toda a certeza o Sr. não teve danos morais derivados do episódio.

Então, a meu ver V. Excia. laborou em dois erros sérios - buscou penalizar alguém que simplesmente se deu ao direito de opinar, e contribuiu para assoberbar ainda mais a Justiça, com mais alguns feitos judiciais. Uma repressão a direito constitucional, e um excesso punitivo.

É fato, Excelência, que muitos cidadãos desse Brasil amado tem andado descontentes com nossos homens públicos. Infelizmente, muitos dos "pares da República" demonstram um descaso tremendo com relação a nossa gente, especialmente os menos favorecidos. Então, prezado Senador, a amargura e criticismo da massa inevitavelmente cairá sobre o todo, embora nem todos sejam condenáveis.

Tenho certeza de que V. Excia., como homem ponderado que é, se há de penalizar com a censura demasiada que a blogueira referida recebeu. E crer que críticas que eventualmente receba são nada mais, nada menos, que "ossos do ofício" de senador.

________________________________________________________________________________
A BEM DA VERDADE:
FICO SABENDO HOJE (26.05) QUE NA VERDADE NÃO HÁ INDENIZAÇÃO, MAS UMA COLEÇÃO DE MULTAS APLICADAS PELO TRE DO AMAPÁ, CONFIRMADAS PELO TSE, E NÃO EXATAMENTE INDENIZAÇÃO EM FAVOR DO SENADOR, DE QUEM NÃO CITEI O NOME. MAS AS MULTAS EXISTEM EM DECORRÊNCIA DE RECLAMAÇÕES DA COLIGAÇÃO PDT, PMDB, PP, Prona, PSC e PV. SE ALGUÉM SE SENTIU OFENDIDO COM AS PALAVRAS DA BLOGUEIRA, ESTÁ ENTRE OS MEMBROS DESSA COLIGAÇÃO, NO ANO DE 2006. NADA OBSTANTE, ACREDITO QUE ISSO REPRESENTA RETALIAÇÃO AO DIREITO DE OPINIÃO. QUE ME DIGAM O CONTRÁRIO, E EU POSTAREI AQUI COM PRAZER.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DE MARCHINHAS DE CARNAVAL...

ERROU DE NOVO, SR. MICHEL SAAD NETO!

CURA GAY E OUTRAS IMBECILIDADES EMPURRADAS PELA MÍDIA