terça-feira, 11 de junho de 2013

OPERADORAS DE CELULAR - UM ROUBO CONSENTIDO

Bom dia, irmãos e irmãs...

Algum de vocês já teve a surpresa de, ao utilizar o celular, descobrir que os créditos até então disponíveis "expiraram"?

Observem, nós pagamos por eles. SÃO NOSSA PROPRIEDADE, a partir da tradição, como diz o Código Civil.

Nada obstante, ao final de algum prazo, nos é sequestrado o bem adquirido (no caso, os créditos).

Imaginem se as gigantes de eletroeletronicos aderissem à moda... você compra um TV último tipo, para assistir à Copa das Confederações (agh, estamos sendo roubados aí também), e quando a Copa termina, aparece na tela da "tevezona" - "O prazo de utilização desse aparelho expirou. Por favor adquira mais prazo, na loja mais perto de você, para continuar usando nossa tecnologia de ponta."

Tentaram construir o quadro? NÃO LHES PARECE RIDÍCULO?

Mas é exatamente isso que acontece, TODOS OS DIAS, pelo Brasil afora... e nós ainda somos gratos a eles por nos "cederem" seus créditos!!!!!!

Um exemplo absurdo... minha sogra quase não utiliza seu celular, somente para chamadas importantes. Ora, ela está com 75 anos. Não há muitos temas palpitantes para usar créditos, quando mais bônuses!!!!

Bem, a coisa engraçada é que ela já entregou seu sofrido dinheirinho (aposentadoria, já se vê), o crédito dela está em RS 39,51, e ela deve perder o direito de utilizá-los dentro de uns 10 dias!!!!!

Ela praticamente só faz chamadas para a mesma operadora (a família assim o fez, exatamente para conter gastos), e cada ligação lhe custa R$ 0,25, sem limite de tempo (como se isso fosse a maior das benesses do mundo!). E torpedos (que ela não sabe utilizar, diga-se de passagem, putz, afinal ela já passou do ponto de ficar trocando mensagenzinhas inúteis, concordam?) cada um a R$ 0,50 (para seus contatos).

Para consumir os créditos em vigor, ela precisaria realizar nada mais, nada menos do que 158 (CENTO E CINQUENTA E OITO) chamadas, para seus familiares, dentro de DEZ DIAS! Algo assim como dezesseis chamadas por dia! PODE UMA COISA DESSAS? Ou enviar 79 (SETENTA E NOVE) torpedos para seus contatos, ao longo do período (10 dias, mais ou menos), variando destinatário.

Putz, ela adquiriu os créditos. Isso é apropriação indébita, do que porventura não for utilizado.

Já estive conversando com o MP a respeito. Aparentemente o prazo para expiração é de 90 (noventa dias), e estavam pretendendo elastecer para 180, segundo informes que colhi no site da ANATEL. De passagem, é um aranhol terrível o dito cujo site - tem informação demais (acredito que muitas desimportantes), e a gente se perde, ao procurar algo específico.

E, embora não entenda como um bem adquirido possa  ficar indisponível, por mera vontade do vendedor, acho que cento e oitenta dias é um prazo razoável... Vamos ver...

Brasil... tua gente não se preocupa se estar sendo furtada, desde que exista Carnaval, futebol e BBB... estranho povo!!!! Mas eu te amo, Pátria amada!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUANDO A INTELIGÊNCIA ENCONTRA A ALIENAÇÃO

Com muito prazer republico um texto profundíssimo, que pode divertir, e vai trazer muita luz, sobre o momento político que vivemos. É ...