MINISTÉRIOS PARA TODOS OS GOSTOS = FALTA DE ORGANIZAÇÃO

Muito se tem falado e escrito a respeito da abundância de ministérios componentes do governo brasileiro. Na marca extraordinária de trinta e nove (39) pastas, entre rótulos de ministério e secretarias, vale a pena alguma reflexão a respeito.

Algumas comparações se fazem imperiosas. Na Alemanha, temos quatorze (14) ministérios. Na nação pretensamente mais poderosa da terra, Estados Unidos, o número chega a quinze (15). E mesmo comparando com países da América Latina, nós alcançamos número recorde.

A questão que salta aos olhos é - como os países mais desenvolvidos têm tão poucos ministérios, em comparação com o Brasil?

Os lorpas e pascácios hão de ponderar que um país emergente, com a pujança do Brasil, necessita de setorizações no aparelho estatal, para promover de forma mais coerente o desabrochar nacional.

Enganam-se. Assim como vai laborar em erro quem atribuir à escalada desenvolvimentista o número generoso de ministérios.

O que temos na verdade, é o retalhamento do aparelho de governo, para facilitar a acomodação da classe política. Dessa maneira, no afã de apaziguar a sanha de poder dos "senhores da terra " brasileira, essa abundância insana foi acontecendo,  segmentando as alçadas decisórias, criando novos feudos, e consequentemente incrementando as despesas do Estado brasileiro.

Imaginem, senhoras e senhores, a evolução dos quadros de servidores, a demanda por novas instalações físicas, despesas de mobiliário...

Considerem, igualmente, o contraponto, isto é, se isso fosse revertido. Ponderem se há finalidade em existir uma "Casa Civil da Presidência da República" e em paralelo uma "Secretaria Geral da Presidência da República".

Outro exemplo? Que tal se os ministérios "Das Cidades" e do "Desenvolvimento Social e Combate à Fome" fossem reunidos num só organismo?

Dois resultados aconteceriam, de imediato - nosso ministério deixaria de ser motivo de piada mundo afora, e processos de desenvolvimento de condições sociais seriam agilizados, sob uma mesma batuta.

Um punhado de outras fusões certamente será possível. É só matéria de raciocínio lógico.

Torço ardentemente para que o quadragésimo ministério não emerja. Teríamos uma comparação irresistível e desconfortável com um outro grupo de quarenta.

Brasil... onde os homens que deveriam ser sérios são só  gananciosos, e ávidos de poder... como você consegue sobreviver, Pátria amada? Mas eu te amo mesmo assim...




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ERROU DE NOVO, SR. MICHEL SAAD NETO!

ESCOLAS DE DELINQUENTES

DE MARCHINHAS DE CARNAVAL...