CALMA COM ESSA "ZONA"!

Ok, a Câmara dos Deputados mostrou mesmo a que vem, no cenário político nacional.


Recebendo sentença condenatória de um de seus pares, vinda da mais alta corte de Justiça do país, trata com leniência inaudita o assunto, e mantém o homem com seu título.

Alguém dissera (Folha de São Paulo, de hoje, 29 de agosto) que a Câmara afrontou a suprema corte.

Mas "calma com o andor que o santo é de barro"...Não é simples assim. Não é só isso.

A Câmara dos Deputados afrontou todo um povo, para além do STF. Literalmente rotulou de paspalhos os ilustres ministros daquela corte. Cuspiu na Constituição, demonstrou desprezo para com as instituições da democracia. Zombou do esforço que produziu, algum tempo atrás, a Lei da Ficha Limpa. Ora, se nem COM SENTENÇA os condenados são penalizados em sua vida política, como uma mera "nodoazinha" em seu passado poderá influenciar? Vamos ter uma tremenda enxurrada de atos ao arrepio daquela lei, porque os "ilustres" (notem a ironia em relação ao outro uso da mesma palavra) parlamentares vão ver que ela não lhes mete medo!!!!

Meus amigos e amigas, imaginem como a comunidade internacional está vendo essa vergonha??? E a Sra. Dilma Roussef vai a cátedra ontem e diz que o Brasil conquistou "respeito...". Em que exatamente? Em política é que não é.

Mas tem mais. Disseram que o homem (o dito cujo condenado, que foi "absolvido" parcialmente pela Câmara) teve benesses no tratamento, dentre outras razões porque "é evangélico".

NÃO. o Sr. Natan Donadon definitivamente NÃO É EVANGÉLICO. Ainda que tivesse esse verniz, arrancou-o totalmente ao se envolver na maracutaia que o condenou (ele que prove sua inocência, ao invés de dizer que o é). O "livrão" diz "Em tudo te dá por exemplo de boas obras;... para que o adversário se confunda, não tendo nenhum mal que dizer de vós." Se ele não seguiu essa ordenança (e não seguiu, como se vê), não segue o Evangelho, ué.

Não, o Sr. Donadon, assim como a maioria dos integrantes do congresso, não deu exemplo de boas obras. Cuspiu com elegância (se isso é possível) nas ordenanças do Evangelho. Isso não é ser evangélico. Rótulos podem ser comprados.

Aliás, aos demais que assim se rotulam, um conselho: CONSIDEREM o credo que abraçam, e verifiquem se as condutas de cada um está de acordo. Se não estiver como está lá no Livro, parem de dizer que são evangélicos.

Vocês envergonham um Breasil inteiro - o evangelho, que já anda enxovalhado demais, não merece essa maldade que vocês, aí, na liderança da nação, estão fazendo.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ERROU DE NOVO, SR. MICHEL SAAD NETO!

ESCOLAS DE DELINQUENTES

DE MARCHINHAS DE CARNAVAL...