FALANDO EM MÉDICOS... DOIS DEDOS DE PROSA

O "agito" do momento é essa ofensiva do governo federal para suprir de profissionais médicos muitas localidades do interior do Brasil, onde sequer um existe.

Então a classe médica vem a público reclamar, etc e tal, exigir melhores condições de trabalho, material para atendimento/tratamento, instalações mais adequadas...

Moro em Umuarama, no estado do Paraná. Desde algum tempo essa cidade tem se tornado um centro médico de referência, médicos aqui os há literalmente "às pencas". Das mais diversas especialidades, com aparência e experiência para todos os gostos. E bolsos, naturalmente.

Hiatoricamente ouço reclamações dos profissionais da área, a respeito dos valores reduzidos que recebem de planos de saúde, e dos valores RIDÍCULOS que recebem do SUS.

Mas... surpresa!!!!Descobri que minha cidade está pleiteando a assistência do programa governamental, juntamente com a vizinha Guaíra e... pasmem... Maringá!!!

Pessoas, não posso acreditar que esses municípios não tenham boas propostas para os profissionais da área! E mesmo que o salário fosse aquém do agradável, são ótimos locais por onde começar a clinicar. E uma vez inseridos na realidade local, aí sim, vamos sedimentar nossa credibilidade, nosso valor para a comunidade.

Não, o que me parece faltar é interesse em exercer a profissão, e sobra a cupidez do lucro. Ninguém vai entregar, mas há locais onde você não entra mesmo sem arcar com algum custo, por pequeno que seja.

O SUS não paga direito? Ora, certeza que há caminhos. Os planos de saúde os exploram? Bem... e porque a classe não se une contra eles? Os planos não são onipotentes!

Falta material? LISTEM o que falta. Publiquem. Nada terá valor se não houver registro. Por isso mesmo são guardados documentos. E então, pressionados por uma realidade provável (não virtual, inventada), os governos em seus diversos níveis vão se virar. Os vereadores vão correr atrás... afinal, ninguém quer perder votos assim...

Me parece que, salvo engano, falta amor à profissão. Características que vi, por exemplo, no Dr. Matheus, lá em Jiquiriçá, interior da Bahia... e tantos outros, com certeza. Mas está faltando aos "novos centuriões".

Srs. e sras. médicos, se não fizeram o juramento de Hipócrates, Ok. Se o fizeram, o coitado do grego deve estar se virando na tumba...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ESCOLAS DE DELINQUENTES

ERROU DE NOVO, SR. MICHEL SAAD NETO!

DE MARCHINHAS DE CARNAVAL...