NOSSA POLÍCIA - SHOW NO MEIO DO CAOS, APESAR DOS CRÍTICOS

Ao longo dos últimos dez dias, temos noticiadas ações da Polícia Federal, desbaratando quadrilhas dentro e fora de órgãos governamentais.

Uma das últimas notícias diz respeito a uma cambada de safados que desviava alimentos da CONAB. Pior que o mero roubo é tirar a comida de crianças/adolescentes.

De cambulhada vão sendo também apanhados traficantes, corruptos estão pipocando em toda parte...

A Polícia está fazendo sua parte. Ainda que em muitas localidades esteja mal aparelhada, a polícia em suas várias performances - civil, militar, rodoviária, PF - tem desempenhado papel capital na contenção da criminalidade, no esforço da segurança pública e por aí vai.

Parêntese.

Infelizmente não posso deixar de mencionar aqueles integrantes dos quadros que se corrompem, "deixam passar", recebem propina, protegem criminosos. Talvez eu esteja "chovendo no molhado" ao repetir isso, mas esses cidadãos descuidados com suas obrigações e também com a própria respeitabilidade estão dando um tiro no pé.

Imaginem... ao proteger um traficante, ou receber propina de um deles ou de outro tipo de criminoso, o policial está literalmente vendendo a alma ao diabo, pois que o lado negro da sociedade não tem limites, na hora de cobrar dívidas e/ou resultados. Mas isso não é tudo.

Policiais têm famílias, famílias costumam ter filhos/netos... pessoas, imaginem a progressão geométrica do risco embutido numa estúpida "propina" ou em outro ato qualquer de corrupção!

Igualmente, o policial que aceita algo (eu não vou dizer suborno) para não autuar um motorista irregular - bêbado, sem carteira, menor de idade, está assinando embaixo no assassinato de alguém, no médio prazo.

Ok, alguém vai ponderar que isso são males sociais, etc e tal... mas confesso que nunca encontrei, em minhas pesquisas a respeito, um país mais eivado de ¨males sociais" do que o Brasil.

Mas fechemos o "parêntese".

Os profissionais da polícia, de modo geral têm, nada obstante os críticos, desempenhado um trabalho excelente. Mais não fazem porque não podem. A PF, por exemplo - contida por interesses políticos, muitas vezes, constrangida por vedações conseguidas em tribunais...

A polícia militar é desaparelhada, especialmente no interior (como se perseguir um criminoso numa pickup Dodge RAM, a bordo de um carro "mil"? Aqui e acolá temos cidades com efetivo adequado e equipamento idem, mas eu conheço localidades no Brasil onde um punhado de "bravos" (algo em torno de 150) precisa cuidar de SEIS cidades!!!!!

A polícia civil se debate continuamente com "xadrezes" superlotados e em risco constante de rebeliões, a produção da Justiça não libera pessoas detidas sem motivo e/ou detentos que já cumpriram penas... igualmente não possuem armamento e veículos em condição de ao menos enfrentar em paridade os criminosos... e IMLs e instalações de polícia técnica se podem encontrar em condições precárias, literalmente desmantelados...

Preciso também lembrar a interferência constante de "forças" políticas no trabalho dos "homens da lei". E essas influências nefastas atingem todas as polícias, sem exceção, embora o que apareça mais é a constrição sobre a PF.

Como ser profissional com tudo isso?

Mas eles vão em frente. Há truculência? Sim, de alguns. Há arbitrariedade? Sim, idem. Há excesso de força? Idem, mas lembremo-nos de os homens e mulheres que tentam nos defender todos os dias, nas cidades de nosso Brasil são também seres humanos, sujeitos a emoções fortes. Não sou partidário da violência, mas como tratar com igualdade de condição alguem que roubara um quilo de arroz E alguém que estuprou um nenê? COMO, me digam!

Apesar das lutas, dos erros acontecidos aqui e alí, do sofrimento social, eu apoio a polícia. Em todas as frentes. Eles fazem o caos cotidiano menos sacrificante.

Tem gente acima deles que deve responder pelos erros da tropa. Entendem?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DE MARCHINHAS DE CARNAVAL...

ERROU DE NOVO, SR. MICHEL SAAD NETO!

CURA GAY E OUTRAS IMBECILIDADES EMPURRADAS PELA MÍDIA