quinta-feira, 3 de outubro de 2013

FALSA MORALIDADE... VELHOS VÍCIOS

Estava meditando hoje a respeito do temporal de mulher pelada que literalmente tem acontecido em todas as frentes.

Não que eu não goste da visão. Longe disso. Como um macho da antiga forma, valorizo as curvas femininas sobremaneira.

Entretanto, acredito que está acontecendo uma exploração (em nível de mundo, não apenas aqui no Brasil, onde isso já virou "carne de vaca") exagerada, perversa e pervertida, do físico feminino. Algo que deveria ficar limitado a revistas especializadas (Playboy, Penthouse, etc...), e/ou a filmes eróticos, sei lá.

O ponto é o seguinte, meus irmãos: achamos lindinho aquela modelo mostrando o celular entre os peitos, mas quantos de nós apreciaria marmanjos olhando pra dentro do decote de nossas namoradas/esposas?

Sabem, esse negócio de machismo, etc e tal, é pano de fundo disso.

Longo tempo atrás, quando ainda funcionário do Banco do Brasil, estava retornando pra casa, numa madrugada, de carona com um colega. Ao passarmos por uma moça que estagiava no nosso local de trabalho. Observem o diálogo que se seguiu entre nós, dentro do carro:

- Carioca, está vendo aquela guria alí? Tá me dando mole... (meu colega).
- Hmmmm... ela é até arrumadinha... (eu).

- Ah, eu vou pegar essa guria (meu colega).

- Mas cara, você não é noivo? (eu).

- Ah, carioca, mas a "fulana" é pra eu casar!!! Não é pra brincar (colega).
- Ué, cara, mas essa guria aí com certeza será pra alguém casar também! (eu)
- Ah, carioca, não faz isso comigo! Se ela quer dar, ué!... (colega).

Entendem? "Pimenta nos olhos dos outros é refresco", diz antigo brocardo, ainda em uso (que o digam os policiais enfrentando professores, no Rio... rsrsrs)

Fico imaginando o que a noiva do rapaz pensaria, se soubesse que ele estava "abatendo" coelhinhas pela "night".

Somos até certo ponto "morais" quando se trata dos nossos (ou nossas), mas o resto da humanidade nada mais serve do que de área de exploração e lazer, para muitos.

Claro, é uma batalha perdida. O fascínio da luxúria e da pornografia têm envenenado mortalmente a sociedade pós-moderna (odeio essa alcunha). Mas você, meu irmão, quando vir um belo corpo por aí, pense em como ficaria se fosse a tua esposa, ou namorada, na imagem.

Não sou puritano. Estou apontando só um dos vários indicativos do quanto nossa sociedade é podre, suja, corrompida, como dissera no passado um grande amigo meu.

São coisinha como essa, que eu relatei acima, que fomentam tanto o estupro, abusos contra crianças/adolescentes, pedofilia... é o pensamento descuidado de que, se é outra pessoa, é objeto utilizável, a título gratuito ou não.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUANDO A INTELIGÊNCIA ENCONTRA A ALIENAÇÃO

Com muito prazer republico um texto profundíssimo, que pode divertir, e vai trazer muita luz, sobre o momento político que vivemos. É ...