sexta-feira, 8 de novembro de 2013

CORRUPÇÃO VERDEJANTE NO BRASIL VERMELHO I

A algum tempo atrás estive discorrendo, aqui, a respeito de soluções para nossos gargalos de transporte, etc e tal.

"En passant" (amo essa expressão francesa...) toquei na questão das ferrovias. Pessoas, se existe algo encantado, nessa terra tupiniquim, é essa tal de ligação "Norte-Sul" (ou qualquer outro vetor direcional) via estrada de ferro!!!!!!

Cabe lembrar que na Europa TODA há transporte ferroviário - de pessoas e de mercadorias. Soluções eficientes, inclusive ligando o continente à Inglaterra, sob o Canal da Mancha.

Nos E.U.A.? Idem. Só a malha de transporte de carga totaliza, no território americano, tamanho superior a 224.000 Km**. O transporte de passageiros tem declinado alguma coisa, em decorrência do barateamento de passagens aéreas, etc e tal. Mas continua lá, firme e forte.

A China? Recentes informações nos dão conta de perto de 98.000 Km de malha ferroviária, com estudos para ampliação para 272.000 Km, até 2050**.

No Brasil, temos perto de 29.000 Km de malha ferroviária, com alguns trechos em franco processo de deterioração. Para piorar as coisas, temos (muita gente não sabe disso...) QUATRO bitolas* diferentes, que dificultam sobremaneira a interação do transporte, nesse já reduzido tamanho de malha.

Só a título de comparação mais próxima, enquanto a África do Sul, com seus 1.221.037 Km2, possui perto de 22.000 Km de trilhos DE UMA SÓ BITOLA, nosso Brasil (pujante, segundo o governo) conta com somente mais 35% (aproximadamente) de trilhos em seus 8.515.767 Km2 que nossos irmãos sul-africanos. Se a proporção fosse mantida, nossa malha precisava ter algo perto de 150.000 km de extensão**.

Pessoas - me digam que eu sou ignorante. Que vivo no passado, etc e tal. Mas é sabido que historicamente, as ferrovias têm sido vetores de desenvolvimento sócio-econômico. O barateamento extraordinário de custos de transporte só perde para o transporte marítimo, até onde me lembro. A oferta de empregos, ao longo dos trilhos, acontece em progressão geométrica, rapidamente.

Bem... vamos em frente... Foi criada uma estatal, a VALEC, para gerenciar o desenvolvimento de nossas ferrovias. A algum tempo atrás, verificou-se que os trilhos que eram fornecidos, sob contrato para as obras em andamento, eram de qualidade inferior, não suportariam tráfego, etc e tal... Em paralelo, empresas envolvidas, que já tinham problemas de inidoneidade, foram afastadas das licitações respectivas (para ferrovias).

Pois bem, agora a Folha de São Paulo nos traz a notícia singela de que a VALEC não viu irregularidades em aprovar a empresa RMC para prosseguir com o fornecimento de trilhos - acontece que os dirigentes dessa novel companhia, montada "nas coxas" pelo que tudo indica, para ganhar a licitação, SÃO PARTICIPANTES em empresas declaradas inidôneas? É MOLE? No que será mesmo que a VALEC se baseia para aprovar quem vai participar da licitação? Jantares? Presentes? Ou existe mesmo auditoria para analisar os candidatos?

Com a palavra o Ministério Público Federal, o TCU (que levantou o incidente de inidoneidade anterior). Com a palavra quem tenha poder de impedir mais essa "armação". Isso não pode ficar assim!!!!

Não há dúvidas de que teremos orçamentos para construção da tal ferrovia encantada REFEITOS PARA MAIS. Não há dúvidas de que não teremos as obras entregues, e se o forem, será com atrasos imensos. Não há dúvidas de que existirão defeitos na construção das ferrovias.

Sobretudo, NÃO HÁ DÚVIDAS DE QUE ALGUÉM ESTÁ LEVANDO DINHEIRO MEU E DE TODOS OS BRASILEIROS PARA DEIXAR PASSAR ESSA PILANTRAGEM.

DETALHE - a recém aprovada empresa, RMC, continuará comprando trilhos... adivinhem... da mesma empresa que os entregara com defeitos!!!!! PODE?

Enquanto isso, nossa Pátria vai sendo tingida de vermelho. Não o vermelho fajuto de ideologias anacrônicas, mas o vermelho do sangue de nossa gente, um povo estúpido (de modo geral), ignorante (idem), que trabalha sem cessar para dar vida mansa à nossa classe política. Gente que morre sem atendimento nos hospitais, por falta de recursos na Saúde. Gente que é assassinada todos os dias, por falta de Segurança Pública. É ESSE O VERMELHO a que me refiro.

O tempo o dirá.

Brasil, minha terra, como te gosto tanto, é que reclamo assim. Tenho raiva de teus dirigentes, tenho medo deles (tenho SÓ uma vida), mas "...entre outras mil és tu Brasil, ó Pátria, amada!.."

* bitola aqui se refere à distância inter-trilhos, das ferrovias. Sabiam que pelo menos uma delas foi dimensionada com base no tamanho dos traseiros de cavalos, na antiga Roma?
** os informes são públicos, disponíveis na internet.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUANDO A INTELIGÊNCIA ENCONTRA A ALIENAÇÃO

Com muito prazer republico um texto profundíssimo, que pode divertir, e vai trazer muita luz, sobre o momento político que vivemos. É ...