terça-feira, 21 de janeiro de 2014

AS VERGONHAS NACIONAIS DESFRALDADAS

Estamos literalmente "cercados" por desastres de toda sorte.

Os eventos naturais continuam produzindo mortos, a cada verão, e a máquina estatal vai se enferrujando a cada ano. Vide os episódios dos estados do Rio de Janeiro e São Paulo, sem contar outras localidades igualmente devastadas. em pontos diversos do território nacional.

O sistema penal nacional faz água há décadas. E o episódio recente de execuções em Pedrinhas, no Maranhão, atiçou os ânimos em organismos internacionais, que agora reiteradamente cobram nossas autoridades a respeito de melhorias no processo.

A tão celebrada Copa do Mundo está proporcionando desconforto extraordinário, a ponto de produzir hesitações nas falas do ministro dos Esportes, Sr. Aldo Rebelo (em entrevista recente, veiculada na mídia televisiva).

Claro, de cambulhada vão desfilando histórias de desrespeito a direitos humanos, professores sendo vilipendiados, anarquistas travestidos de desvalidos invadindo propriedades de gente séria e produtiva... o gigante tem andado de lado, pelos últimos anos, especialmente.

Claro, os sofridos e necessitados que desfrutam das benesses paternalistas de uma determinada facção política (facção - ultimamente essa palavra tem sido atrelada a organizações criminosas... interessante, a proximidade insinuada pela língua), distraídos que estão por programações de entretenimento de pobreza absoluta, mitigando seus anseios com "pão e circo", encantados igualmente com sonhos inatingíveis de nivelação social - como se isso acontecesse por um passe de mágica, só hão de aplaudir.

E isso vem a ser OUTRA VERGONHA.

Nossa terra, nossa nação, tão bem aquinhoada por Deus e pela natureza, tem um dos mais horrorosos tecidos sociais do mundo!

Um povo* ignorante (intelectualmente), infantil (amam rir da própria desgraça, se contentam com balinhas, enquanto o bolo vai para outrem), acomodado (coisas abomináveis são ditas, como por exemplo "rouba mas faz"), suicidas muitas vezes (brincam com a morte física e a de seus sonhos)... esse povo é dirigido por perversos, desonestos, imorais, prostitutos mesmo, travestidos de  senhoras e senhores sérios*.

Esse povo ingênuo está sendo roubado a cada passo de sua história, desde o "descobrimento". Passando pela exploração colonialista, servindo a interesses estrangeiros (porque não temos estradas de ferro SÉRIAS?), somos mercado de aplicação de conglomerados estrangeiros (laboratórios, montadoras, indústrias de todo gênero sugam nosso suado dinheiro TODOS OS DIAS). E nem o petróleo, benção energética, é mais nosso - é só conferir atentamente os contratos que vão sendo fechados.

MAS TODOS ACHAM O MÁXIMO. Vamos sediar a Copa! As Olímpiadas!!! Somos o país do Carnaval (como se o formato atual dessa festa popular não difamasse suficientemente nosso povo)!

Sonho com um futuro melhor. Para minha velhice, para meus filhos, para meus netos futuros... torço por um Brasil realmente LIVRE,  respeitado mundo afora, um lugar que os estrangeiros não tenham receio de visitar, onde sejam respeitados direitos humanos, onde a natureza tivesse chance de nos dar o melhor.- tem tentado sempre, e nossa gente SEMPRE lhe frustra os intentos!!!!

Sonho com homens públicos respeitáveis, de palavra, incorruptíveis, que prezem por suas biografias - afinal, onde debaixo dos céus um homem terá orgulho de seu pai ser corrupto? (só no Brasil, alguém dirá!).

É... parodiando Martin Luther King... eu tenho um sonho.

Não me frustre, Pátria amada. Começe JÁ. AGORA. Em 2014! MUDA BRASIL!

*sempre há exceções, mas no contexto atual a máxima é verdadeira - "uma andorinha (ou duas, tres...) só não faz verão".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUANDO A INTELIGÊNCIA ENCONTRA A ALIENAÇÃO

Com muito prazer republico um texto profundíssimo, que pode divertir, e vai trazer muita luz, sobre o momento político que vivemos. É ...