MARANHÃO - TERRA DE NINGUÉM

Ano novo, tudo novo...

Tudo? Não. O estado do Maranhão, assim como muitas outras unidades da Federação, está agonizando.

Agoniza porque aquela terra de gente forte e devotada foi atacada há algumas décadas por uma praga mortal - a política corrupta.

Aninhados no poder, os descalabros se sucederam, e a partir das pragas principais, outras cepas se desenvolveram, atingindo todos os municípios e instituições.

O resultado? A Educação Pública é uma ruína, a Segurança Pública um lixo, investimentos públicos? Ahhh...

Notem, não estou falando do povo maranhense. Estou falando de uma praga e seus efeitos.

A algum tempo atrás o grito agônico foi dos professores, sem condições nenhumas para prosseguir com seu mister sacerdotal de ensinar.

Atualmente, o que mais se ouve a respeito do Maranhão diz respeito a uma penitenciária, que responde pelo singelo nome de "Pedrinhas". Um lugar onde mandam(?) criminosos. Onde meliantes perigosos se reunem em facções para promover o crime, um lugar onde os simples "ladrões de galinha" ou viram bicho ou morrem.

Há pouco tempo, tornou-se público que uma inspeção no presídio foi obstada pelo comando criminoso. MAS COMO ASSIM? O urubu de baixo c_gando no urubu de cima?

Mas a praga continua instalada. E vai envenenando sorrateiramente o sangue dos maranhenses (sem falar do resto da pátria amada). 

Enquanto isso, um dos representantes da "praga", em entrevista, se deu por contente de a violência estar dentro da penitenciária, e não fora dela.

Como não? O que dizer das esposas de presidiários estupradas pela turma da prisão? Como explicar depredações pelas cidades, em retaliação a medidas da Lei? Como é isso?

Pátria amada, que eu amo... teus líderes precisam ser MESMO líderes. Precisam chamar a si a responsabilidade de um amanhã melhor, um ano melhor, um país melhor.

Simples assim...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ERROU DE NOVO, SR. MICHEL SAAD NETO!

ESCOLAS DE DELINQUENTES

DE MARCHINHAS DE CARNAVAL...