O CRIME E SUAS ESCOLHAS

Noticieiro dessa tarde de quarta-feira, a segunda do ano, nos informa que mais de 1.300 detentos do estado de São Paulo não retornaram às respectivas detenções, ao término da saída temporária* a que alguns "fazem jus".

Grupos de defesa dos direitos dos detentos (porque não há grupos de defesa dos cidadãos aqui fora da cadeia?) consideram que medidas como essa tal "saída temporária" podem ser recurso de ressocialização de apenados, etc e tal...

Eles que vão para o diabo que os carregue. Cometem um equívoco que acaba sendo mortal para alguém, aqui e acolá...

Acontece que, quando alguém envereda pela senda obscura do crime, JÁ SABE o que quer. Ninguém me venha objetar que marmanjos com mais de DEZOITO ANOS (já não são "dimenor") ainda estão decidindo se seguem a carreira do crime, por exemplo, ou vão para os bancos da uma faculdade!!!!!

Senhoras e senhores, essas pessoas JÁ ESCOLHERAM o caminho de suas vidas, do qual só ele próprio (e Deus, em quem creio) poderá livrar. Entendam, canetadas e leis casuísticas não os mudarão.

Estamos já fartos de ouvir falar em saídas temporárias, durante as quais apenados teriam sido recapturados, cometendo seus delitos. Vale dizer, isso não os está restaurando, mas lhes oferecendo uma "boquinha" de tempos em tempos.

"En passant", ALGUNS são recapturados. Os leitores podem imaginar quantos saem, praticam seus delitos, e retornam sossegadamente? Mas isso quem estatuiu a benesse não contemplou. Talvez porque possa contar com aparato de segurança superior do da média dos mortais.

O episódio no estado de São Paulo é sintomático. Assim como o é o horror em "slow motion" acontecendo agora mesmo lá no complexo penitenciário de Pedrinhas, no Maranhão.

Tudo faz parte do mesmo descaso das autoridades, com atualização do aparato de segurança, com aparelhamento de nosso sistema penal, com a manutenção de servidores venais e mal-acostumados.

Porque, vejam - instalar um scanner na entrada dos presídios, E manter equipe de ao menos dois agentes (rodiziados continuamente e sem aviso), pode até custar muito caro.

MAS... as vidas dos brasileiros que são ceifadas, porque algum estúpido está tentando "ressocializar" bestas humanas... NÃO TEM PREÇO.

O governo que aí está - que acaba sendo situação (incluindo - claro, os papalvos que os cortejam para terem algum poder), não tem misericórdia alguma - os manuais onde aprenderam a política que praticam não têm essa palavra. E a oposição, estúpida, fragmentada sobremaneira e amadora, vai tropeçando, um quadriênio após outro, enquanto que o sonho de sermos uma nação decente vai ficando para trás...

Para concluir - para criminoso não há benesse. Isso - as benesses da vida em sociedade - o criminoso (não me refiro ao ladrão de "galinhas", mas ao contumaz traficante, assassino, latrocida, pedófilo, sequestrador, estuprador) riscou de seu projeto de vida. ELE NÃO QUER PAZ COM A SOCIEDADE. Ele quer é satisfazer sua volúpia pessoal.

Algo meio parecido com um punhado de políticos que o que menos fazem é representar seu povo - preferem representar seus interesses... coisa horrorosa, esses também JÁ ESCOLHERAM seu modo de vida!

Brasil - será que teus políticos vão sair do jardim da infância? Quando homens públicos sejam honrados, criminosos tenham temor de suas penas... Quando, Pátria amada?

*Em tempo - saída temporária não tem nada a ver com indulto, OK? Um é benesse, outro é PERDÃO. Consultem a lei, os que não virem a diferença.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ESCOLAS DE DELINQUENTES

ERROU DE NOVO, SR. MICHEL SAAD NETO!

DE MARCHINHAS DE CARNAVAL...