terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

UM TIME PERDIDO EM CAMPO

Surpreendo-me com a decisão liminar de um dos ministros do STF, restaurando os "super-salários", entre os servidores do Congresso Nacional, cujo pagamento acima do teto constitucional fora suspenso por iniciativa do Tribunal de Contas da União.

Por mero acaso, está em aberto edital para concurso visando prover vagas de analista e técnico legislativo. Nomes rebuscados para "aspones" (me perdoem a chulice discreta), que envolvem verbas salariais começando em valores acima de 25 e 12 mil reais, respectivamente.

Amigos, considerem o seguinte:
- EXISTE um teto constitucional;
- ESTÁ sendo desrespeitado, solenemente, há décadas;
- o Tribunal de Contas agiu com COERÊNCIA, tentando coibir a inconstitucionalidade;
- o STF nada mais fez do que referendar, ao menos temporariamente, a manutenção da irregularidade, que sem dúvida atende aos anseios do SINDILEGIS e seus associados.

Juro que não entendo.

O STF prestou um desserviço ao Brasil. E à Constituição, não importa o que o Exmo. Ministro pondere.

Fica uma dúvida estranha - os integrantes do Tribunal de Contas da União são alienados, ou irresponsáveis? Precisam da curadoria do STF para fazer o que está na lei?

Hummmmmm... estranho...



Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUANDO A INTELIGÊNCIA ENCONTRA A ALIENAÇÃO

Com muito prazer republico um texto profundíssimo, que pode divertir, e vai trazer muita luz, sobre o momento político que vivemos. É ...