UMA TRAGÉDIA ANUNCIADA - O DELINQUENTE "DO POSTE"

Noticiário de hoje nos informa que aquele rapazinho (quinze anos, uma criança!!!) foi apanhado, dessa vez pela polícia, novamente praticando roubos na via pública.

Trata-se da mesma pessoa que fora surpreendida, há algumas semanas atrás, praticando seus crimes, e populares o teriam preso a um poste, e lhe inflingido alguns castigos.

Uma jornalista importante foi censurada, naquela ocasião, porque destacar que a população já está no limite de sua paciência com o "status quo". Pessoas e entidades de "direitos dos manos" (é cômico, mesmo), se manifestaram contra o que classificaram de barbárie, etc e tal...

Pois bem, a lição nos parece agora que não fora aprendida, já que o moço voltou a seus misteres ilícitos.

E agora, "JOSÉ"? E agora, defensores dos "frascos e comprimidos"?

E aquela senhora defensora de direitos humanos, que se manifestou de maneira ácida, contra a atitude do populacho, onde está? Ouso perguntar a essa senhora: "porque não o levou pra sua casa, querida? Talvez o fizesse mudar de vida, será que não?"

Pura demagogia, da dita cuja senhora. Hipocrisia em doses cavalares emanando dos habitantes de "Utopia" (um país lá no planalto central, onde tudo está maravilhoso e dá certo sempre).

Como enfatizara a jornalista Rachel Scheerazade, nossa gente está mesmo "de saco cheio" de a segurança pública não fazer (ou não poder fazer) seu trabalho adequadamente. Endosso totalmente o comentário da moça, e digo mais - NENHUM RECURSO, a não ser a COERÇÃO, resolverá o problema, que - a contrário senso do que dizem os defensores dos "direitos dos manos" -NÃO É um problema racial, nem aflige as classes menos favorecidas. A coisa é social, e a sociedade vai sim tomar alguma atitude.

Sei de famílias humildes que nem por isso descambaram para o crime. Pessoas batalhadores (vi um dia desses um catador de recicláveis que estimulou a filha a entrar na faculdade, um exemplo somente) mas honestas não viram necessariamente criminosos.

"A ocasião faz o ladrão", diz o velho brocardo. No meio da criminalidade encontraremos pobres e negros sim. Mas encontraremos também (vocês se surpreenderiam de quantos!) brancos com bom nível social, "filhinhos de papai", filhos de gente famosa que enveredam também pela senda do crime.

O que dizer desses? foram desfavorecidos? Não.

A problemática está numa sociedade que TOLERA. Uma sociedade que relativiza as ilicitudes, inclusive porque eventualmente alguma ilicitude pode favorecer. E tal comportamento é também estimulado pelas autoridades, ao se dobrarem a exigências ridículas de minorias, por exemplo. As autoridades igualmente têm culpa no cartório ao avaliar a coisa como normal. Estamos em meio a uma guerra civil, e ninguém se toca!

O porquê do título (...tragédia anunciada...)? Simples... Mais dia, menos dia, esse menor vai ser novamente detido por populares. E SERÁ MORTO. Vai resolver? quantos mais vão se dizer surpreendidos com isso? Será que o pessoal dos "Direitos dos Manos" vai aparecer? Ou algum "adevogadozinho" vai pedir indenização ao Estado? Ah, me poupem...

Brasil... precisa mudar... senão nossa língua vai ser trocada... seremos colonia de algum outro poder. E esse poder vai colocar as coisas no lugar... PENSEM, habitantes de "Utopia"!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ESCOLAS DE DELINQUENTES

ERROU DE NOVO, SR. MICHEL SAAD NETO!

DE MARCHINHAS DE CARNAVAL...