ALUNOS... DELINQUENTES... CRIMINOSOS... E VIVA O ESTADO!

Nossa gente, ignorante no seu cerne, envolvida em processo de "deseducação" para o qual concorrem ativamente governo, mídias e estudiosos de comportamento, é pródiga em nos oferecer espetáculos que reflitam seu caráter.

Não seria de causar surpresa, então, o ocorrido em Ituiutaba hoje, 12.03.2014, onde alunos, aproveitando que o corpo docente se encontrava reunido em uma só sala, trancafiaram os lentes, e promoveram depredação da própria escola.

Assim caminha a sociedade brasileira - criminosos em embrião, desinteressados em aprender o que quer que seja (afinal, estou certo de que muitos deles recebem algum sustento do "Bolsa-Família" e, assim, aprender para uma carreira futura não tem muito nexo*), vão se exercitando no mister de subverter uma sociedade que já não tem muita coisa em ordem, diga-se de passagem.

Claro, também tenho certeza (que me corrijam os que souberem o contrário) de que NINGUÉM dos Direitos "dos Manos" apareceu para confortar os pobres professores, cujo único pecado tem sido tentar inculcar algum juízo nas cabecinhas emergentes, ao longo dos últimos 30 anos.

TENTAM.

Mas a luta é inglória, porque têm contra si as abominações da TV, os exemplos de nossos políticos, de modo quase geral, e as "carreiras" bem sucedidas de criminosos - de colarinho ou não, que passam uma mensagem de que "o crime compensa", de que carreiras masginais podem ter exito. Não por acaso uma dissidência do que se convencionou chamar de estilo "funk" engrandecia os atos de criminosos, ou enaltecia o crime... (me parece que tomaram um pito, mas isso se combate com "pitos").

Num país solapado pela corrupção, acostumado com a própria miséria, a ponto de existir aqui e acolá até um certo "orgulho" disso - uma pessoa muito querida me ponderou isso, recentemente - tem gente que se orgulha de ser pobre, ignorante (vide o Sr. Lula quando menosprezava o ensino), sem educação**!!!!! - o que se pode esperar de próxima onda?

Vou lhes anunciar o desastre - os cidadãos brasileiros de bem (existem ainda!!!), que já estão ilhados, vilipendiados em seu direito de ser cidadãos, estão chegando ao limite do desespero. E solenemente advirto as autoridades - vai ser um estouro "de boiada", quando os do povo pegarem gosto em fazer justiça com as próprias mãos,  procurarem consertar o que o Estado deixou órfão de atenção...

Porque? Ah, porque! Porque a Polícia (sempre eles, abnegados, sofridos, tomando tiro e pedrada para passar um "pano quente" na incompetência do Estado) são alguns milhares. E o populacho são alguns MILHÕES. A equação não vai fechar, pobres policiais (e o Exército, Marinha, Aeronáutica, e o que mais vier...).

Nossa gente está sendo empurrada para um ponto de perigoso equilíbrio de onde ou se retorna na marra, ou há uma queda livre, no abismo da derrocada social. O tempo está passando, já está ficando tarde para providências que minimizem ou impeçam o "estouro da boiada".

A depredação da escolinha lá em Ituiutaba deve ter encorajado algum "lorpa" a vociferar sobre a utilização do E.C.A. - "eca" mesmo, para algo tão sem utilidade - foi urdido por políticos, não por juristas - quando um 'tapa-sexo" de carnaval.

Me solidarizo com os professores da escola destruída, que passaram momentos de horror ouvindo gritos de "rebelião"(????? Rebelião contra o que?). Me solidarizo com meu povo, bovinamente sofrendo sob a canga de um Estado sanguessuga, que desbasta quase 70% (ISSO MESMO, quase SETENTA POR CENTO) dos ganhos do proletariado com impostos, e dá a esse mesmo povo uma solene "banana".

Enquanto isso, em "Utopia"...***

Brasil, meu Brasil brasileiro, como sofro por ti... MUDA BRASIL!

  *É horrível de se dizer isso, mas suspeito que a maioria dos assistidos pelo programa não tem expectativa de mudança, e vão só "empurrando com a barriga". É confortável para eles! E qual a duração do benefício, sabe-se até quando?
 **Somos sem educação, querem ver? Só alguns exemplos...
            - brasileiros há que arrotam em público, e nem se importam;
            - idem, que falam alto em público - será que é pra mostrar que são "importantes"?:
            - não sabemos pedir licença, nem agradecer, em geral;
            - não sabemos "dar passagem" em lugar nenhum;
            - somos pródigos em "furar fila" e ainda nos vangloriamos disso;
            - brasileiros há que urinam nas vias públicas e acham isso natural (parecem cães vagabundos, que esvaziam a bexiga a cada poste); será que tanta gente assim tem incontinência urinária?;
            - muitos não têm o menor pejo em usar baixo calão em qualquer lugar, INCLUSIVE igrejas...
(claro, sempre hei de repetir que há exceções a tudo isso... mas estamos minguando... lembram-se daquele orgulho estúpido de ser "simpres" que eu mencionei acima? O negócio parece meio epidêmico)

*** Um país distante, onde tudo é certinho, onde se paga pouco imposto (não descontam muitas verbas de muitos holerites), no Planalto Central.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ESCOLAS DE DELINQUENTES

ERROU DE NOVO, SR. MICHEL SAAD NETO!

DE MARCHINHAS DE CARNAVAL...