sábado, 8 de março de 2014

O QUE É DEMOCRACIA?



Tendo em vista muita gente utilizando essa palavra ultimamente, e lhe acrescentado uma montanha de bobagens, decidi trazer alguma luz adicional sobre o tema.

Espero que essa rapaziada  nascida nas últimas duas décadas e meia estude e entenda com profundidade esses conceitos e outros conexos, para que o "FEBEAPÁ"** (festival de besteira que assola o país) cesse, ou ao menos diminua. Há alguns "borra-botas" por aí totalmente equivocados a respeito. Vamos lá.

Originária do grego, a palavra significa "governo do povo". Há algumas derivações desse conceito basilar, mas sua essência está em que a origem do poder, do governo - é no povo de uma nação.

Contrapõe-se diametralmente a totalitarismo, razão porque eu repudio veementemente a expressão "democracia totalitária". Um exemplo disso é o simulacro de democracia que acontece agora na Venezuela. Outro exemplo cristalino é o regime norte-coreano, pomposamente denominado de "República Democrática Popular da Coréia."

De alguma maneira contrapondo-se também ao conceito essencial de democracia, temos a "oligarquia", que significa o governo de um pequeno grupo, sobre uma nação, ou um grupo étnico determinado.

Aos que ainda não entenderam a diferença conceitual, podem me pedir para esclarecer, e vou tentar desenhar a coisa.

Agora sim, vamos aos paralelismos.

Na Venezuela, quem manda, desmanda e faz prender? O Executivo, cercado de um time de capachos que sonham em um dia suceder ao Sr. Nicolás Maduro. Em razão disso, por exemplo, não temos - dentre outras ausências - economia de mercado lá - recentemente um decreto foi baixado proibindo os comerciantes de modificar preços, num ambiente de escassez de insumos básicos para a população. Não foi o povo quem conduziu o processo. Democracia?

Na República Democrática Popular da Coréia, delitos "hediondos" como assistir a filmes ocidentais ou da Coréia do Sul, distribuir revistinhas de "sacanagem" ou masculinas, e consumir drogas é punível com MORTE. Ano passado inclusive, ao que consta, perto de OITENTA pessoas foram executadas por "crimes" como esses. Quem pensa diferente daquele moço brilhante e psicopata (que por sinal esteve por um tempo estudando numa democracia de verdade, pode uma coisa dessas?) é inimigo do regime. DEMOCRACIA?

Chega de exemplos "democráticos", de outras terras. Vamos à nossa democracia tupiniquim.

A censura ao BBB e a programas de insinuação sexual não existe. Mas... os jornalistas estão sendo já discretamente "recomendados" para que conversem primeiro com o governo, para depois exprimirem suas opiniões. Democracia?

O MST invade aqui e acolá, TODO MUNDO SABE que há aproveitadores (com rumos!) no meio daquela massa (sem rumo!), mas sob o beneplácito governamental, ninguém faz nada contra eles. Ou o que é feito tem efeito timidíssimo...Trata-se de um poder por trás dos bastidores, conectado com uma certa legenda partidária... Democracia?

Minorias recebem subvenção oficial para se exporem nas vias públicas, em espetáculos que, conquanto carreiem recursos do turismo, são uma afronta a famílias brasileiras, uma ofensa a nosso nacionalismo (procurem saber onde mais existe "Parada Gay"*). Mas têm apoio oficial. Democracia?

Eu e você (uma antiga canção religiosa dizia "eu, você e todo mundo...") se dispormos de recursos limitados, teremos a nosso dispor o SUS para nos acudir em nossas mazelas físicas (nada contra o sistema, acontece que ele é limitado para atender a todos que precisam). Mas os integrantes de nossos tres poderes não utilizam o SUS, até onde sei - vão se tratar no "Copa D'Or" ou no "Sírio-Libanês" e, claro, as despesas são pagas (e regiamente) com o dinheiro de impostos que "eu, você e todo mundo" pagamos. Democracia?

Vou resumir. VOCÊ, "borra-botas" (não me refiro a meus leitores inteligentes e antenados) NÃO PODE INTERFERIR com o que o governo põe e dispõe. Perdeu esse direito, sabe porque? Porque NÃO TEMOS democracia, temos TOTALITARISMO.

A respeito desse novo conceito - totalitarismo - verifiquem o que acontecia no pós-guerra, na extinta (não tão extinta assim, como se nota ultimamente...) União Soviética. Se alguém daqui quiser viver lá, podemos até fazer uma "vaquinha" para comprar a passagem SÓ DE IDA. Mas o arrependimento vai chegar.

Alguns ignorantes vão até querer atrelar totalitarismo a democracia. IGNORANTES.

Outros, mais alienados ainda, hão de colocar a culpa no capitalismo, que não tem nada a ver. Uma coisa é forma de governo, outra é sistema econômico. Misturam alhos com bugalhos, e ainda querem respeito!!!!

Me façam uma gentileza - se quiserem opinar contra o que eu escrevi aqui, OK. Somente me apresentem elementos de defesa do pensamento.

*Sempre hei de frisar que não tenho nada contra a comunidade gay, nem com os negros (que estão sendo transformados em casta, pelo sistema de quotas), ou índios, ou seja lá qual for a minoria. Só me recuso a baixar a cabeça. A Constituição Federal (já suja, rasgada, cuspida, etc e tal...) diz que "todos são iguais perante a lei". Não posso crer que alguns sejam mais iguais que outros.
** homenagem ao imortal Stanislaw Ponte Preta. Mas o que importa? Hoje em dia a turma quer é ler obras perversas e pervertidas como, por exemplo, "Cinquenta Tons de Cinza." Pobre país...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUANDO A INTELIGÊNCIA ENCONTRA A ALIENAÇÃO

Com muito prazer republico um texto profundíssimo, que pode divertir, e vai trazer muita luz, sobre o momento político que vivemos. É ...