POLÍTICOS IMATUROS = DESASTRES SOCIAIS

Depois de uma semana agitada, na qual me foi impossível conferir o mundo ao meu redor, me deparo com a grita entre o governador do Acre, Sr. "Tião" Viana, e a secretária de Justiça e Cidadania de SP, Sra. Eloisa Arruda.

No centro do "imbróglio" temos alguns milhares de imigrantes haitianos, que teriam sido enviados para o estado mais rico do país, muitos deles inclusive com suporte financeiro (passagens) custeado pelo governo do Acre.

O Sr. Tião Viana se dói, porque a seu ver foi comparado a um "coiote", gíria que nomeia pessoas que facilitam migrações não autorizadas de pessoas, ao redor do mundo.

Disse que vai inclusive acionar a Justiça, para se despicar da acusação.

(coitada da nossa Justiça, ainda tem que separar briga de criança...)

Haitianos ã parte, sejamos honestos - se o governo do Acre patrocinou viagem de alguns dos migrantes - que seja UM, sequer, então agiu de alguma forma como os "coiotes" (embora esses é quem recebam o dinheiro, ao invés de pagar). Porque facilitou-se o translado das pessoas. Então, não há porque questionar o rótulo, não exatamente aplicado, mas insinuado, pelo que pude ler.

Em paralelo, a reclamatória da Sra. secretária é totalmente pertinente. Numa cidade de milhões de habitantes, enfrentando toda sorte de desafios sociais e econômicos, o crescimento paulatino de dita população até é plausível, mas o despejo de milhares de pessoas de uma hora para outra soa quase como uma invasão!

Detalhe - muitos dos migrantes não fala português, então, o que lhes resta em Sampa? Subempregos (traficantes adoram essa mão-de-obra), condições inaceitáveis de vida/moradia/educação/atenção de saúde... Pessoas, é no mínimo IRRESPONSÁVEL a atitude do governo do Acre, se tal coisa aconteceu.

Querem "exportar" habitantes? Vamos conversar. Vejamos em que condições as pessoas serão recebidas, estabeleçam-se programas de inserção social, e no mercado de trabalho. Sejamos, pelo menos, HUMANOS.

A entrada através da fronteira é um problema de segurança nacional, não exatamente algo administrativo. Porque sem dúvida alguma estamos acolhendo, no meio de gente honesta e que busca vida melhor, traficantes (novos), assassinos, ladrões de galinha pura e simplesmente... é caso de polícia, Sr. "Tião" Viana!

E muito me surpreende V. Excia., Sr. "Tião" Viana, manifestar o interesse em postular em juízo alguma reparação! É algo de uma infantilidade absurda, mormente no momento em que vivemos, quando a Justiça já se encontra assoberbada... precisaria usar tempo, recursos e paciência para resolver criancices? JURA?

Agora imaginem um outro quadro. O estado do Acre, que sabidamente é subpopulado, buscando recursos para assentar essa gente, atraindo empresas SÉRIAS... todos lucrariam, INCLUSIVE o governo do estado... Mas trabalhar que é bom...

Ah, me poupe, Sr. Viana.

O Sr. Nilson Mourão, que publicara uma nota de cunho acusatório (esta sim!) deve estar vermelho de vergonha. De se prestar a algo assim... Ainda diz "apenas" 400 migrantes! deve estar de brincadeira...

Outra coisa... comparar a migração (forçada) com migrações do nordeste para o sul do Brasil (conforme insinuado também na nota) é despido de sentido. Uns poderão se integrar, outros terão dificuldades imensas para tal. Uns vieram para o sul maravilha com recursos próprios, outros foram patrocinados pelo estado.

Em tempo - o governador Geraldo Alkmin não precisa se meter nessa briga besta, exatamente porque tem uma secretaria que se encarrega disso. EXATAMENTE POR ISSO ELE TEM SECRETARIAS.

AMADUREÇAM, políticos brasileiros. Ou deem espaço para uma nova cepa, mais capaz, mais madura, mais coerente em suas medidas administrativas.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ERROU DE NOVO, SR. MICHEL SAAD NETO!

ESCOLAS DE DELINQUENTES

DE MARCHINHAS DE CARNAVAL...