REFLEXOS DE UMA SOCIEDADE ABANDONADA - CRIANÇAS SE PERVERTENDO

Vi hoje, inserto em uma rede social famosa, vídeo, gravado numa praia qualquer do nosso Brasil, mostrando duas crianças, pelo porte aparentando ter não mais de sete anos de idade, fazendo coreografia semelhante àquela praticada nos bailes "funk".

Então, o gurizinho, só de "short" esfregava sua pelve na menininha, vestida somente de biquini. Aparentemente para gáudio de alguns adultos, derramados em espreguiçadeiras proximamente.

Após algumas evoluções, a meninazinha virou-se e, agora de costas, sujeitava suas infantis nádegas à "xumbregação" do jovem parceiro. Aí então uma senhora, acredito que mãe de um dos pequenos, interveio e separou a dupla.

NOJENTO.

Alguém vai vociferar, da penumbra virtual, que eram crianças, que eu estou vendo maldade em tudo, etc e tal... A esses, convido-os a exercitarem suas filhinhas na dita cuja dança ou, melhor, levem-nas a um baile "funk", para serem "aculturadas".

Aos imbecis que permitiram aquela coisa absurda, entre seres que sequer têm noção do mal (perversão) que lhes poderia advir, eu lhes digo: mereciam ter os filhos sequestrados pelo Serviço Social, e adotados por pessoas que tivessem mais misericórdia do futuro deles.

Amigos, podem me chamar de conservador, mas a coisa está de tal modo degringolada, que TUDO É NORMAL. Travestis invadirem banheiros femininos (como aquele infeliz que o fizera, há uns anos atrás), pessoas se aliviarem de suas necessidades em plena via pública, jovens se encharcarem de bebida alcoólica pelas ruas, aos bandos, traficantes negociando seu artigo mortal em meio a eventos artísticos ou sociais...

MAS as crianças são o futuro. Precisam ser resguardadas da maldade humana, enquanto possível.

Não pediram para vir ao mundo. Então, quem as gerou, ou seus próximos, têm o dever de cuidar o melhor possível de nossas crianças, e nisso me incluo, e incluo a sociedade.

Bem verdade que a sociedade adulta sequer sabe se cuidar, quanto mais preservar seus rebentos. Mas há fatos e fatos. Situações e situações. O que não se pode é admitir (e ser fator de riso, entretenimento, para adultos) duas crianças se "sarrando", sem qualquer noção.

Lembrem-se... ELES NÃO SABEM como é esse mundo em que vivemos. Nós é que os ensinamos a ser o que vierem a ser, com nossa orientação, nossos exemplos, e muito também com nossa omissão.

LEMBREM-SE... dizer que não tem nada com isso faz a pessoa parte do problema. Ao menos nesses casos. Porque, afinal, mais dia, menos dia, teremos filhos, netos, sobrinhos... como será nossa postura?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DE MARCHINHAS DE CARNAVAL...

ERROU DE NOVO, SR. MICHEL SAAD NETO!

CURA GAY E OUTRAS IMBECILIDADES EMPURRADAS PELA MÍDIA