segunda-feira, 28 de julho de 2014

A ESTRATÉGIA DA ESCULHAMBAÇÃO



Mas então, ontem eu postei uma singela homenagem àquele grupo de funcionários de um banco famoso por aí, que orientara, via correspondência escrita, seus clientes aplicadores, a respeito das possibilidades de ganho e riscos de problemas, dada a situação político-financeira da nossa Pátria amada "salve, Salve!".

Não cometeram erro algum. Fizeram o que se esperava deles.

Ouvi dizer que foram demitidos. Não sei qual teria sido o motivo, mas se foi porque afrontaram os "senhores da verdade" midiática, o patrão cometera um engano irreparável, podem escrever. Porque teremos alguns efeitos imediatos: um deles será que os clientes, ao saberem que alguém foi mandado embora porque os aconselhou, vão se sentir inseguros de continuar com uma instituição que dança ao ritmo da música que estorque nossa economia. O outro será que só medíocres, "baba-ovos" hão se buscar preencher as vagas deixadas, com o efeito deletério que isso há de promover na instituição.

Sabem, precisamos nos revestir de mais coragem, nesse Brasil sofredor, manipulado e roubado.

Fico imaginando se, na década de noventa, tivéssemos gente de coragem pra dizer que D. Zélia estava planejando um golpe engessante - acho que aquele confisco não aconteceria.

E em paralelo, é preciso que deixemos de nos vender (eu não!) por dinheiro e poder. Pessoas, que exemplo nossos filhos ou netos estão tendo? Vocês esperam mesmo que - com exemplos de parcialidade, desonestidades, oportunismo perverso e propaganda mentirosa como suporte - eles vão fazer um Brasil melhor?

SE FOR ASSIM... ESQUEÇAM...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUANDO A INTELIGÊNCIA ENCONTRA A ALIENAÇÃO

Com muito prazer republico um texto profundíssimo, que pode divertir, e vai trazer muita luz, sobre o momento político que vivemos. É ...